Clubes de futebol aderem à campanha e se solidarizam com Manaus

Os clubes do futebol brasileiro aderiram às manifestações e abraçaram à campanha de ajuda a Manaus: #OxigênioparaManaus. Nesta quinta-feira (14), várias equipes prestaram solidariedade e postaram em suas redes sociais a hashtag, para chamar a atenção das autoridades. As Unidades Básicas de Saúde da capital de Amazonas, carecem de insumos no tratamento de pacientes contaminados com a Covid-19.

Quais clubes estão ajudando Manaus?

Flamengo, Corinthians, São Paulo, Vasco, Santos, entre outros clubes, posicionaram-se pelo Twitter, com o então objetivo de cobrar uma posição do Governo Federal.

- PUBLICIDADE -

Entenda o que acontece em Manaus

A capital do Amazonas sofre com o avanço no número de casos da Covid-19 no município. Isso porque com os hospitais cheios, as Unidades Básicas de Saúde ficaram sem oxigênio.

Agora, os pacientes amazonenses estão sendo deslocados para outros estados, afim de realizarem os tratamentos. No entanto, com a proliferação do vírus, o número de mortes também aumentou. Os cemitérios estão lotados, mas diante deste cenário, as autoridades ampliaram o horário de funcionamento e instalaram câmeras frigoríficas.

Como forma de tentar frear o avanço do vírus, o governo do estado então proibiu circulação de pessoas entre 19h e 6h, em Manaus.

Jogadores entram em campanha para Manaus

Os atletas Richarlison, do Everton, Antony, do Ajax, e Paulinho, do Bayer Leverkusen, são alguns dos jogadores que também manifestaram apoio e entraram na campanha para Manaus. Pelas redes sociais, os jogadores aderiram à campanha, fazendo doações, mas também pedindo um posicionamento das autoridades.

- PUBLICIDADE -

Sempre se posicionando pelas redes sociais, o atacante do Everton então doou 10 cilindros de oxigênio para as unidades de emergência de Manaus.

Além dos atletas, outras personalidades do mundo da fama também estão entrando na causa. De acordo com publicação do comediante Whindersson Nunes, os cantores Wesley Safadão e Marília Mendonça, também entraram na campanha e ajudaram com doações para Manaus.

 

 

covid-19
Comentários (0)
Comentar