Quem ganhou a Copa do Brasil em 2021: Atlético-MG é campeão

Primeiro jogo foi uma vitória do Galo por 4 a 0 jogando em casa; este é o segundo título do clube mineiro

O Atlético-MG foi quem ganhou a Copa do Brasil em 2021. Após vencer o Athletico-PR por 2 a 1 nesta quarta-feira, 15/12, o Galo confirmou mais um título na temporada, a Tríplice Coroa. A conquista soma o segundo troféu na competição, tendo vencido o primeiro em 2014.

Quem ganhou a Copa do Brasil 2021

O Atlético Mineiro é quem foi campeão do da Copa do Brasil em 2021. Em jogo realizado em Curitiba, na Arena da Baixada, contra o Athletico-PR em 15/12, o Galo leva o troféu pela segunda vez na história do torneio. O primeiro título conquistado aconteceu em 2014.

O time campeão do Atlético-MG, comandado pelo técnico Cuca, foi para campo nesta quarta-feira com Everson (Goleiro); Guilherme Arana (Lateral), Junior Alonso (Zagueiro), Mariano (Lateral), Igor Rabello (Zagueiro); Zaracho (Meia), Jair (Meia), Allan (Meia); Vargas (Atacante), Keno (Atacante), Hulk (Atacante).

Primeiro tempo da final de hoje

Mesmo com o Atlético Mineiro na vantagem do jogo anterior, os minutos iniciais do primeiro tempo foram apreensivos para os dois lados, com muitas faltas, entradas duras dos jogadores e pouca bola rolando. Hulk chegou bem aos 6 minutos, mas acabou parando na defesa de Santos. A partida chegou até os 17 minutos com apenas uma finalização e muito tempo parado.

A partida mudou aos 18 quando o Athletico-PR abriu o placar com Pedro Rocha depois de lançamento de Cittadini. De cabeça, o atacante que substituiu Nikão acertou em cheio de cabeça as redes de Everson. Porém, um minuto depois, o árbitro anulou o gol por toque de mão.

Era tudo o que o Galo precisava. Aos 25, o contra-ataque dos visitantes começou com Vargas que, ao bater para Zaracho, rolou para Keno que só precisou bater com força para o alvo. Aos 29, Hulk teve outra boa chance ao acertar a trave de Santos de cavadinha.

Até o apito final, o Galo teve outras duas oportunidades com Keno e Arana, enquanto o jogo seguiu pegado e os atletas continuaram se estranhando com muitas faltas e discussão que resultaram na partida acabando minutos mais cedo.

Segundo tempo da final de hoje

O Athletico voltou melhor no segundo tempo, buscando em todos os espaços do Atlético Mineiro para conseguir a virada de cinco gols marcados. Aos 10, conseguiu acertar em cheio o gol com Mingotti até que o bandeirinha assinalou impedimento, levando a torcida do clube paranaense à loucura.

O segundo gol do Atlético-MG começou a amadurecer até que, aos 30 minutos, Hulk chegou até a área adversária sozinho após passe de Savarino e, de cobertura, ampliou o resultado em favor do Atlético-MG.

A revanche do Athletico só aconteceu a partir dos 30 minutos com o elenco se aproximando da área mineira. Três minutos depois, Everson precisou se esforçar para defender o gol adversário. Abner também tentou ao cabecear, mas mandou por cima do gol.

Até que, aos 41, Jaderson conseguiu acertar o primeiro gol para o Furacão na final depois de saída de errada de Everson. De cabeça, o meia aproveitou para inflar as redes e marcar o gol de honra próximo na segunda trave.

O Furacão seguiu pressionando os visitantes até o apito final onde, por 2 a 1, o título foi confirmado o Atlético Mineiro sendo o bicampeonato em sua história.

Premiação da Copa do Brasil 2021

O campeão da Copa do Brasil ganha R$ 71,1 milhões como recompensa, além da taça e o título. Este é um dos fatores que tornam a competição uma das mais importantes e disputadas do Brasil, o dinheiro que é distribuído fase por fase, como determina a CBF, ao caixa dos clubes que jogam a temporada.

Segundo dados divulgados pela própria entidade, o time campeão da Copa do Brasil em 2021 ganha R$ 71,1 milhões como recompensa. Enquanto isso, o Furacão fica com a quantia em R$ 38,1 milhões, depois de ganhar o prêmio de vice-campeão em 23 milhões.

Confira os valores completos da premiação na temporada.

 

Primeira fase: R$ 560 mil (grupo III), R$ 990 mil (grupo II) ou R$ 1,15 milhão (grupo I)

Segunda fase: R$ 675 mil (grupo III), R$ 1,07 milhão (grupo II) ou R$ 1,35 milhão (grupo I)

Terceira fase: R$ 1,7 milhão

Oitavas de final: R$ 2,7 milhões

Quartas de final: R$ 3,45 milhões

Semifinais: R$ 7,3 milhões

Vice-campeão: R$ 23 milhões

Campeão: R$ 56 milhões

Quais times são campeões da Copa do Brasil?

Dezesseis times brasileiros já conquistaram o troféu da Copa do Brasil. O maior vencedor atualmente é o Cruzeiro, com seis títulos depois de ganhar em 1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018. Em segundo está o Grêmio, muito próximo de empatar com o time mineiro contabilizando 5 taças entre os anos de 1989, 1994, 1997, 2001 e 2016.

Ao ganhar a temporada 2021, o Galo agora é bicampeão, com dois títulos ao seu lado.

Outros treze times também estão no ranking de campeões. Já São Paulo, Coritiba, América-MG, Botafogo e Bahia são alguns dos clubes que nunca venceram a Copa do Brasil.

 

  • Cruzeiro – 6 títulos (1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018)
  • Grêmio – 5 títulos (1989, 1994, 1997, 2001 e 2016)
  • Palmeiras – 4 títulos (1998, 2012, 2015 e 2020)
  • Corinthians – 3 títulos (1995, 2002 e 2009)
  • Flamengo – 3 títulos (1990, 2006 e 2013)
  • Atlético-MG – 2 títulos (2014 e 2021)
  • Athletico-PR – 1 título (2019)
  • Internacional – 1 título (1992)
  • Criciúma – 1 título (1991)
  • Fluminense – 1 título (2007)
  • Sport – 1 título (2008)
  • Santos – 1 título (2010)
  • Juventude – 1 título (1999)
  • Santo André – 1 título (2004)
  • Paulista – 1 título (2005)
  • Vasco – 1 título (2011)

Relembre a conquista da Copa do Brasil em 2014

O Atlético se classificou de maneira direta para as oitavas de final depois de vencer a Libertadores em 2013, seguindo o regulamento da própria competição. Além disso, o clube abriu caminho na tabela já que não precisou de vaga para disputar o torneio.

Dessa maneira, o Galo venceu o Palmeiras nos dois jogos das oitavas de final. Primeiro por 1 a 0 e, depois, 2 a 0 na volta contra o alviverde. Nas quartas, a torcida do Atlético fez história ao usar o bordão “Eu Acredito” na arquibancada do estádio. No primeiro confronto, 2 a 0 para o Corinthians, enquanto na volta os mineiros viraram o jogo por 4 a 1.

Nas semifinais, deram show mais uma vez. O primeiro jogo foi uma derrota para o Flamengo em 2 a 0. Depois, o placar de 4 a 1 novamente trouxe o carimbo para o passaporte até a final.

Chegou a hora da decisão. Em dois jogos, o Atlético Mineiro enfrentou o Cruzeiro, o seu maior rival. Venceu o jogo de ida com 2 a 0 enquanto novamente no jogo de volta fez 1 a 0 para carimbar a conquista do seu primeiro título de Copa do Brasil.

 

Relembre o primeiro título da Copa do Brasil do Galo em 2014.

Leia também:

Copa Toyota não é Mundial? Entenda a polêmica

Você pode gostar também