Tiago Nunes no Corinthians: qual é a situação do técnico e o que dizem os números

Em nove meses no Corinthians, o treinador Tiago Nunes tem convivido com frequentes cobranças sobre o desempenho do time

Em nove meses no Corinthians, o treinador Tiago Nunes tem convivido com frequentes cobranças sobre o desempenho do time. A cada nova derrota, aumentam os rumores sobre sua possível demissão.

Mas será que as estatísticas de Tiago Nunes no Corinthians justificam tamanha pressão? Independentemente dos resultados, o principal motivo para a desconfiança da torcida é o futebol pouco vistoso apresentado pela equipe. Pelo menos esta é a visão da diretoria do clube.

“Podia estar rendendo um pouco mais”, admitiu o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves sobre o desempenho do Corinthians nas mãos de Tiago Nunes. Ao comentar a cobrança da diretoria, o técnico considerou “normal” e lembrou que tanto os torcedores quanto os dirigentes esperam que o time jogue bem sempre.

“Não vai acontecer todo jogo, mas estamos nos esforçando ao máximo para achar uma regularidade não só de resultados mas também de atuação”, emendou o treinador. Além de ajustar o tme, Tiago Nunes ainda precisa lidar com a questão dos salários atrasados, e defende a diretoria: “Não existe constrangimento, até porque temos uma convivência muito tranquila e transparente com a direção”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Pressão sobre o treinador

Não bastassem as cobranças da torcida e da diretoria, Tiago Nunes também é alvo de constantes críticas do comentarista e ex-jogador Neto, ídolo do Corinthians. Segundo o apresentador da Band, a diretoria alvinegra já tem até um favorito para assumir o cargo em caso de demissão do técnico.

Neto apontou que Mano Menezes é o preferido do presidente Andrés Sanchez para substituir Tiago Nunes. Outro nome citado foi o do espanhol Miguel Ángel Ramírez, do Independiente del Valle. Mas, por enquanto, a diretoria do Corinthians afasta qualquer possibilidade de trocar o comando da comissão técnica.

De acordo com Neto, “todo mundo está insatisfeito com o trabalho do atual técnico corintiano”. Pesam contra Tiago Nunes a eliminação na pré-Libertadores contra o Guarani do Paraguai e a derrota na final do Paulistão contra o maior rival, o Palmeiras.

Números de Tiago Nunes no Corinthians

No geral, os números de Tiago Nunes no Corinthians também não estão dentro do que a torcida espera. Em 24 partidas, o técnico somou nove vitórias, nove empates e seis derrotas. Assim, conquistou apenas metade dos pontos disputados. O aproveitamento de 50% ainda está abaixo dos 50,7% registrados na segunda passagem de Fábio Carille pelo clube.

Em 2020, o ataque do Corinthians balançou as redes 30 vezes, enquanto a defesa sofreu 21 gols. A principal crítica ao trabalho de Tiago Nunes, contudo, é a falta de um padrão de jogo. Afinal, o técnico só repetiu a escalação sete vezes em 24 jogos.

Tiago Nunes comanda treino
Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Para dar a volta por cima e afastar os rumores sobre sua demissão, Tiago Nunes sabe o que é preciso: fazer o time jogar, vencer e convencer. Para isso, ele conta com a chegada do venezuelano Otero, que entrou bem no time e deu a assistência para o gol da vitória contra o Goiás pelo Brasileirão.

No entanto, Otero enfrenta forte concorrência no meio de campo, que já conta com nomes como Luan, Ramiro, Araos e Mosquito. Além disso, nas coletivas, o técnico já avisou que pretende encontrar o ajuste ideal para que Luan volte a render como nos tempos de Grêmio, pois o camisa 7 foi uma das principais contratações do Corinthians para a temporada de 2020.

Histórico de Tiago Nunes

Assim, não faltam opções para Tiago Nunes achar o encaixe perfeito no elenco do Corinthians. O técnico chegou ao clube justamente por causa do bom trabalho realizado no Athletico, onde mostrou um futebol ofensivo e competitivo. Dessa forma, conquistou os títulos da Copa do Brasil e da Sul-Americana pelo time paranaense.

Tiago Nunes começou a carreira de treinador em 2005, no São Luiz de Ijuí (RS). Na época, ele tinha apenas 25 anos. Após rodar por clubes menores, passou pelo sub-20 do Grêmio e chegou ao Athletico em 2017, após se destacar no Veranópolis, ao levar o clube do interior à fase final do Gauchão.

Em Curitiba, Tiago passou a comandar o elenco sub-23, ajudando a revelar jogadores como Bruno Guimarães e Renan Lodi, que hoje estão no futebol europeu. Logo no ano seguinte, após a saída de Fernando Diniz, ele assumiu o time principal do Furacão. Assim, ele passou a apostar nos jovens e mudou a cara do time, que fez história. Seu desafio, agora, é repetir a dose no Corinthians.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes