Flamengo na Libertadores: relembre as conquistas do rubro-negro no torneio

Após conquistar a América em 1981 e 2019, o Flamengo busca defender o título da Libertadores. Atuais campeões da Libertadores, segue como favoritos ao titulo. Relembre as conquistas do Mengão no torneio.

0 91

Atual campeão, o Flamengo disputa sua decima sexta edição de Libertadores da América e segue em busca do tricampeonato da competição. Desse modo, é um dos favoritos ao título esta temporada. Segundo pesquisa realizada pelo Portal Transfermarkt, o rubro-negro é o elenco mais caro da Libertadores e possui time avaliado em cerca de 740 milhões de reais. O clube levantou o caneco por duas vezes; em 81, seu ano de estreia na competição, bem como em 2019, ultima edição do torneio. Relembre os dois títulos rubro-negros na Copa.

Como foi em 81, ano da primeira conquista!?

Em 1981, ano da primeira conquista rubro-negra da Libertadores, o Flamengo conseguiu a vaga no torneio após levantar o Campeonato Brasileiro de 1980, curiosamente ano de seu primeiro título do nacional. Ao passo que o outro representante canarinho no torneio foi o Atlético Mineiro, vice-campeão brasileiro no ano anterior.

Assim como o Brasil, os outros nove países da América do Sul (Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela) tinham direito a duas vagas cada, ao passo que o campeão da competição anterior, (Nacional -URU), tinha vaga garantida na competição seguinte.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Outra curiosidade da Libertadores à época consistia em grupos com quatro clubes de apenas dois países. Desse modo, o Flamengo disputou o Grupo 3, ao lado de Atlético Mineiro, Cerro Porteño e Olímpia, equipes paraguaias.

Fase final de 81

Desse modo, com cinco grupos na competição, estes com quatro equipes cada, avançaram a fase seguinte da Libertadores apenas os primeiros colocados de suas respectivas chaves, ou seja, cinco equipes, as quais somou-se o Nacional, então detentor do título.

Na fase semifinal, seis equipes dividiram-se em dois grupos de três, e disputavam no sistema todos-contra-todos, em turno e returno, a vaga na decisão, que ficaria com quem somasse mais pontos nesta fase.

Desse modo, o Flamengo, líder de seu grupo ao lado do Atlético Mineiro, ambos com oito pontos, chegou as semifinais após bater o próprio Galo em uma partida desempate, disputada no Serra Dourada em Goiânia. A partida foi interrompida aos 37 minutos da segunda etapa em 0 a 0, após os atleticanos excederem o limite de jogadores expulsos. Desse modo, vaga do Flamengo.

Semifinais e final de 81

Nas semifinais, o Flamengo jogou contra o Jorge Wilstermann da Bolívia, e o Deportivo Cali, da Colômbia, no mesmo sistema de disputa. Quatro jogos, quatro vitórias, dez gols marcados e apenas dois sofridos.

A final da Libertadores daquele ano reuniu o Flamengo, e o Cobreloa-CHI, e bem como os rubro-negros, chegavam invictos a decisão. O Flamengo venceu o primeiro confronto da final por 2 a 1 com dois gols de Zico, ao passo que o Cobreloa marcou com Merello.

O atacante foi o autor do gol da vitória dos chilenos na segunda partida das finais, vencida por 1 a 0. Desse modo, a decisão foi definida em um jogo 3, disputado em campo neutro.

Zico comemora gol na final contra o Cobreloa-CHI
Foto:(NetFla/reprodução)

30 mil pessoas acompanharam em Montevideo-URU, outra belíssima exibição de Zico que marcou outros dois gols e selou a conquista da primeira Libertadores da América para o Flamengo.  Dos 28 gols anotados pelos rubro-negros na competição, Zico marcou 11, e acabou eleito o artilheiro e melhor jogador da Libertadores daquele ano.

Como foi o bicampeonato de 2019?

Bem como trinta e oito anos mais tarde, o Flamengo conquistou pela segunda vez a América.  Na primeira fase os rubro-negros lideraram o grupo D da competição, ao lado de LDU do Equador, Penãrol-URU e San José-BOL. Com 10 pontos, três vitórias, um empate e duas derrotas, o Flamengo avançou as oitavas de final da Libertadores pelo saldo de gols, maior do que de Peñarol e LDU, que assim como o Flamengo, conquistaram 10 pontos cada.

Nas oitavas de final contra o Emelec-EQU, o Flamengo avançou nos pênaltis após perder o primeiro jogo por 2 a 0 fora de casa e reverter o marcador no Rio de Janeiro na semana seguinte.

Nas quartas de final, bem como nas semifinais, os rubro-negros venceram respectivamente Internacional e Grêmio. Contra o colorado, uma vitória e um empate, placar agregado de 3 a 1 e sequência na competição. Após empate em 1 a 1 contra o tricolor na primeira partida das semis, sonora goleada por 5 a 0 no Maracanã, e vaga na final.

Desse modo, a  finalíssima foi contra o River Plate, campeão da Libertadores em 2018, e defensor do título do torneio. Pela primeira vez na história, a competição fora decida em jogo único e em campo neutro. Mais de 59 mil pessoas viram o Flamengo vencer o confronto já nos instantes finais e levantar a taça.

Diego segura a taça do titulo ao lado dos companheiros
Foto: Rodrigo Coca/reprodução

Atrás do placar desde os 14 minutos de jogo, quando Borré abriu o placar para o River Plate, o Flamengo conseguiu o empate apenas aos 44 do segundo tempo, bem como a virada, aos 48, fatores que dramatizaram ainda mais a conquista Flamenguista, que teve Gabigol como artilheiro com nove tentos marcados. Com cinco gols e seis assistências (1o), Bruno Henrique foi eleito o melhor jogador da competição.

Como está o Flamengo na Libertadores de 2020?

Este ano, o Flamengo disputa a libertadores enquanto defensor do título e campeão brasileiro de 2019. Até o momento, o rubro-negro está com 100 por cento de aproveitamento; duas vitórias em dois jogos, cinco gols marcados, bem como apenas um sofrido. Os cariocas Integram do Grupo A, com Junior Barranquilla-COL, Barcelona de Guayaquil-EQU, e Independiente del Valle-EQU. Com duas partidas disputadas, o Flamengo marcou 5 gols e sofreu apenas um.

Com dois gols de Everton Ribeiro, dia 4 de março, os rubro-negros venceram o Junior Barranquilla na primeira rodada da Libertadores por 2 a 1. Bem como dia 14 do mesmo mês, vitoria sobre o Barcelona de Guayaquil por 3 a 0 no Maracanã, gols de Bruno Henrique, Gustavo Henrique e Gabigol.

Quem são os artilheiros do Flamengo na competição?

Jogador Gols Partidas
Zico 16 20
Gabigol 10 14
Gaúcho 10 18
Tita 10 24
Marcelinho Carioca 7 17
Nunes 7 20
Everton Ribeiro 7 21

Como foram as campanhas do Flamengo na Libertadores?

Ano Edição Campanha
1981 22 Campeão
1982 23 Semifinal
1983 24 1a Fase
1984 25 Semifinal
1991 32 Quartas
1993 34 Quartas
2002 43 1a Fase
2007 48 Oitavas
2008 49 Oitavas
2010 51 Quartas
2012 53 1a Fase
2014 55 1a Fase
2017 58 1a Fase
2018 59 Oitavas
2019 60 Campeão
2020 61 Atual
Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes