Veja quanto vai ficar sua aposentadoria com o reajuste de 5,45%

Reajuste é aplicado para os benefícios acima do salário mínimo, sendo 32,7% do total, e teto deve subir de R$ 6.101,06 para R$ 6.433,57

Nesta terça-feira (12/1), foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o percentual aplicado sobre aposentadorias e pensões acima do salário mínimo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) fechou com 5,45% em 2020, valor de reajuste da aposentadoria.

 

Reajuste da aposentadoria

O governo ainda não oficializou o reajuste, o que é feito através de publicação no Diário Oficial da União. Entretanto, pela lei, o governo tem a obrigação de reajustar os valores segundo o índice.

O reajuste da aposentadoria, portanto, é maior que os benefícios no valor de um salário mínimo. Neste ano, o aumento do piso nacional considerou o reajuste de 5,25%, chegando ao valor de R$ 1.100, segundo a Medida Provisória. Assim, considerou apenas o INPC, excluindo a variação do Produto Interno Bruto (PIB).

Segundo o Ministério da Economia, então, caso o índice usado para a correção do mínimo ficasse acima da estimativa, como ocorreu em 2020, o mínimo poderia ser revisto. Caso o governo corrija o salário mínimo pelo INPC, o piso nacional pode subir 2 reais, de R$ 1.100 para R$ 1.102.

Para que os valores sejam oficializados, a Secretaria da Previdência deve publicar uma portaria que oficialize o reajuste dos benefícios no Diário Oficial da União. A tabela de contribuição de segurados que estão na ativa para a Previdência também pode sofrer reajuste.

 

Como ficam os valores dos benefícios?

Sendo assim, o teto da Previdência Social deve subir de R$ 6.101,06 para R$ 6.433,57 em 2021. Esse valor passa a ser referência para calcular o desconto nos salários dos trabalhadores com carteira assinada. Entre os benefícios pagos pelo INSS, 32,7% estão acima do piso nacional. 

Como mostra o jornal Extra, para um aposentado que recebia R$ 2 mil por mês, o reajuste da aposentadoria de 5,45% significa um aumento de R$ 109. Ou seja, ele passará a receber R$ 2.109 mensais. Já uma aposentadoria de R$ 3 mil teria um acréscimo de R$ 163,50, ficando em R$ 3.163,50.

Se o benefício era de R$ 4 mil em 2020, a correção implicará em um adicional mensal de R$ 218, e a aposentadoria ficará no valor de R$ 4.218 em 2021. Dessa maneira, o aposentado que recebe mais que o salário mínimo pode aplicar o índice de inflação em seu salário para chegar aos valores.

 

Mudanças nas faixas de renda

  • Quem recebia R$ 1.200, passará a receber R$ 1.265,40
  • Quem recebia R$1.500, passará a receber R$ 1.581,75
  • Aquele que recebia R$1.800, passará a receber R$ 1.898,10
  • Quem recebia R$ 2.100, passará a receber R$ 2.214,45
  • Quem recebia R$ 2.400, passará a receber R$ 2.530,80
  • Aquele que recebia R$ 2.700, passará a receber R$ 2.847,15
  • Quem recebia R$ 3.000, passará a receber R$ 3.163,50
  • Quem recebia R$ 3.300, passará a receber R$ 3.479,85
  • Aquele que recebia R$ 3.600, passará a receber R$ 3.796,20
  • Quem recebia R$ 3.900, passará a receber R$ 4.112,55
  • Quem recebia R$ 4.200, passará a receber R$ 4.428,90
  • Aquele que recebia R$ 4.500, passará a receber R$ 4.745,25
  • Quem recebia R$ 4.800, passará a receber R$ 5.061,60
  • Quem recebia R$ 5.100, passará a receber R$ 5.377,95
  • Aquele que recebia R$ 5.400, passará a receber R$ 5.694,30
  • Quem recebia R$ 5.700, passará a receber R$ 6.010,65
  • Quem recebia R$ 6.000, passará a receber R$ 6.327,00
  • Enfim, aquele que recebia R$ 6.101,06, passará a receber R$ 6.433,57

 

Leia também:

14º salário do INSS 2021: saiba se o benefício extra será pago

Saiba se é possível se aposentar antes dos 60 anos pelo INSS

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.