Neymar, Messi ou CR7? Saiba qual é o jogador com maior salário

Se você acha que Neymar é o atleta mais bem pago da atualidade, está enganado. Veja quanto ganham os líderes em cada esporte.

Foi-se o tempo que o jogador com maior salário do mundo era do futebol. 2020 foi o ano do tenista suíço Roger Federer. Sem dúvida, os contratos de TV e patrocínios das gigantes Nike e Adidas foram uma bênção para os atletas de elite.

Os 100 atletas mais bem pagos em 2020 faturaram um total de US$ 3,6 bilhões. Embora assustadoramente elevado, o número ficou 9% abaixo de 2019. Dessa maneira, tivemos o primeiro declínio em 4 anos.

Quem é o atleta ou jogador com maior salário?

Roger Federer foi o atleta ou jogador com maior salário de 2020, totalizando US$ 106 milhões de ganhos. Deste modo, superou os astros Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, que dominaram nos últimos quatro anos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Roger Federer, tenista, atleta com maior salário do mundo

Somados, os ícones do futebol faturaram US$ 209 milhões nos últimos 12 meses. Entretanto, isto representa uma queda de 12% em relação a 2019. Em resumo, foi resultado das reduções salariais e de patrocínio, já que os jogos foram interrompidos em março.

Na quarta posição ficou nosso menino Neymar, com US$ 95 milhões, dos quais US$ 25 milhões bancados por patrocinadores. Em seguida, na quinta e sexta colocação ficaram os astros do basquete norte-americano LeBron James, e Stephen Curry. LeBron levou para casa US$ 88 milhões, enquanto o jogador do Golden State recebeu um total de US$ 74 milhões.

Quanto ganhou Floyd Mayweather na década?

Nenhum atleta ganhou mais na última década do que o campeão de boxe Floyd Mayweather, que arrecadou US$ 915 milhões. 

Boxeador Floyd Mayweather em luta

Inclusive, cabe lembrar que o boxeador não possui salário, já que recebe apenas premiação das lutas. Dessa forma, US$ 500 milhões de seus ganhos vieram das lutas contra Manny Pacquiao e Conor McGregor. Ou seja, apesar de não ser o atleta ou jogador com maior salário, Floyd Mayweather foi quem mais ganhou na década.

O top 10 da década, que inclui atletas do boxe, futebol, basquete e golfe, arrecadou coletivamente US$ 6,1 bilhões. Desse modo, nenhum jogador de beisebol, futebol americano ou hóquei conseguiu tal colocação.

Serena Williams é a única mulher entre os 40 atletas mais bem pagos da década, ganhando US$ 215 milhões.

Quanto ganham Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar?

Cristiano Ronaldo recebeu US$ 105 milhões no ano passado, ficando em quarto lugar no ranking da Forbes. Como resultado, passou a ser o primeiro jogador de futebol da história a acumular US$ 1 bilhão.

O contrato atual de Lionel Messi no Barcelona lhe rende mais de US$ 80 milhões por ano. De fato, o argentino é o jogador com maior salário na atualidade. Messi também tem um contrato vitalício com a Adidas. Inclusive, no ano passado Lionel Messi recebeu US$ 32 milhões de seus patrocinadores.

Neymar está num contrato de cinco anos com o Paris Saint-Germain até junho de 2022 no valor de US$ 350 milhões em salários. Acresente-se que sua transferência do Barcelona para o PSG foi a mais cara do mundo, US$ 263 milhões. Em outras palavras, foi este valor que o clube francês pagou antes de sua contratação.

Mulheres: atleta ou jogador com maior salário

O ranking da Forbes dos 60 mais bem pagos deste ano contempla duas mulheres: Naomi Osaka e Serena Williams. No entanto, a última vez que isto ocorreu foi em 2016. Naquele ano, Serena Williams apareceu ao lado de Maria Sharapova.

Tenista Osaka em partida

A tenista Osaka totalizou US$ 37,4 milhões em 2019, desta forma foi a atleta feminina mais bem paga. Nesse sentido, a  japonesa arrecadou US$ 34 milhões dos patrocinadores. Em suma, apesar de não ser um atleta ou jogador com maior salário, é uma das 60 mais bem remuneradas na atualidade.

Serena Williams ficou perto, totalizando US$ 36 milhões de ganhos no ano passado. De maneira similar, nenhuma atleta feminina de qualquer outro esporte além do tênis chegou a esta classificação de elite.

Spencer Dinwiddie e a tokenização

Spencer Dinwiddie é um astro consagrado do basquete da NBA, jogador do Brooklyn Nets. Apaixonado por blockchain, este banco de dados descentralizado, Em resumo, Spencer teve a ideia de vender parte de seu contrato em forma de criptoativos. Dessa forma, os compradores recebem um reembolso mensal de 4,95% do valor investido.

A venda dos tokens de Dinwiddie arrecadou US$ 1,35 milhão, apenas 10% do que o projeto esperava vender. Outro fato interessante é que a NBA ameaçou rescindir seu contrato quando soube dos planos de tokenização. 

No vídeo abaixo, a equipe da @usecripto explica o que são ativos tokenizados, e quais seus benefícios.

O site da empresa responsável pelo lançamento do token alerta que os investimentos possuem baixa liquidez. Além disso, deixam claro que é possível existir perda do capital investido.

Por último, o contrato do atleta profissional Spencer Dinwiddie tem um potencial de bônus baseados em desempenho, que pode elevar a rentabilidade do token.

Curtiu a ideia dos ativos tokenizados? O Mercado Bitcoin, corretora (exchange) líder em criptoativos no Brasil oferece a negociação do token utilitário Chiliz.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes