Dinheiro nos relacionamentos: por que precisamos falar sobre isso?

Problemas relacionados a dinheiro são uma das principais causas de divórcio, por isso é bom tratar a questão com a importância merecida.

Morar junto, casar oficialmente ou não, juntar os trapinhos. Quando duas pessoas de históricos diferentes se unem, uma nova história começa. E isso vale para os aspectos financeiros de um casal também, que nem sempre são motivo de alegria. Certamente você, assim como eu, já viu muita gente brigando por causa de dinheiro (ou a falta dele), por isso resolvi começar essa coluna escrevendo sobre isso.  Aliás, o tema dinheiro nos relacionamentos é normalmente negligenciado, ainda que seja uma das principais causas de divórcio segundo várias pesquisas.

Para começar essa reflexão, quero te fazer algumas perguntas: você e seu par costumam falar sobre a questão financeira? Sabem quanto cada um ganha? Sabem se existem dívidas? Você conhece o comportamento do seu amor com relação a dinheiro? Se você respondeu sim, parabéns, pois está à frente de muitas pessoas que não fazem ideia dessas respostas. Mas se respondeu não, saiba que está na hora de começar a pensar com atenção no assunto, pois ele pode ser motivo de muita alegria ou, ao contrário, extrema dor de cabeça e sonhos frustrados.

Ao longo dos anos, conheci muitas histórias de casais que não se conheciam financeiramente. Desde pessoas casadas há anos que mal faziam ideia de quanto ganhava o parceiro, até as que mentiam sobre os preços de coisas que compravam e, pasmem, as que faziam dívidas em nome do parceiro sem o parceiro saber. Você sabe como se chama isso? Infidelidade financeira. Você já foi vítima ou já fez uma vítima nesse quesito? 

 

Dinheiro nos relacionamentos: o que observar no comportamento do outro?

 

Quando se trata de dinheiro nos relacionamentos, colocar o assunto na mesa é fundamental. Quem vive junto sem conhecer o outro corre o risco de não conseguir fazer nada ou viver brigando quando os perfis relacionados ao aspecto financeiro não batem. Imagine passar por uma fase difícil em que é preciso economizar e o parceiro não entende? Ou ter que lidar com alguém que gasta tudo que ganha para suprir algum vício, deixando a família sempre na corda-bamba? 

Imagine também um casal em que uma das pessoas adora gastar. A outra, entretanto, adora poupar. Neste caso, como encontrar um meio-termo para estabelecer um plano comum e guardar dinheiro para isso sem sobrecarregar aquele que consegue guardar? E se um casal for formado por dois gastões de primeira? Neste caso, é natural que não sobre dinheiro para realizar nada. E se o casal for formado por dois poupadores ao estilo Tio Patinhas? Neste caso, me arrisco a dizer que o objetivo será encontrar um equilíbrio para viver além do poupar, já que até pedir uma pizza de vez em quando poderá ser considerado extravagância.

Normalmente, é apenas com o tempo que conhecemos o verdadeiro perfil de alguém. Isso vale para as finanças também. Mas dá para prestar atenção a algumas ações que dizem muito sobre o comportamento do outro. Quando se trata de dinheiro nos relacionamentos, veja se seu par costuma comprar por impulso, se tende a gastar mais quando está triste, se tem um comportamento sovina quando você propõe dividir a conta. Ou, ainda, se sempre acha que você pode pagar por algo e ele ou ela não. Parece bobagem, mas ao longo do tempo, comportamentos pouco saudáveis com relação ao dinheiro podem detonar um relacionamento.

dinheiro em relacionamentos
Imagem: Reprodução / Unsplash

Como começar um diálogo?

 

Consideremos que tratar de dinheiro nos relacionamentos deveria ser algo comum, simples, mas em geral ainda é considerado tabu. Afinal, para que ele ou ela está querendo saber se você consegue guardar dinheiro ou não? Se você chegou até aqui neste texto, já deve imaginar as respostas, que são muitas!

Se está difícil começar a tratar desse assunto, uma ideia fácil de seguir é procurar um quiz na internet. Sim, existem vários voltados aos casais que querem se conhecer melhor. Aproveite também e proponha um plano comum para o seu amor, como fazer uma viagem em alguns meses. Neste caso, cada um pode guardar um pouquinho e vocês podem checar como funcionará. 

Finalmente, quero te convidar para assistir a uma série de vídeos da qual participei recentemente sobre o tema. Se chama “Dim Dim entre Nós” e trata exatamente da questão do dinheiro nos relacionamentos. É só procurar as coordenadas no meu instagram aqui no perfil. Boa sorte e vamos juntos neste caminho rumo a finanças mais saudáveis e uma vida mais rica em todos os sentidos!

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes