Super Bowl: relembre os 10 melhores shows do intervalo

Beyonce, Michael Jackson, Prince, Lady Gaga e muito mais; confira algumas apresentações memoráveis do evento

Não há como negar que o Super Bowl integra a lista dos maiores eventos esportivos do mundo. Com duas grandes equipes disputando o título da temporada, a final da NFL conta também com o espetacular show do intervalo, conhecido como Halftime Show, agitando milhares de pessoas que acompanham seja no estádio ou em casa pela televisão. Grandes nomes da música receberam a responsabilidade de se apresentar na maior festa esportiva que movimenta milhões de dólares. Então, confira a seleção dos 10 melhores shows do intervalo no Super Bowl.

Michael Jackson foi o primeiro grande artista a se apresentar no Super Bowl

O príncipe do pop, Michael Jackson, estreou o show do intervalo do Super Bowl em 1993 em um compilado de grandes sucessos de sua carreira. Entre a seleção, estavam “Jam”, “Billie Jean” e “Black or White” com uma coreografia memorável incluindo cartazes no gramado com mensagens e passos de danças bem conhecidos do próprio cantor.

Além disso, Michael também cantou “We Are The World”, dedicando a canção para todas as crianças do mundo, enquanto a plateia mostrava desenhos feitos por crianças. Ao fim, encerrou com “Heal the World”.

U2 em homenagem às vítimas do 11 de Setembro

Em 2002 foi a vez do rock tomar conta do intervalo mais famoso do mundo. Sob um palco em formato de coração, Bono abriu ao som de “Beautiful Day”. Entretanto, a noite foi repleta de homenagens às pessoas que perderam a vida no 11 de Setembro. Enquanto a banda tocava “Where the Streets Have No Name”, o telão exibia nomes de todas as vítimas. Ao fim, “MKL” fechou o show que emocionou os americanos.

O polêmico show de Janet Jackson & Justin Timberlake em 2004

Depois de Michael Jackson, a irmã Janet também chegou aos palcos do Halftime. Entretanto, a apresentação chamou mais a atenção da mídia por uma pequena polêmica do que o próprio show em si. Com participações de Puff Diddy, Nelly e Kid Rock, o setlist incluiu hip hop, rock e pop.

Janet embalou os sucessos de “All for You”, “Rhythm Nation” e, para encerrar, convidou Justin Timberlake ao palco com o dueto de “Rock Your Body”. Entretanto, no final da canção, Justin “acidentalmente” expôs o seio de Janet enquanto arrancava uma parte de sua roupa. O debate em torno do assunto foi grande, principalmente se o cantor teria feito aquilo de proposito.

Paul Mccartney apresenta sucesso de Beatles em 2005

Depois da polêmica com Janet Jackson, a NFL decidiu escolher Paul McCartney, ex-Beatles, referência no rock clássico, para celebrar a festa em Jacksonville. O cantor começou com “Drive My Car”, embalando também sons como Get Back”, “Live and Let Die” e fechando com “Hey Jude”, grande sucesso dos Beatles.

 

Prince agita o Super Bowl em 2007

Sempre memorável em suas performances, a apresentação de Prince no Super Bowl em 2007 não poderia ser diferente. Com sua guitarra roxa, o cantor colocou todos os torcedores presentes para dançar ao som de “1999”, “Let’s Go Crazy”, “Proud Mary”, “All Along the Watchtower” e também, o maior sucesso de sua carreira, “Purple Rain”.

Madonna se apresenta em 2012 com polêmica

A rainha do pop não poderia ficar fora da lista. Com os maiores hits incluídos, Madonna fez a festa no Lucas Oil Stadium, em Indiana. Ao som de “Vogue”, a cantora chegou ao palco em um trono dourado acompanhado de dançarinos. Ademais, em coreografias impecáveis, “Music” entrou em cena com escadarias coloridas, seguindo com a aparição do LMFAO com sucessos de “Party Rock Anthem” e “Sexy And I Know It”.

Depois, com a participação de Nicki Minaj e M.I.A, a estrela cantou “Give Me All Your Luvin”, estreando o seu novo álbum. A performance, entretanto, também gerou controvérsias depois que M.I.A mostrou o dedo médio para as câmeras rapidamente. Encerrando aos 12 minutos, Madonna cantou “Like A Prayer” com CeeLo.

Beyonce leva Destiny’s Child ao palco do Super Bowl em 2013

Com um mix de “Love on Top” e “Crazy in Love”, Beyonce incendiou o palco do Super Bowl em 2013 para uma performance incrível em uma mistura de sucessos de sua carreira, coreografias sincronizadas com grupos de dançarinas e membros da banda, colocando todo o público para dançar. Além disso, o show ficou marcado por marcar o retorno da Destiny’s Child, antigo grupo de Beyonce com Kelly Rowland e Michelle Williams. Ao som de “Bootylicious”, “Independent Women” e “Single Ladies”, o trio trouxe muitas lembranças aos fãs.

Katy Perry bate recorde no Super Bowl em 2015

A americana animou o público do começo ao fim em 2015. Com hits memoráveis no setlist e efeitos especiais, Katy teve o show do intervalo do Super Bowl mais assistido da década. Montada em um grande tigre, “Roar” foi a primeira música. Além disso, “Dark Horse”, “I Kissed a Girl” com a participação de Lenny Kravitz, “Teeneage Dream” e “California Gurls”. Katy também trouxe ao palco Missy Elliot com “Get Ur Freak On”, “Work It” e “Lose Control”.

Fechando o domingo, “Firework” colocou todos para cantar enquanto a cantora percorria o estádio com um vestido brilhante e desenhos em forma de fogos de artifício.

Lady Gaga se apresenta com clássicos em 2017

Em um medley de “God Bless America” e “This Land Is Your Land”, Lady Gaga saltou do telhado do estádio para cantar ao público Poker Face”, “Born This Way”, “Telephone” e “Just Dance”, com efeitos visuais para quem acompanhava através da televisão. Assim, Gaga trouxe um piano ao palco e ao som de “Million Reasons” emocionou a multidão em volta da cantora.

Fechando o show, “Bad Romance” trouxe dançarinos ao palco com a mesma coreografia feita no videoclipe. Mas o que realmente chamou a atenção do público foi a sua saída. Lady derrubou o microfone, pegou uma bola de futebol e pulou de uma escada para o nada.

Shakira e Jennifer Lopez agitam em 2020

Depois de contar com a pior audiência já registrada no intervalo em 2019, o evento decidiu apostar na dupla Shakira e Jennifer Lopez, ambas latinas, cantando juntas no palco pela primeira vez. A apresentação realizada em Miami, na Flórida, durou pouco menos de 15 minutos. Shakira abriu o show com o hit “She Wolf”. Além disso, a colombiana também cantou “Empire”, “Ojos Así”, “Whenever, Wherever”, “I Like It” com a participação de Bad Bunny, “Chantaje” e “Hips Don’t Lie”.

Enquanto isso, Jennifer Lopez fez sua entrada minutos depois com “Jenny from the Block”, seguindo de “Ain’t It Funny”, “Get Right” e “Waiting for Tonight”. A cantora também trouxe ao palco J. Balvin com a sequência “Booty” e “Mi Gente”, fechando com o sucesso “On the Floor”.

JLO também teve outra participação muito especial. Sua filha, Emme Maribel Muñiz, apareceu no centro do palco com outras crianças cantando “Let’s Get Loud” e “Born in the USA”, música de Bruce Springsteen, encerrando com “Waka Waka”, hino da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul.

 

 

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.