Brasil x Argentina nas Olimpíadas: quem é freguês no vôlei masculino ?

Seleções já se enfrentaram em oito oportunidades nos Jogos Olímpicos e se reencontram na disputa pelo bronze de Tóquio-2020

O Brasil e os argentinos disputam neste sábado, 7 de agosto, às 1h30 (horário de Brasília), o 3º lugar do vôlei masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Adversários sul-americanos, as duas equipes carregam uma rivalidade que perpassa todos os esportes. Em Olimpíadas, as duas seleções já se enfrentaram em oito oportunidades, e a boa notícia é que a vantagem é brasileira. Confira o histórico entre Brasil x Argentina no vôlei masculino.

Brasil x Argentina Olimpíadas – histórico no vôlei masculino

A rivalidade entre Brasil x Argentina já é conhecida por todos. No vôlei, esse grande confronto não poderia ser diferente. Desde o início da modalidade em Jogos Olímpicos, em 1964, as duas seleções já se enfrentaram em oito ocasiões, com cinco triunfos brasileiros e três argentinos.

As duas seleções, inclusive, já fizeram um duelo na briga pelo bronze, mas os “hermanos” levaram a melhor. Nos Jogos de Seul-1988 os rivais disputaram o terceiro lugar e a Argentina venceu por 3 x 2. Com o revés, a seleção brasileira então precisou se contentar com a quarta posição.

Seleção brasileira 3 x 1 Argentina – Jogos de Los-Angeles-1984 (fase de grupos)

Argentina 3 x 2 Brasil – Jogos de Seul-1988 (3º lugar)

Argentina 3 x 1 Brasil – Jogos de Atlanta-1996 (fase de grupos)

Seleção brasileira 3 x 1 Argentina – Jogos de Atlanta-1996 (disputa de 5º ao 8º lugar)

Argentina 3 x 1 Brasil – Jogos de Sidney-2000 (quartas de final)

Seleção brasileira 3 x 0 Argentina – Jogos de Londres-2012 (quartas de final)

Brasil 3 x 1 Argentina – Jogos da Rio-2016 (quartas de final)

Seleção brasileira x Argentina nas Olimpíadas de Tóquio-2020

  • Brasil 3 x 2 Argentina – Fase de grupos
  • Brasil x Argentina – 7 de agosto, às 1h30 (horário de Brasília): disputa 3º lugar

Nas últimas três vezes em que se enfrentaram em Jogos Olímpicos, o Brasil venceu os argentinos. Além do triunfo no tie break neste edição de Tóquio-2020, os brasileiros foram algozes da celeste na Rio-2016 e Londres-2012, quando então eliminou os “hermanos” nas quartas de final.

Por outro lado, o time tupiniquim tem uma eliminação para seu rival em Sidney-2000, quando caiu nas quartas de final.

Brasil encara os argentinos na disputa do bronze

Depois de perder por 3 sets a 1 para os russos e dar adeus à chance de mais uma final olímpica, o vôlei brasileiro segue sua caminhada nos Jogos, mas agora em busca da medalha de bronze.

Com a derrota nesta quinta-feira, 5/8, restou à equipe de Renan dal Zotto disputar o 3º lugar das Olimpíadas e o adversário será um velho conhecido: a Argentina. Veja então a campanha brasileira:

Fase de grupos

Brasil 3 x 0 Tunísia
Argentina 2 x 3 Brasil
Brasil 0 x 3 Rússia
Estados Unidos 1 x 3 Brasil
Brasil 3 x 2 França

Quartas de final

Japão 0 x 3 Brasil

Semifinal

Brasil 1 x 3 Comitê Olímpico Russo

Disputa do 3º lugar

Brasil x Argentina – 7 de agosto, às 1h30 (horário de Brasília)

Com medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona-92, Atenas-2004 e Rio-2016, e prata nas edições de Los Angeles-1984, Pequim-2008 e Londres-2012, o Brasil busca em seu próximo jogo o então primeiro bronze no vôlei masculino. Pela primeira vez, mas desde Sidney-2000 quando foi eliminado pela Argentina nas quartas, a seleção não disputará a final.

Brasil fica fora da final pela primeira vez desde sidney em 2000
Brasil fica fora da final pela primeira vez desde sidney em 2000 – foto: wander roberto/cbv

 

Leia também

+ Próximo jogo do Brasil no vôlei masculino será com Argentina pelo bronze

Você pode gostar também