Veja 10 dicas para não zerar a redação Enem 2020

A Redação do Enem 2020 vale 1.000 pontos e é dividida por competências. Veja as dicas da professora Luciana Salla para fazer um bom texto

O Enem 2020 (Exame Nacional do Ensino Médio) foi adiado por conta da Covid-19 no país e será realizado nos dias 17 e 24 de janeiro para 5,7 milhões de inscritos na prova impressa e para 96 mil inscritos na prova digital. Para acalmar ânimos dos estudantes, o DCI reuniu 10 dicas para não zerar  a Redação do Enem – que valem até 1.000 pontos e são avaliadas de acordo com cinco competências. Quem ensina é a professora de redação Flávia Casarini Tomaz.

7 dicas de como fazer uma redação completa

O que é cobrado na redação do Enem?

A redação do Enem cobra 5 competências do candidato, e a primeiras delas é o bom uso da norma padrão de escrita da língua portuguesa. Cada uma delas vale 200 pontos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A segunda e a terceira competência estão relacionadas à abordagem do tema. Já a quarta competência diz respeito à coesão. A quinta e última categoria trata da proposta de intervenção. Nela, o estudante deve dizer o que vai ser feito para resolver aquele problema citado na proposta. Quer ir bem no exame? Veja a seguir as principais dicas para não zerar  a Redação do Enem.

Não fuja ao tema proposto

A professora professora de redação Flávia Casarini Tomaz explica que, fugir do tema da redação é uma falta gravíssima que pode fazer com que você zere a redação, portanto é  imprescindível ler com muita atenção o tema proposto, além da coletânea de textos. “Tente identificar, dentro do tema, palavras-chave que possam te guiar ao longo do texto para que você não se perca e também é possível grifar trechos da própria coletânea para ter uma direção mais clara a seguir”, diz.

Faça um projeto de texto – dicas para não zerar a redação Enem

Antes mesmo de fazer o rascunho, faça um projeto do texto. Você pode anotar ideias, palavras, dados, enfim, qualquer informação que possa ser usada no texto. Com essas anotações, é possível fazer uma espécie de “pré-texto” que irá ajudar na organização do texto final. Nesse momento, é importante que você já comece a elencar os  argumentos e a conectar as ideias para que elas não fiquem soltas e perdidas no meio do texto.

 Tenha sua tese muito bem definida desde o princípio

O texto dissertativo-argumentativo tem como principal característica a defesa de um ponto de vista, ou seja, de uma tese, portanto é essencial que você tenha uma posição clara a respeito do tema. É importante que você se posicione logo na introdução, pois, dessa forma, é mais fácil conectar a argumentação com a tese apresentada e o texto ganha uma progressão que faz mais sentido.

Não suponha que o leitor irá saber sobre o que você está falando

Ao construir um texto é importante que todas as ideias estejam claras para o leitor. Portanto, as informações  trazidas devem estar contextualizadas de forma clara e objetiva, além disso também é importante fazer um panorama geral do tema abordado, apresentando os diversos aspectos que serão discutidos ao longo do texto.

Só utilize informações que você tem certeza da veracidade

Um dos maiores problemas que estamos enfrentando atualmente são as fake news, por isso é muito importante que você tenha certeza da veracidade das informações. Além disso, também é importante que você cite as fontes,  principalmente se for usar dados de pesquisas e falas de pessoas influentes. Todas essas informações devem condizer com a realidade para que o seu texto seja coerente. Inventar dados e referências pode ser uma falta muito grave.

Não use citações descontextualizadas

Conhecimento de mundo é um ponto essencial para o texto e é claro que usar citações de estudiosos e pensadores enriquece o texto, porém elas devem ser contextualizadas e devem ter ligação direta com o tema proposto. Usar citações que não se encaixam ao tema pode ter o efeito contrário do esperado.

Use e abuse da coesão textual – dicas para não zerar a redação Enem

Um dos critérios de correção da redação está diretamente ligado à coesão textual, ou seja, conexão entre os elementos do texto. As palavras, frases, orações, períodos e parágrafos devem estar todos conectados para que o texto faça sentido. Para isso, utilize advérbios, preposições e, principalmente, conjunções, expressando e
conectando diferentes ideias. Além disso, prefira parágrafos com mais de um período, utilize as pontuações corretamente e evite repetições.

Preste atenção ao registro formal da língua portuguesa

Outro critério de correção importantíssimo diz respeito ao registro formal da nossa língua, portanto cuidado com gírias e expressões da oralidade; preste atenção à ortografia das palavras, observando se está redigindo-as corretamente; não se esqueça de acentuar as palavras; utilize letras maiúsculas e minúsculas de acordo com as regras gramaticais.

Cuidado com palavras que você não sabe o significado

Demonstrar vocabulário diversificado é muito importante, mas é essencial que você saiba o significado das palavras que está usando. Às vezes, os estudantes acabam decorando palavras mais “difíceis”, mas usam em contextos e sentidos errados, o que acaba demonstrando pouco domínio da língua.

Lembre-se de propor de intervenção ao problema abordado

Um dos diferenciais da redação do Enem é a proposta de intervenção, em que você deve propor uma possível solução para o problema abordado. Para isso, é necessário elencar uma ação (o que fazer?), um agente (quem vai fazer?), um modo (de que forma fazer?), um efeito (para que fazer?) e detalhar muito bem cada um desses pontos. “Além disso, vale lembrar que as ações devem respeitar os direitos humanos e que devem ser concebíveis na prática, mesmo que elas não sejam, de fato, aplicadas.”

Quando é o Enem e como será?

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) será aplicado nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021. Algumas cidades brasileiras vão experimentar pela primeira vez a prova em formato digital. Isso quer dizer que no lugar das provas impressas, os candidatos vão responder às questões diretamente no computador. Nestes casos, a fiscalização seguirá o modelo do Enem impresso, com a presença de fiscais na sala de aplicação.

Confira as cidades onde a prova será aplicada aqui.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes