MEI pode solicitar o auxílio-maternidade? Saiba como receber

Tem direito ao benefício aqueles que possuem mais de 10 meses de contribuição. Solicitação pode ser feita na central de atendimento ou site Meu INSS

O auxílio-maternidade é um dos direitos garantidos para Microempreendedores Individuais (MEI). Através do pagamento das taxas do Documento de Arrecadação (DAS), ou seja, a contribuição mensal, o MEI ganha o direito a cobertura previdenciária e benefícios como: auxílio-doença, pensão por morte, auxílio-reclusão, entre outros. Nele, consta a contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e deve ser pago até o dia 20 de cada mês.

Logo, o auxílio-maternidade é um dos benefícios garantidos para o MEI a partir das contribuições devidas. Entretanto, deve ser pago diretamente pelo INSS e a contribuição previdenciária pelo microempreendedor durante o recebimento do salário maternidade deverá ser descontado automaticamente do valor deste benefício.

 

Quem tem direito ao benefício?

Assim, com o pagamento do DAS, há a garantia às seguradas de um salário durante o afastamento quando tem um filho. Em suma, é necessário ter 10 meses de contribuição. Ou seja, se já estava grávida ao abrir seu CNPJ, não será possível obter o benefício.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em casos específicos, o MEI do sexo masculino também pode ter o benefício. Isso acontece, portanto, em casos de: falecimento da gestante, adoção ou guarda judicial para fins de adoção.

Além disso, pode ser pago para a mulher em casos de parto natimorto, adoção e aborto não criminoso.

 

Como solicitar o auxílio-maternidade?

A solicitação do requerimento do auxílio-maternidade deve ser feito pela Central de Atendimento 135. Além disso, também é possível utilizar o site ou aplicativo Meu INSS. Para isso, basta selecionar a opção “Requerimento de Salário Maternidade”. Os documentos necessários para solicitar serão:

  • RG;
  • CPF;
  • Carteira de Trabalho;
  • Carnês;
  • Comprovantes de recolhimento do INSS

Mas para casos de nascimento ou aborto, é preciso apresentar a certidão de nascimento ou natimorto. Em caso de adoção, o documento necessário é a certidão de nascimento expedida após a decisão judicial.

O prazo para solicitar o benefício é de até 28 dias antes do parto, ou até 92 dias depois do nascimento da criança. Assim, o auxílio-maternidade para MEI será pago pelo órgão no prazo de 120 dias. O valor dependerá de fatores como o tempo de contribuição.

Entretanto, durante o período é necessário que o microempreendedor continue pagando o DAS, que constará apenas impostos devidos como o ICMS e o ISS. Dessa forma, nos meses que a segurada recebeu o benefício, não será cobrado o INSS. As guias devem ser geradas no Portal do Empreendedor.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes