Créditos de carbono entram no cardápio de cafeteria em SP

Clientes da Café Margem poderão comprar créditos MCO2 e ajudar na compensação da emissão de gases do efeito estufa

A cidade de São Paulo saiu na frente e será a primeira a incluir em seu cardápio créditos de carbono. Isso mesmo.  Na capital paulista, o Café da Margem, espaço-conceito que promove ações de sustentabilidade, está lançando uma ação pioneira em prol da neutralização dos gases de efeito-estufa. Graças a uma parceria entre o estabelecimento e a MOSS, startup especiaizada em tokenizar a compensação de gases do efeito-estufa, os clientes poderão comprar o MCO2, que são créditos de carbono.

A aquisição poderá ser feita na exchange Mercado Bitcoin. O cliente receberá por e-mail um certificado mostrando a área preservada pela iniciativa, além de seu impacto positivo ao meio ambiente. É possível também armazenar o crédito em uma carteira digital e vendê-lo futuramente.  O lançamento da ação foi escolhido estrategicamente: a próxima  quinta-feira,  22 de abril, data em que se comemora o Dia da Terra. 

Das três unidades do Café, a compra de créditos de carbono estará disponível em dias: a loja do Parque da Mooca e a do do Parque Ibirapuera. O Café da Margem foi idealizado há um ano pela plataforma Grape ESG em colaboração com a Nescafé, a marca de cafés da Nestlé.  Uma terceira loja funciona no bairro de Interlagos, zona sul da capital. 

“Esta é uma oportunidade de reparar os impactos negativos ao planeta através de uma missão ao alcance de todos. A parceria com o Café da Margem torna mais didático e democrático o acesso ao crédito de carbono da MOSS, o primeiro ativo digital verde do mundo”, explica Luis Felipe Adaime, CEO e Fundador da MOSS.

Ricardo Assumpção, idealizador do Café da Margem e CEO da Grape ESG, complementa.

“Queremos levar essa discussão para além do ambiente corporativo e governos e provocar um debate entre as pessoas, do papel de cada cidadão, através da compra direto do cardápio. Vamos mostrar que esse assunto, sobre o qual as pessoas leem e que por vezes parece abstrato, é uma responsabilidade de todos, agora totalmente acessível na forma de um ativo que não expira e pode valorizar”.

Rachel Muller, diretora de cafés da Nestlé, destaca a parceria pensando no futuro.

“Acreditamos que um futuro mais sustentável está em cada escolha que fazemos, como empresa e como indivíduos. Nescafé Origens do Brasil representa esse compromisso, um café cultivado de forma responsável; uma escolha consciente que tem o cuidado de gerar impacto positivo em toda cadeia. A nossa parceria com o Café da Margem é sobre isso, unir esforços e abraçar cada oportunidade de fazer a diferença. Mais um passo importante para o futuro que queremos construir”.

Créditos de Carbono

Iniciativa que visa neutralizar os gases de efeito estufa e minimizar os impactos do aquecimento global, a compensação pela emissão por meio de créditos é empreendida por países e organizações. Outra novidade é que nunca antes tido sido feita por pessoas físicas.

Os créditos de CO2 no Brasil são gerados por projetos já estruturados de conservação da Amazônia, que evitam a emissão de gases nocivos ao meio ambiente, como o dióxido de carbono. Por meio da compra de MCO2, os clientes da MOSS ajudam diretamente quatro projetos na Amazônia. Em menos de um ano, já foram enviados cerca de US$ 10 milhões para esses projetos, ajudando a preservar aproximadamente 1 milhão de hectares, área equivalente ao tamanho de países como a Jamaica, o Catar ou Líbano.

Você pode gostar também
buy cialis online