Eleições 2020: veja quais partidos lideram em 9 capitais brasileiras

O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE) está realizando pesquisas de opinião para saber a intenção dos votos da população brasileira.

Eleições 2020 – Com as datas da votação chegando, algumas pesquisas já estão sendo feitas nas cidades brasileiras. A pesquisa eleitoral serve para mostra como está o cenário político em determinadas regiões. O IBOPE vem fazendo levantamentos em todo o país para mostrar a intenção de voto da população. Confira, portanto, quem está liderando as pesquisas eleitorais nas principais capitais brasileiras.

Vale lembrar que nenhuma pesquisa é 100% correta, mas são eficazes e podem demonstrar um cenário eleitoral provável. Além disso, para os percentuais, existe uma margem de erro de 4 pontos para mais ou menos. Todas as pesquisas foram feitas com 602 pessoas em cada capital e realizadas entre os dias 2 e 15 de outubro. Confira os resultados.

Veja também as propostas dos candidatos em São Paulo e no Rio de Janeiro. 

Candidaturas em 2020

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao todo foram apresentados 553.837 pedidos de candidaturas por 33 partidos políticos. O número corresponde a um salto de 11,5% em relação ao pleito de 2016.

O MDB é a sigla com o maior número de candidatos: 1.932. Seguido por PSD (1.625), PP (1.487), PSDB (1.297) e PT (1.255).

Além disso, o partido dos trabalhadores (PT) tem 630 candidaturas isoladas nestas eleições para prefeito, o maior número. Contudo, o partido está isolado, com poucas coligações. O maior aliado dos petistas é o PC do B, que está presente em 25% de todas as chapas coligadas encabeçadas pelo partido. Além disso, o PSOL vem se mostrando uma alternativa para a esquerda e ameaça e antiga hegemonia do PT.

Foto mostra cédula de votação
Imagem: Reprodução

Pesquisa IBOPE nas principais capitais do Brasil nas Eleições 2020

Belém

A capital paraense tem um candidato bem a frente dos outros, segundo a pesquisa. Edmilson Rodrigues (PSOL) lidera com 39% das intenções de voto. Seguido Priante (MDB): 10%; Delegado Federal Eguchi (Patriota): 5%; Gustavo Sefer (PSD): 5%; Cassio Andrade (PSB), Mario Couto (PRTB), Thiago Araújo (Cidadania) e Vavá Martins (Republicanos) tem 4%. Dr. Jeronimo (PMB): 2%. Cleber Rabelo (PSTU), Guilherme Lessa (PTC) e Jair Lopes (PCO) tem cada 1% das intenções. Votos Brancos e Nulos são 16%. Os que não sabem ou não responderam são 5%.

Belo Horizonte

As eleições na capital podem ser decidas no primeiro turno. Segundo a última pesquisa do IBOPE.

Alexandre Kalil (PSD) lidera com 59% e vem seguido por João Vitor Xavier (Cidadania), 7%; Áurea Carolina (PSOL), 3%; Engler (PRTB), 2%.

Os candidatos Nilmário Miranda (PT), Rodrigo Paiva (Novo), Cabo Xavier (PMB), Lafayette Andrada (Republicanos), Marília Domingues (PCO), Professor Wendel  (Solidariedade) têm 1% cada um. O levantamento foi feito entre 13 e 15 de outubro. Os votos brancos ou nulos somam 13%. Os que não sabem ou não responderam são 9%

Ou seja, segundo os dados da pesquisa, se a eleição fosse hoje, Kalil venceria sem necessidade de um segundo turno.

Eleições 2020: Campo Grande

A capital Campo Grande é outra que mantém um candidato a frente dos outros segundos as pesquisas do IBOPE. Marquinhos Trad (PSD) libera com 41%. Seguido pelo Promotor Harfouche (Avante) com 11%; Pedro Kemp (PT) com 6%; Delegada Sidnéia Tobias (Podemos) com 4%. Dagoberto (PDT) e Vinicius Siqueira (PSL) têm 3%

Esacheu Nascimento (PP), João Henrique (PL) e Marcelo Bluma (PV) têm 2% cada. Marcio Fernandes (MDB), Trutis (PSL) e Marcelo Migliolo (Solidariedade) têm 1%.

Os candidatos Cris Duarte (PSOL), Guto Scarpanti (Novo), Paulo Matos (PSC), Thiago Assad (PCO) não chegaram a 1% das intenções de voto. Brancos e Nulos são 13%. Não sabem ou Não responderam são 9%.

Eleições 2020: Curitiba

As eleições em Curitiba também podem ser decididas no dia 15 de novembro.

O candidato Rafael Greca (DEM) está a frente com 47% e vem seguido por Francischini (PSL):, 6%; Goura (PDT), 5%. Christiane Yared (PL) e João Arruda (MDB) têm 3%; Professora Samara (PSTU), 2%; Camila Lanes (PC do B), Carol Arns (Podemos), Diogo Furtado (PCO), Dr. João Guilherme (Novo), Marisa Lobo (Avante), Paulo Opuszka (PT), Professor Mocellin (PV) e Zé Boni (PTC) têm 1% cada um.

Votos Brancos e nulos são 15% e os que não sabem ou não responderam são 10%

O levantamento foi feito entre 4 e 5 de outubro.

Fortaleza

Segundo a pesquisa do IBOPE, Fortaleza está com a situação eleitoral embaraçada. Ainda não é possível prever quem tem mais chances. Capitão Wagner (Pros) libera com 28%. Mas Luizianne Lins (PT) vem em seguida com 23%

Seguido por Sarto (PDT): 16%; Heitor Férrer (SD): 6%; Célio Studart (PV): 4%; Renato Roseno (PSOL): 3%; Heitor Freire (PSL): 1%. Anízio Melo (PC do B) e Samuel Braga (Patriota) não chegaram a 1% das inteções de voto. Votos brancos e nulos somam 12%. Não sabem ou não responderam são 7%

O nome dos candidatos Paula Colares e José Loureto não foi citado pelos entrevistados.

Porto Alegre

Manuela D’avilla (PCdoB) lidera a pesquisa com 24%. Seguida por  Fortunati (PTB), 14%; Melo (MDB), 11%; Marchezan (PSDB), 9% Juliana Brizola (PDT), 5%; João Derly (Republicanos), 4%; Fernanda Melchionna  (PSOL), 3%; Valter Nagelstein (PSD), 3%; Gustavo Paim  (PP), 1%; Julio Flores (PSTU), 1%. Luiz Delvair (PCO), Montserrat Martins (PV) e Rodrigo Maroni (PROS) têm menos de 1%. O levantamento foi feito entre os dias 3 e 5 de outubro.

Porto alegre é a segunda cidade no Brasil com a maior rejeição ao governo de Jair Bolsonaro.

Eleições 2020: Rio de Janeiro

No Rio, Eduardo Paes (DEM) está com boa vantagem em relação ao atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos),. Paes já assumiu a prefeitura do Rio entre os anos de 2009 até 2017

Paes (DEM) está com 30%, seguido por Crivella (Republicanos), 12%; Martha (PDT), 8%; Benedita (PT), 7%; Bandeira de Mello (Rede), Renata Souza (PSOL) e Luiz Lima (PSL) têm 3%; Cyro Garcia (PSTU), 2%; Clarissa Garotinho (PROS), Fred Luz (Novo) e Paulo Messina (MBD), 1%. Os candidatos Glória Heloiza (PSC) e Henrique Simonard (PCO) tiveram menos de 1%.

Aqueles que votariam em branco/nulo somam 23% e não sabe ou não respondeu são 5%

Além disso, o nome de Suêd Haidar (PMB) constava no disco apresentado aos entrevistados, porém, não foi citado por nenhum deles, segundo o Ibope. Ademias, segundo uma analise da análise da Betfair.net: Eduardo Paes (DEM) – tem 87% de chances de assumir a capital carioca.

Salvador

A capital baiana é outra que tem um candidato com grande porcentagem das intenções de voto.

Bruno Reis (DEM) lidera com 42%. Seguido por Pastor Sargento Isidório (Avante), 10%; Major Denice (PT), 6%; Olívia Santana (PC do B), 6% Bacelar (Podemos) tem 5%; Cezar Leite (PRTB), 3%; Hilton Coelho (PSOL), 2% e Rodrigo Pereira (PCO), 1%. Levantamento foi feito entre 3 e 4 de outubro.

Votos Brancos e Nulos são 17%. Os que não sabem ou não responderam são 8%

Eleições 2020: São Paulo

No primeiro turno, dois concorrentes lideram e estão tecnicamente empatados, Russomano (Republicanos) com 25% e Covas (PSBD) com 22%. São seguidos por Boulos (PSOL) com 10%, Márcio França (PSB) com 7%, Jilmar Tatto (PT) com 4%. Outros como Arthur do Val (Patriotas), Filipe Sabará (Novo), Antonio Carlos (PCO) e Joyce Hasselmann (PSL) ficam na margem entre 0 e 2%. O índice de votos nulos e brancos, segundo a pesquisa está em 17%. E 7% dos eleitores ainda não sabem em quem votar.

Na pesquisa realizada pelo IBOPE foi feita a suposição de um possível segundo turno entre Covas e o Russomano. A expectativa mostrou Covas com 40% e seu Russomano com 39%, ou seja, estariam tecnicamente empatados também nesta disputa.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes