Pesquisa mostra que Bolsonaro perderia no segundo turno

Uma pesquisa desenvolvida pelo instituto Atlas Político divulgada nesta sexta-feira (29), mostrou possíveis cenários em que Bolsonaro (sem partido) perderia no segundo turno eleitoral em 2022. Contra quatro possíveis candidatos, o atual presidente seria derrotado. O atual presidente venceria caso fosse contra Marina Silva, Joaquim Barbosa, João Doria ou Luciano Huck. A pesquisa foi publicada pelo site O Antagonista.

Bolsonaro perderia no segundo turno

Caso o segundo turno fosse entre Bolsonaro e Lula, o presidente perderia por 40,9% a 37,8%, e 21,3% votariam em branco/nulo ou não souberam responder. Se o cenário de 2018 se repetisse contra Fernando Haddad, o petista levaria por 42% a 38%. Neste cenário, 20,0% seriam nulos, brancos ou não saberiam responder.

Na disputa contra Ciro Gomes (PDT-CE), o ex-ministro ganharia por 41,1% a 38,9%. 20,0% seria o percentual de branco/nulo/não soube responder. Contra Sérgio Moro, o ex-juiz venceria por 34,0% x 33,6%, e 32,4% seriam brancos, nulos ou não saberiam responder.

- PUBLICIDADE -

Em um cenário contra Luiz Henrique Mandetta, o médico que já foi ministro de Bolsoanro venceria por 39,9% a 39,6%. 20,5% de branco/nulo/não soube responder.

Vitórias

Nos casos em que Bolsonaro ganharia, contra Marina Silva (Rede-AC) o presidente venceria por 37,1% x 34,8%, e 28,1% seriam a branco/nulo/não soube responder.

Bolsonaro também venceria o atual governador de São Paulo, João Doria (PSDB), por 39,3% x 34,3%. Neste caso, 26,4% não saberiam responder ou votariam em branco.

Contra o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, Bolsonaro ganharia por 36,1% a 32,2% e 31,7% não dariam seus votos ou não souberam responder.

Em um confronto contra Luciano Huck, cotado para se candidatar, Bolsonaro seria eleito por 39,4% x 34,1%. Além disso, 26,5% seriam branco/nulo/não soube responder.