Por que tão caros? AirPods Max chegam ao Brasil por R$ 6.899

No início de dezembro, a Apple anunciou os AirPods Max, seus primeiros headphones sem fio. O modelo oferece cancelamento ativo de ruído, design acústico e software avançado para áudio computacional. Embora apresente uma construção interessante, o preço assusta: R$ 6.899, cem reais a menos que o iPhone 12 mini. Nos Estados Unidos, o modelo foi lançado por “apenas”, US$ 550 (R$ 2.860 na cotação atual). Isso constata que, no Brasil, os AirPods Max são muito caros —  até mesmo em relação aos modelos das concorrentes Sony, JBL e Bose.

A diferença se torna ainda mais discrepante quando a comparação inclui produtos da própria Apple. Por exemplo, os AirPods e AirPods Pro custam R$ 1.899 e R$ 2.999, respectivamente. O iPhone SE, por sua vez, sai por R$ 3.699 e o iPhone 11, por R$ 5.699. 

Características dos AirPods Max

(Foto: Apple/Divulgação)

Além do cancelamento de ruído, o produto conta com equalização adaptativa e áudio espacial — principais recursos vistos nos AirPods e AirPods Pro. Devido ao chip Apple H1, o modelo promete conexão rápida com dispositivos iOS, como iPhones e iPads. Ainda, segundo a Apple, os novos fones são equipados com drivers dinâmicos que proporcionam um “áudio de alta fidelidade”, isto é, sem distorções. Quanto à autonomia, a fabricante promete 20 horas de duração.

Como já afirmamos, os AirPods Max são muito caros. No entanto, ao contrário de outros modelos do mesmo segmento, eles não possuem controles sensíveis ao toque. Na verdade, os controles são realizados por meio de dois botões, localizados próximos ao arco. 

Quanto à estrutura, os fones prometem alta resistência, com acabamento em aço inoxidável e alumínio anodizado nas conchas. O modelo também prioriza o conforto, com uma estrutura de tecido na parte superior do arco. Além disso, o acolchoamento se adapta tanto a um uso mais rotineiro quanto ao uso esportivo, já que o material possui proteção contra o suor.

AirPods Max são muito caros e criticados

- PUBLICIDADE -

Devido ao valor exorbitante, não demorou muito tempo para que os headphones da Apple virassem alvo de críticas. Assim que a bagatela de R$ 6.899 foi anunciada no Brasil, comentários ácidos e piadas sobre o lançamento inundaram a internet. Confira abaixo algumas observações de usuários do Twitter sobre o assunto:

https://twitter.com/atmcarmo/status/1336315449915498499

Smart Case: estojo dos AirPods Max vira meme

Outro aspecto controverso do modelo é a Smart Case, uma espécie de estojo que cobre somente a parte inferior do fone, deixando o arco de fora. Além de proteger os fones, mesmo que parcialmente, a Smart Case preserva a carga da bateria. Com isso, os AirPods Max ficam em estado de consumo mínimo. Embora tenha funções interessantes, o acessório protagonizou muitas críticas em razão de seu formato. Confira a seguir postagens de alguns internautas:

Em entrevista ao jornal Times of India, o designer industrial Eugene Whang, o vice-presidente de marketing de produto Bob Borchers e o vice-presidente de design industrial Evans Hankey explicaram o formato. “Hoje em dia, a maioria dos headphones são lançados com cases grandes e pesadas, mas viajamos muito e por isso sabemos que é importante que elas caibam na mala”. Quanto à haste, os especialistas esclareceram que a área foi reforçada para que os usuários não se preocupem com a durabilidade e resistência.

Apple
Comentários (0)
Comentar