Crédito para MEI: saiba como conseguir pelo Empreenda Rápido

Microempreendedores individuais do estado de São Paulo tem a opção de acessar uma linha de crédito ao participar de cursos de qualificação.

Microempreendedores individuais do estado de São Paulo tem a opção de acessar uma linha de crédito ao participar de cursos de qualificação. Isso é possível a partir do programa Empreenda Rápido, que foi criado pelo governo do estado e pelo Sebrae. Para acessar esse crédito para MEI, é preciso concluir um dos cursos disponíveis.

Até o fim deste ano, o programa deve oferecer mais de R$ 150 milhões em microcrédito para os empreendedores que participarem dos cursos de qualificação. As linhas são concedidas por meio do Banco do Povo.

O que é o Empreenda Rápido?

O Empreenda Rápido se trata de um programa do Governo de SP e do Sebrae-SP que oferece soluções para empreendedores do estado. Microempreendedores, microempresas e empresas de pequeno porte conseguem ter acesso a cursos de qualificação e a linhas de crédito. Quem deseja abrir um negócio ou se formalizar também pode usar a plataforma, neste caso como auxílio para a abertura da empresa, e também para participar de cursos e solicitar empréstimos.

O programa foi lançado em julho de 2019. Ao passo que, no ano passado contou com cerca de 170 mil inscritos, bem como, com mais de R$ 68 milhões concedidos por meio de crédito orientado pelo Banco do Povo e Desenvolve SP.

Além disso, em relação aos cursos do programa, ao longo de 2021 serão oferecidas 400 mil vagas presenciais e online de maneira gratuita. Serão 216 mil vagas para cursos técnicos e de gestão, as quais devem ser ministrados pelo Sebrae-SP, Centro Paula Souza, Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), Senai e Senac. E outras 184 mil vagas exclusivas de gestão por responsabilidade do Sebrae.

Qual o empréstimo do programa?

Em relação ao crédito para MEI, o programa oferece atualmente uma linha de empréstimo pelo Banco do Povo.

Dessa forma, os microempreendedores de São Paulo conseguem ter acesso a crédito de até R$ 8.100, com taxa de juros 0,35% a 0,70% ao mês. Cobra-se também a Tarifa de Sustentabilidade do Fundo (TSF) de 1% no ato.

Para capital de giro, o pagamento é em até 24 vezes. Enquanto para investimento fixo, paga-se em até 36 vezes. O prazo de carência varia de um a três meses. Nota-se que essa opção de empréstimo está disponível também para produtores rurais com CNPJ.

Quem tem direito a esse crédito para MEI?

Para que o MEI tenha direito a esse crédito do Empreenda Rápido, é preciso que tenha concluído um curso do programa. Também são válidos cursos do Super MEI e de outros programas aprovados.

Outro critério para conseguir o empréstimo, é não ter restrições no Serasa e Cadin Estadual, o Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais.

Como solicitar crédito para MEI no Empreenda Rápido?

Para solicitar o crédito para MEI do programa Empreenda Rápido, o cidadão deve acessar o site do Banco do Povo. Feito isso, clicar no botão escrito “Solicite seu crédito”. Então será necessário informar o nome de usuário e a senha. Quem não tem conta nesse banco deve clicar em “Não tenho conta” para criar uma, nesse processo será preciso informar dados como: CNPJ, razão social, e-mail e telefone.

Site Banco do Povo

Entre as regras gerais para solicitar os empréstimos do Banco do Povo, está o fato de que o solicitante deve desenvolver atividade de produção nos municípios contemplados pelo banco. E para pessoas físicas, é preciso residir ou possuir um empreendimento há mais de dois anos em um nos municípios atendidos.

Como participar dos cursos?

Como dito, para conseguir o crédito para MEI do programa Empreenda Rápido é necessário concluir um dos cursos de qualificação que são oferecidos. A inscrição pode ser feita pelo site do Empreenda Rápido ou ainda por meio do telefone 0800 570 0800.

Entre os cursos disponíveis neste ano, estão aqueles do programa Sebrae Enfrentar. O qual é focado no atual momento de crise vivenciado no contexto da pandemia da Covid-19. A formação inclui oficinas de inovação em vendas, proteção ao caixa da empresa, acesso a crédito, negociação com clientes e fornecedores e medidas governamentais de auxílio. Essa modalidade está disponível no formato de aulas online.

Também há a seção de cursos técnicos, os quais são indicados para o empreendedor que deseja profissionalizar o seu negócio ou ampliar conhecimentos. Além do curso técnico ocorrem duas oficinas, uma de finanças e outra de marketing. Essa modalidade está disponível no formato presencial.

Além disso, também é possível fazer o curso do Sebrae “Organize seu negócio”. Ele é voltado para empreendedores que querem aprimorar controles operacionais e de gestão. É formado por oficinas sobre comportamento, formação de preço, fluxo de caixa, marketing digital e um curso sobre atendimento ao cliente. Esse curso está disponível tanto na modalidade presencial quanto online.

Por fim, há ainda o curso “Pronto para crescer”, que está disponível em formato presencial e online. Ele é voltado para o MEI que deseja se tornar uma microempresa. Conta com oficinas sobre legislação, planejamento, indicadores de gestão, inovação e, finalmente, linhas de investimento e crédito.

 

Leia também:

MEIs e pequenos empresários ganham prazo maior para quitar impostos

Descubra se quem tem nome sujo pode abrir MEI

Veja como imprimir boleto MEI vencido e ficar em dia

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes