Covid-19: BH proíbe bebidas alcoólicas em bares e restaurantes

Objetivo é reduzir aglomeração e evitar contágio da Covid-19 em BH. Medida começa a valer a partir de segunda, dia 7

Para tentar reduzir a aglomeração e evitar o contágio do novo coronaírus e diminuir a circulação de pessoas, a prefeitura de Belo Horizonte, proibiu o consumo de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes. A medida de eliminar a Covid-19 em BH começa a valer a partir de segunda-feira (07).

Outros alimentos e bebidas ainda podem ser consumidos nestes locais.

Proibição geral

Independente do horário de funcionamento, nenhum bar, restaurante, lanchonetes e cantinas podem oferecer ou admitir o consumo de bebidas alcoólicas no local. Feiras públicas e licenciadas também estão proibidas do consumo.

Ficou suspenso também, o licenciamento de eventos gastronômicos, shows e espetáculos culturais ficando autorizado apenas apresentações de teatros que possuem alvará vigentes e com público sentado.

 

Por outro lado, eventos natalinos serão permitidos, mas também com regras.

Em entrevista à GloboNews, o prefeito da cidade Alexandre Kalil (PSD) disse que não tem intenção de fechar a cidade, porém há uma necessidade na diminuição de contágio da Covid-19 em BH.  “Nunca fizemos lockdown. Abrimos serviços essenciais igual outras cidades. Nossa reabertura foi gradativa, lenta e com juízo. Fiz reunião com a Secretaria de Saúde, com comerciantes e, por causa da Black Friday e do Natal, decidimos abrir o comércio em três domingos. Tudo acertado com todos os setores. Ninguém é mais inteligente que ninguém. Vi o que a Europa estava fazendo e fiz igual”, disse.

Covid-19 em BH

A capital de Minas Gerais tem, até o momento, 55.039 casos de Covid-19 em BH confirmados. O número de mortes provocadas pela doença chegou a 1.675. Já o índice de isolamento social permanece em torno de 40%, nos dias úteis.

Já a taxa de transmissão da Covid-19 está em 1,05, o que significa que 100 pessoas têm potencial de infectar outras 105 na capital.

No último fim de semana, 26 bares da capital e outros estabelecimentos foram flagrados descumprindo os decretos que estabelecem medidas para evitar a infecção da Covid-19. Todos foram interditados pela Subsecretaria de Fiscalização (Sufis) de Belo Horizonte.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.