Como fazer o cálculo do Simples Nacional? Veja passo a passo

O primeiro passo para verificar quanto terá que pagar de impostos no mês em questão, é verificar qual a receita bruta total dos últimos doze meses.

O momento de fazer o cálculo do Simples Nacional pode gerar dúvidas. Apesar de a modalidade ter o objetivo de facilitar a arrecadação de impostos pelas micro e pequenas empresas.

No regime tributário do Simples Nacional, o empresário paga em uma única guia todos os impostos devidos. Entre eles o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). Para participar, é necessário se enquadrar na categoria de microempresa ou de empresa de pequeno porte.

Então, veja o passo a passo para fazer o cálculo do Simples Nacional, que envolve dois fatores principais: receita bruta total da sua empresa e alíquota efetiva em que a empresa corresponde.

1. Verifique o faturamento dos últimos 12 meses

O primeiro passo para verificar quanto terá que pagar de impostos no mês em questão, é verificar qual a receita bruta total dos últimos doze meses. Para empresas com menos de um ano de funcionamento, a orientação é fazer a média de faturamento.

Para obter o valor da receita bruta total é preciso ter em vista a soma de todas as receitas ao longo dos últimos doze meses, adquiridas a partir de venda de produtos ou serviços.

2. Confira a alíquota correspondente

Em seguida, para efetuar o cálculo do Simples Nacional, o empreendedor deve acessar o anexo de seu ramo de atividade para visualizar qual será sua alíquota, de acordo com o resultado da receita bruta total feito anteriormente.

- PUBLICIDADE -

Nota-se que a partir de uma mudança realizada em 2018, o Simples nacional passou a apresentar cinco anexos com dados sobre para o cálculo de diferentes ramos de atuação: São eles: comércio, indústria, locação de bens móveis e determinados serviços. Além de serviços citados no artigo 18 da Lei Complementar n.º 155.

Leia também

Nubank libera pagamentos por aproximação em celulares…

Covid-19: hospitais particulares de São Paulo tem fila de…

3. Calcule a alíquota efetiva

Então, há uma fórmula para fazer o cálculo da alíquota efetiva do Simples Nacional. Veja:

  • (receita bruta total x alíquota) – parcela a deduzir / receita bruta total

Ao finalizar essa conta, o resultado encontrado será a alíquota que deverá ser aplicada na receita bruta. Nota-se que o valor da parcela a deduzir também pode ser visto nos anexos do Simples Nacional.

4. Finalize o cálculo do Simples Nacional

Por fim, basta usar o resultado da alíquota efetiva para finalizar o cálculo do Simples Nacional, e verificar o valor total de impostos a serem pagos no mês. Basta multiplicar essa alíquota pelo total de faturamento do mês em questão. Veja a formula:

  • Receita bruta do mês x alíquota efetiva

 

- PUBLICIDADE -

Leia também:

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes