Como aprender inglês com música e enriquecer seu vocabulário

Falar outro idioma é um grande desafio, mas se tratando de inglês, a grande oferta de músicas no idioma oferece uma oportunidade de aprender de forma prazerosa. Saiba como.

Aprender inglês com música é uma forma de tornar um processo desafiador muito mais leve e prazeroso. Através da melodia, as canções nos ajudam a relaxar e as letras são fontes ricas de palavras e expressões novas para seu vocabulário.

Apesar de que a simples exposição ao idioma já é muito efetiva para aprender inglês sozinho, você pode usar algumas técnicas para potencializar o seu contato com a música. Veja nossas dicas de como tirar o máximo de proveito das canções para seu aprendizado.

 

6 dicas para aprender inglês com música

 

1. Use os algoritmos para encontrar músicas que você realmente goste

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Como já foi falado, a grande vantagem de aprender inglês com música é que isso torna o processo mais agradável. Logo, se você não estiver escutando algo que lhe agrade, a mágica da música não vai funcionar. Sendo assim, você precisa encontrar artistas e bandas que goste muito de escutar.

Acontece que a grande maioria dos sites onde você pode ouvir música ou ver vídeos de artistas e bandas utiliza algoritmos para fazer sugestões de outras músicas e vídeos para você. Assim, você pode entrar no Youtube, Spotify, Deezer ou similares, procurar uma música que você goste e ver que sugestões o site trará.

Explore as sugestões, escute diversos artistas e bandas desconhecidos para você, escute melodias e jeitos de cantar diferentes. Assim, você conhecerá cantores cuja pronúncia você entende bem e cujas músicas você seria capaz de ouvir por horas e horas, praticando sem sentir.

 

2. Não leia as letras das músicas imediatamente

 

Ouvir as canções acompanhando a letra é um excelente exercício, mas você pode estimular um pouco mais o seu cérebro se não fizer isso logo no início. Primeiramente, toque a música uma ou duas vezes e tente entender sua mensagem, mesmo que você não entenda todas as palavras.

Dessa forma, você estará praticando uma habilidade muito importante: a capacidade de interpretar mensagens, mesmo quando não entendemos todas as palavras contidas nelas. Esse exercício nos ajuda a não entrar em pânico quando, durante uma conversa, alguém usa uma palavra que não conhecemos.

 

3. Escute a mesma música em dias diferentes

 

Acompanhar as letras conforme a música toca não é nada de inovador, mas você pode tornar esse exercício muito mais poderoso ao retornar às mesmas músicas em dias diferentes.

Isso acontece porque nosso cérebro passa por uma limpeza toda vez que dormimos e apaga boa parte das memórias do dia. Assim, ao invés de ouvir a mesma música 7 vezes no mesmo dia, é mais efetivo ouvir ela 1 vez por dia durante uma semana.

Por exemplo, você pode fazer uma seleção de 5 músicas que adora e ouvir essa mesma playlist acompanhando as letras das músicas uma vez por dia por uma semana. Na semana seguinte, você muda as canções para não ficar enjoativo.

 

aprender inglês com música 2
Imagem: Reprodução / Pexels

 

4. Cante!

 

Dizem que quem canta seus males espanta e, de fato, pelo menos um mal que aflige estudantes de inglês as canções podem espantar: o medo de falar. Afinal, quando uma atividade é desafiadora, fica mais fácil quando temos um modelo para copiar.

Sendo assim, cantar é um jeito de aprender inglês com música com o apoio dos seus artistas preferidos. Ao copiar sua pronúncia, você vai se habituando com o som das palavras em inglês e com o jeito de falar cada uma delas.

 

5. Colecione suas partes preferidas

 

Essa é uma forma de aprender inglês com música praticando um pouquinho a escrita: quando estiver ouvindo uma música e a letra lhe agradar, copie o trecho. Pode ser em um caderno ou em um arquivo virtual, mas não vale copiar e colar. A ideia é que você visualize e pratique a grafia das palavras.

Escrever é uma ferramenta muito poderosa de aprendizado, pois ao fazê-lo temos de pensar ativamente na estrutura das palavras e frases, reforçando a memória. Assim, após algumas semanas dessa prática, você começará a reconhecer algumas expressões mais comuns. Dessa forma, quando perceber, saberá escrever várias palavras novas sem consultar. E terá, é claro, uma bela coleção dos trechos de suas músicas favoritas.

 

6. Não insista no que não está funcionando

 

Nossa última dica é a mais importante de todas: não se force a escutar nenhuma música que não seja do seu agrado. Nossos cérebros são órgãos muito sofisticados e são capazes de bloquear nosso aprendizado em situações desagradáveis ou estressantes.

Assim, quanto mais prazerosa for uma experiência, maiores suas chances de aprender com ela. Isso não quer dizer que você não deva escutar nada que te desafie, mas que o desafio nunca deve ser tão intenso a ponto de provocar frustração.

Lembre-se: hoje em dia existe uma enorme quantidade de artistas e bandas disponibilizando músicas dos mais variados tipos e para todos os gostos na Internet. Logo, não existe nenhum motivo para você perder seu tempo com músicas das quais não gosta.

O jeito mais fácil de aprender inglês com música é mirar na diversão: ao se divertir, você relaxa e aprende sem nem perceber.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes