MEI: Veja como obter desconto de até 30% na compra de carro novo

Quem é Microempreendedor individual pode conseguir desconto de até 30% ao comprar um carro 0km. O qual é concedido pelas próprias montadoras.

Quem é Microempreendedor individual pode conseguir desconto de até 30% ao comprar um carro 0km. Nota-se, que isso é possível através da isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), sendo assim, é concedido pelas próprias montadoras.

Empresas como Renault, Volkswagen, Chevrolet e Fiat trabalham com venda direta. Trata-se de uma modalidade realizada sem intermediários, ou seja, diretamente do fabricante para o consumidor final. Quem possui CNPJ, é pessoa com deficiência (PcD) ou é produtor rural pode conseguir condições especiais na compra de carros.

Como funciona o desconto de até 30%?

A saber, o desconto pode ir de 2,5% a 30% para o empreendedor que compra um carro novo com o CNPJ de sua empresa. Para isso, será necessário apresentar Certificado do MEI e alguns outros documentos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Ao adquirir de fato o veículo, ele ficará vinculado ao registro do MEI. E é necessário mantê-lo no nome da empresa ao menos 12 meses, conforme regra do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). Essa norma busca evitar que o desconto seja usado apenas com o intuito de revender o automóvel.

Ademais, a compra direta apresenta como desvantagem o prazo de entrega do veículo, que pode variar de 10 a 40 dias. O tempo dado de garantia também varia conforme cada fabricante.

Carro para trabalho

Por fim, caso o empreendedor tenha o objetivo de comprar um carro para utilizar diretamente em suas atividades profissionais, pode conseguir descontos ainda maiores. Como o automóvel ficará relacionado ao nome da empresa, é necessário cuidado com a documentação e regularização do veículo. Afinal, em casos de inadimplência pode gerar restrições ao negócio, como é o caso de ter empréstimos negados.

De fato, o faturamento anual máximo permitido para quem é MEI é de R$ 81 mil reais , bem como o limite definido para compras é de 80% do valor arrecadado ao ano. Mas essa regra só se aplica e, situações de aquisição de mercadorias para a comercialização ou industrialização. Então, a compra de um carro não entra nessa regra.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes