Crédito para MEI: saiba como conseguir pelo Empreenda Rápido

Microempreendedores individuais do estado de São Paulo tem a opção de acessar uma linha de crédito ao participar de cursos de qualificação.

Microempreendedores individuais do estado de São Paulo tem a opção de acessar uma linha de crédito ao participar de cursos de qualificação. Isso é possível a partir do programa Empreenda Rápido, que foi criado pelo governo do estado e pelo Sebrae. Para acessar esse crédito para MEI, é preciso concluir um dos cursos disponíveis.

Até o fim deste ano, o programa deve oferecer mais de R$ 150 milhões em microcrédito para os empreendedores que participarem dos cursos de qualificação. As linhas são concedidas por meio do Banco do Povo.

O que é o Empreenda Rápido?

O Empreenda Rápido se trata de um programa do Governo de SP e do Sebrae-SP que oferece soluções para empreendedores do estado. Microempreendedores, microempresas e empresas de pequeno porte conseguem ter acesso a cursos de qualificação e a linhas de crédito. Quem deseja abrir um negócio ou se formalizar também pode usar a plataforma, neste caso como auxílio para a abertura da empresa, e também para participar de cursos e solicitar empréstimos.

O programa foi lançado em julho de 2019. Ao passo que, no ano passado contou com cerca de 170 mil inscritos, bem como, com mais de R$ 68 milhões concedidos por meio de crédito orientado pelo Banco do Povo e Desenvolve SP.

Além disso, em relação aos cursos do programa, ao longo de 2021 serão oferecidas 400 mil vagas presenciais e online de maneira gratuita. Serão 216 mil vagas para cursos técnicos e de gestão, as quais devem ser ministrados pelo Sebrae-SP, Centro Paula Souza, Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), Senai e Senac. E outras 184 mil vagas exclusivas de gestão por responsabilidade do Sebrae.

Qual o empréstimo do programa?

Em relação ao crédito para MEI, o programa oferece atualmente uma linha de empréstimo pelo Banco do Povo.

Dessa forma, os microempreendedores de São Paulo conseguem ter acesso a crédito de até R$ 8.100, com taxa de juros 0,35% a 0,70% ao mês. Cobra-se também a Tarifa de Sustentabilidade do Fundo (TSF) de 1% no ato.

Para capital de giro, o pagamento é em até 24 vezes. Enquanto para investimento fixo, paga-se em até 36 vezes. O prazo de carência varia de um a três meses. Nota-se que essa opção de empréstimo está disponível também para produtores rurais com CNPJ.

Quem tem direito a esse crédito para MEI?

Para que o MEI tenha direito a esse crédito do Empreenda Rápido, é preciso que tenha concluído um curso do programa. Também são válidos cursos do Super MEI e de outros programas aprovados.

Outro critério para conseguir o empréstimo, é não ter restrições no Serasa e Cadin Estadual, o Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais.

Como solicitar crédito para MEI no Empreenda Rápido?

Para solicitar o crédito para MEI do programa Empreenda Rápido, o cidadão deve acessar o site do Banco do Povo. Feito isso, clicar no botão escrito “Solicite seu crédito”. Então será necessário informar o nome de usuário e a senha. Quem não tem conta nesse banco deve clicar em “Não tenho conta” para criar uma, nesse processo será preciso informar dados como: CNPJ, razão social, e-mail e telefone.

Site Banco do Povo

Entre as regras gerais para solicitar os empréstimos do Banco do Povo, está o fato de que o solicitante deve desenvolver atividade de produção nos municípios contemplados pelo banco. E para pessoas físicas, é preciso residir ou possuir um empreendimento há mais de dois anos em um nos municípios atendidos.

Como participar dos cursos?

Como dito, para conseguir o crédito para MEI do programa Empreenda Rápido é necessário concluir um dos cursos de qualificação que são oferecidos. A inscrição pode ser feita pelo site do Empreenda Rápido ou ainda por meio do telefone 0800 570 0800.

Entre os cursos disponíveis neste ano, estão aqueles do programa Sebrae Enfrentar. O qual é focado no atual momento de crise vivenciado no contexto da pandemia da Covid-19. A formação inclui oficinas de inovação em vendas, proteção ao caixa da empresa, acesso a crédito, negociação com clientes e fornecedores e medidas governamentais de auxílio. Essa modalidade está disponível no formato de aulas online.

Também há a seção de cursos técnicos, os quais são indicados para o empreendedor que deseja profissionalizar o seu negócio ou ampliar conhecimentos. Além do curso técnico ocorrem duas oficinas, uma de finanças e outra de marketing. Essa modalidade está disponível no formato presencial.

Além disso, também é possível fazer o curso do Sebrae “Organize seu negócio”. Ele é voltado para empreendedores que querem aprimorar controles operacionais e de gestão. É formado por oficinas sobre comportamento, formação de preço, fluxo de caixa, marketing digital e um curso sobre atendimento ao cliente. Esse curso está disponível tanto na modalidade presencial quanto online.

Por fim, há ainda o curso “Pronto para crescer”, que está disponível em formato presencial e online. Ele é voltado para o MEI que deseja se tornar uma microempresa. Conta com oficinas sobre legislação, planejamento, indicadores de gestão, inovação e, finalmente, linhas de investimento e crédito.

 

Leia também:

MEIs e pequenos empresários ganham prazo maior para quitar impostos

Descubra se quem tem nome sujo pode abrir MEI

Veja como imprimir boleto MEI vencido e ficar em dia

Você pode gostar também
buy cialis online