Criptomoeda MCO2 será negociada em exchange internacional

Plataforma ambiental brasileira, a maior do mundo, vai oferecer seu token de carbono por meio da plataforma ProBit

A brasileira MOSS, maior plataforma ambiental do mundo, deu um passo importante para tornar os créditos de carbono mais acessíveis.  A partir desta quinta-feira, 1º de abril, passa a oferecer seu token de carbono, o MCO2, por meio da plataforma de vendas ProBit, uma Exchange que figura entre as top 30 exchanges de criptomoedas do mundo.

Poupança financeira de crédito de carbono é possível?

Criptomoeda

Screenshot 123

Dessa forma a criptomoeda que no Brasil tem seu maior mercado na exchange Mercado Bitcoin anunciou que a listagem na corretora internacional terá uma pré-venda para assinantes da ProBit que oferece alguns benefícios, como 10% de bônus na compra do MCO2, que até 7 de abril será vendido por US $15,00, aproximadamente R$ 86,15.

Esta é a primeira vez que a Probit abre sua plataforma para a venda de créditos de carbono.

A parceria entre a Moss e a Probit possibilita que mais pessoas possam contribuir com a neutralização da emissão de carbono e projetos de proteção ambiental parceiros da MOSS, mas também permite acesso a um ativo com alta demanda global.

Só no ano passado, a oferta de créditos de carbono de qualidade já era menor que a demanda e, segundo pesquisa da Taskforce on Scaling Voluntary Carbon Markets (TSVCM) – grupo composto por mais de 40 líderes de seis continentes com experiência no mercado de carbono – e a consultoria Mckinsey, é possível que o tamanho do mercado de créditos de carbono ultrapasse os US$ 50 bilhões em 2030.

Além disso, diversas instituições globais como o European Central Bank, o FMI (Fundo Monetário Internacional), o Banco Mundial e a London School of Economics apontam que o preço do crédito de carbono deve ficar acima dos 100 dólares nos próximos anos.

Créditos de carbono

Os créditos de carbono são um ativo imaterial, usados no cumprimento de metas para a redução de emissão de gases do efeito-estufa. Países que não conseguem cumprir as metas de redução dos gases compram créditos de carbono no mercado, de outros países, para ‘completar’ suas metas. Por isso os créditos de carbono têm valor econômico. Eles são gerados de projetos de conservação de florestas, reflorestamento de áreas devastadas, energia limpa, biomassa, entre outros voltados à preservação ambiental.

O MCO2 Token já está listado em plataformas como Mercado Bitcoin e FlowBTC. Em um ano de existência, a Moss e seus clientes já enviaram à Amazônia mais de 13 milhões de dólares, que serviram para preservar 780 milhões de árvores.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.