Eleições 2020: veja quais partidos lideram em 9 capitais brasileiras

O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE) está realizando pesquisas de opinião para saber a intenção dos votos da população brasileira.

Eleições 2020 – Com as datas da votação chegando, algumas pesquisas já estão sendo feitas nas cidades brasileiras. A pesquisa eleitoral serve para mostra como está o cenário político em determinadas regiões. O IBOPE vem fazendo levantamentos em todo o país para mostrar a intenção de voto da população. Confira, portanto, quem está liderando as pesquisas eleitorais nas principais capitais brasileiras.

Vale lembrar que nenhuma pesquisa é 100% correta, mas são eficazes e podem demonstrar um cenário eleitoral provável. Além disso, para os percentuais, existe uma margem de erro de 4 pontos para mais ou menos. Todas as pesquisas foram feitas com 602 pessoas em cada capital e realizadas entre os dias 2 e 15 de outubro. Confira os resultados.

Veja também as propostas dos candidatos em São Paulo e no Rio de Janeiro. 

Candidaturas em 2020

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao todo foram apresentados 553.837 pedidos de candidaturas por 33 partidos políticos. O número corresponde a um salto de 11,5% em relação ao pleito de 2016.

O MDB é a sigla com o maior número de candidatos: 1.932. Seguido por PSD (1.625), PP (1.487), PSDB (1.297) e PT (1.255).

Além disso, o partido dos trabalhadores (PT) tem 630 candidaturas isoladas nestas eleições para prefeito, o maior número. Contudo, o partido está isolado, com poucas coligações. O maior aliado dos petistas é o PC do B, que está presente em 25% de todas as chapas coligadas encabeçadas pelo partido. Além disso, o PSOL vem se mostrando uma alternativa para a esquerda e ameaça e antiga hegemonia do PT.

Foto mostra cédula de votação
Imagem: reprodução

Pesquisa IBOPE nas principais capitais do Brasil nas Eleições 2020

Belém

A capital paraense tem um candidato bem a frente dos outros, segundo a pesquisa. Edmilson Rodrigues (PSOL) lidera com 39% das intenções de voto. Seguido Priante (MDB): 10%; Delegado Federal Eguchi (Patriota): 5%; Gustavo Sefer (PSD): 5%; Cassio Andrade (PSB), Mario Couto (PRTB), Thiago Araújo (Cidadania) e Vavá Martins (Republicanos) tem 4%. Dr. Jeronimo (PMB): 2%. Cleber Rabelo (PSTU), Guilherme Lessa (PTC) e Jair Lopes (PCO) tem cada 1% das intenções. Votos Brancos e Nulos são 16%. Os que não sabem ou não responderam são 5%.

Belo Horizonte

As eleições na capital podem ser decidas no primeiro turno. Segundo a última pesquisa do IBOPE.

Alexandre Kalil (PSD) lidera com 59% e vem seguido por João Vitor Xavier (Cidadania), 7%; Áurea Carolina (PSOL), 3%; Engler (PRTB), 2%.

Os candidatos Nilmário Miranda (PT), Rodrigo Paiva (Novo), Cabo Xavier (PMB), Lafayette Andrada (Republicanos), Marília Domingues (PCO), Professor Wendel  (Solidariedade) têm 1% cada um. O levantamento foi feito entre 13 e 15 de outubro. Os votos brancos ou nulos somam 13%. Os que não sabem ou não responderam são 9%

Ou seja, segundo os dados da pesquisa, se a eleição fosse hoje, Kalil venceria sem necessidade de um segundo turno.

Eleições 2020: Campo Grande

A capital Campo Grande é outra que mantém um candidato a frente dos outros segundos as pesquisas do IBOPE. Marquinhos Trad (PSD) libera com 41%. Seguido pelo Promotor Harfouche (Avante) com 11%; Pedro Kemp (PT) com 6%; Delegada Sidnéia Tobias (Podemos) com 4%. Dagoberto (PDT) e Vinicius Siqueira (PSL) têm 3%

Esacheu Nascimento (PP), João Henrique (PL) e Marcelo Bluma (PV) têm 2% cada. Marcio Fernandes (MDB), Trutis (PSL) e Marcelo Migliolo (Solidariedade) têm 1%.

Os candidatos Cris Duarte (PSOL), Guto Scarpanti (Novo), Paulo Matos (PSC), Thiago Assad (PCO) não chegaram a 1% das intenções de voto. Brancos e Nulos são 13%. Não sabem ou Não responderam são 9%.

Eleições 2020: Curitiba

As eleições em Curitiba também podem ser decididas no dia 15 de novembro.

O candidato Rafael Greca (DEM) está a frente com 47% e vem seguido por Francischini (PSL):, 6%; Goura (PDT), 5%. Christiane Yared (PL) e João Arruda (MDB) têm 3%; Professora Samara (PSTU), 2%; Camila Lanes (PC do B), Carol Arns (Podemos), Diogo Furtado (PCO), Dr. João Guilherme (Novo), Marisa Lobo (Avante), Paulo Opuszka (PT), Professor Mocellin (PV) e Zé Boni (PTC) têm 1% cada um.

Votos Brancos e nulos são 15% e os que não sabem ou não responderam são 10%

O levantamento foi feito entre 4 e 5 de outubro.

Fortaleza

Segundo a pesquisa do IBOPE, Fortaleza está com a situação eleitoral embaraçada. Ainda não é possível prever quem tem mais chances. Capitão Wagner (Pros) libera com 28%. Mas Luizianne Lins (PT) vem em seguida com 23%

Seguido por Sarto (PDT): 16%; Heitor Férrer (SD): 6%; Célio Studart (PV): 4%; Renato Roseno (PSOL): 3%; Heitor Freire (PSL): 1%. Anízio Melo (PC do B) e Samuel Braga (Patriota) não chegaram a 1% das inteções de voto. Votos brancos e nulos somam 12%. Não sabem ou não responderam são 7%

O nome dos candidatos Paula Colares e José Loureto não foi citado pelos entrevistados.

Porto Alegre

Manuela D’avilla (PCdoB) lidera a pesquisa com 24%. Seguida por  Fortunati (PTB), 14%; Melo (MDB), 11%; Marchezan (PSDB), 9% Juliana Brizola (PDT), 5%; João Derly (Republicanos), 4%; Fernanda Melchionna  (PSOL), 3%; Valter Nagelstein (PSD), 3%; Gustavo Paim  (PP), 1%; Julio Flores (PSTU), 1%. Luiz Delvair (PCO), Montserrat Martins (PV) e Rodrigo Maroni (PROS) têm menos de 1%. O levantamento foi feito entre os dias 3 e 5 de outubro.

Porto alegre é a segunda cidade no Brasil com a maior rejeição ao governo de Jair Bolsonaro.

Eleições 2020: Rio de Janeiro

No Rio, Eduardo Paes (DEM) está com boa vantagem em relação ao atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos),. Paes já assumiu a prefeitura do Rio entre os anos de 2009 até 2017

Paes (DEM) está com 30%, seguido por Crivella (Republicanos), 12%; Martha (PDT), 8%; Benedita (PT), 7%; Bandeira de Mello (Rede), Renata Souza (PSOL) e Luiz Lima (PSL) têm 3%; Cyro Garcia (PSTU), 2%; Clarissa Garotinho (PROS), Fred Luz (Novo) e Paulo Messina (MBD), 1%. Os candidatos Glória Heloiza (PSC) e Henrique Simonard (PCO) tiveram menos de 1%.

Aqueles que votariam em branco/nulo somam 23% e não sabe ou não respondeu são 5%

Além disso, o nome de Suêd Haidar (PMB) constava no disco apresentado aos entrevistados, porém, não foi citado por nenhum deles, segundo o Ibope. Ademias, segundo uma analise da análise da Betfair.net: Eduardo Paes (DEM) – tem 87% de chances de assumir a capital carioca.

Salvador

A capital baiana é outra que tem um candidato com grande porcentagem das intenções de voto.

Bruno Reis (DEM) lidera com 42%. Seguido por Pastor Sargento Isidório (Avante), 10%; Major Denice (PT), 6%; Olívia Santana (PC do B), 6% Bacelar (Podemos) tem 5%; Cezar Leite (PRTB), 3%; Hilton Coelho (PSOL), 2% e Rodrigo Pereira (PCO), 1%. Levantamento foi feito entre 3 e 4 de outubro.

Votos Brancos e Nulos são 17%. Os que não sabem ou não responderam são 8%

Eleições 2020: São Paulo

No primeiro turno, dois concorrentes lideram e estão tecnicamente empatados, Russomano (Republicanos) com 25% e Covas (PSBD) com 22%. São seguidos por Boulos (PSOL) com 10%, Márcio França (PSB) com 7%, Jilmar Tatto (PT) com 4%. Outros como Arthur do Val (Patriotas), Filipe Sabará (Novo), Antonio Carlos (PCO) e Joyce Hasselmann (PSL) ficam na margem entre 0 e 2%. O índice de votos nulos e brancos, segundo a pesquisa está em 17%. E 7% dos eleitores ainda não sabem em quem votar.

Na pesquisa realizada pelo IBOPE foi feita a suposição de um possível segundo turno entre Covas e o Russomano. A expectativa mostrou Covas com 40% e seu Russomano com 39%, ou seja, estariam tecnicamente empatados também nesta disputa.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.