Ex-executivo do Mercado Livre cria escola de negócios

Frederico Flores abre a Scaleup, que terá como mentores startups como IFood, Hotel Urbano e Mercado Livre, entre outros

O empresário Frederico Flores tem apenas 33 anos, mas uma história no empreendedorismo que salta aos olhos. No mercado desde os 15 anos, Flores já vendeu duas empresas que, juntas, ultrapassam os R$ 70 milhões. Uma delas para o Mercado Livre, empresa onde foi executivo por quase três anos. Agora, de olho em um momento em que 700 mil empresas fecharam as portas, o empresário abre sua própria escola de negócios, a Scaleup.

A escola reúne mais de 30 mentores de startups de sucesso no Brasil, como IFood, Hotel Urbano, Mercado Livre, Sympla, Movile, entre outros,  colaborando diretamente com os alunos.  O investimento no negócio somou pouco mais de R$ 3 milhões. A expectativa, diz Flores, é de um faturamento de R$ 10 milhões no primeiro ano com a meta de formar ao menos quatro mil profissionais em 2021.

“A educação é muito importante, mas o empreendedorismo é ainda a melhor forma de ascensão social no Brasil. Temos um país extremamente empreendedor, mas a falta de conhecimento e de informações impede a maioria de prosperar nos negócios”, diz Frederico. “A Scaleup surgiu para mostrar que empreender é para todo mundo. Vamos incentivar esses empreendedores a colocarem em prática todo o conteúdo ensinado junto à mentoria dos CEOs das maiores startups do Brasil”, diz ele.

Aperitivo da escola de negócios

Para abrir a escola e mostrar um pouco mais do que os alunos poderão encontrar, Frederico Flores preparou uma maratona online e gratuita chamada “Não Quero Lucro”, com aulas que vão acontecer no YouTube, entre os dias 19 e 22 de abril, às 20 horas. Serão seis horas de treinamento gratuito (1h30/dia) para formar empreendedores e prepará-los para novas instabilidades.

O curso, diz Flores, vai proporcionar uma base de conhecimento forte e essencial aos que estão começando, para criar negócios mais sólidos. O material de apoio também será gratuito e os participantes receberão um certificado de conclusão do curso.

Primeiro curso

Ainda em abril, a startup lança o primeiro curso, “Meu Negócio Seguro”, focado em empreendedores que faturam até R$ 250 mil por mês ou para os que estão começando um novo empreendimento. Com conteúdo prático e teórico divididos em 5 módulos, 8 capítulos e 400 aulas cada, vai permear sobre os temas Financeiro e Administrativo, Produto e Tecnologia, Gestão e Operação, Vendas e Marketing e, por último, Cultura e Pessoas.

“A Scaleup é a primeira escola focada em negócios nativamente digital do país, em que cada um monta seu curso de acordo com seus interesses”, explica Frederico. Os cursos custarão a partir de R$ 83 por mês e o aluno escolhe como e quando consumir o conteúdo.

Os profissionais do iFood, Hotel Urbano, Mercado Livre, Sympla, Movile, entre outros, darão as aulas, farão as mentorias e tirarão dúvidas dos empreendedores online. “Queremos fortalecer as habilidades desses empreendedores para garantir confiança e ajudar a reduzir o número de negócios que quebram no país”, conclui.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes