Mineração de urânio poderá ser aberta a investidores estrangeiros

O governo brasileiro planeja uma mudança na legislação para abrir a mineração de urânio a investidores estrangeiros.

WASHINGTON (Reuters) – O governo brasileiro planeja uma mudança na legislação de mineração para abrir a prospecção e a mineração de urânio no país a investidores estrangeiros, disse à Reuters o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, em entrevista exclusiva nesta sexta-feira.

Segundo o ministro, já existe um pré-projeto para essa alteração, mas o governo irá negociar com o Congresso uma versão final. “Temos que resolver internamente a questão da exploração do urânio que hoje é monopólio da União e está nas mãos da Indústrias Nucleares do Brasil. O que temos que fazer é flexibilizar nossa legislação para que possa haver a participação da iniciativa privada na exploração de urânio”, disse o ministro em Washington, onde está para integrar a comitiva do presidente Jair Bolsonaro que visitará os EUA na próxima semana.

Albuquerque disse ainda que a declaração presidencial a ser assinada por Bolsonaro e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na próxima quarta-feira, incluirá a criação de um fórum para discutir oportunidades de investimento em energia, especialmente nas áreas de petróleo, gás e energia nuclear, que os norte-americanos têm interesse especial. Uma primeira reunião deve acontecer ainda em abril, no Brasil.

 

Por Lisandra Paraguassu

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes