Rita Lee: 10 curiosidades sobre a Rainha do Rock Brasileiro

Artista já vendeu mais de 55 milhões de cópias ao longo da carreira; veja 10 curiosidades

Ela tem 73 anos e até os dias de hoje é considerada a Rainha do Rock Brasileiro. Rita Lee, uma cantora e personalidade da mídia com estilo próprio e peculiar, nasceu em 31 de dezembro de 1947, mostrando que veio ao mundo para causar e criar através da arte. Consagrada pelo público, a estrela é uma das mulheres mais influentes do país, e dona de uma história única. Veja 10 curiosidades da artista.

Nesta terça-feira (20/5), a cantora, que tem mais de 50 anos de carreira, foi diagnosticada com um tumor primário no pulmão. No Instagram, a equipe da artista emitiu um comunicado, afirmando que a descoberta da doença foi feito durante um check-up no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Rita Lee

Nascida em São Paulo, Rita Lee Jones de Carvalho, ou simplesmente Rita Lee, é filha de descendentes de norte-americanos e italianos que vieram para o Brasil após serem derrotados pelas tropas do Norte. O nome artístico ‘Lee’, foi uma escolha do pai, o dentista Charles Fenley Jones, e sua mãe, Romilda Padula Jones, que decidiram homenagear o general Robert E. Lee, do exército confederado norte-americano, colocando o nome composto ‘Lee Jones’ em todos os filhos.

O casal se mudou para o bairro Vila Mariana, onde criou Rita e suas irmãs Mary Lee Jones e Virgínia Lee Jones. Na área nobre da maior cidade do país, Rita morou até o nascimento do seu primeiro filho Beto Lee, em 1977. Ela também é mãe de João e Antônio, nascidos em 1979 e 1981, respectivamente.

Rita Lee
Rita Lee, Roberto de Carvalho e os filhos João e Beto Lee Foto: Reprodução/ Instagram

Já alterou data de nascimento

Em junho de 2020, Rita Lee foi entrevistada no Fantástico e revelou que no passado alterou sua data de nascimento. A cantora, que dizia ter 72 anos, na verdade tem 73. Questionada sobre a idade, a estrela disse que não se incomoda com sua aparência física. “Gosto das minhas rugas, são cicatrizes da vida. Eu respeito as minhas pelancas. Já fui loira, ruiva, com cabelo cor do sol. Agora, meus cabelos têm a cor da lua, são brancos”, afirmou. 

Já foi vocalista de uma girl band

Na adolescência, Rita demonstrou interesse pela música. Mas foi em 1963, que ela decidiu se lançar ao mercado fonográfico com Teenage Singers, uma girl band formada com mais três amigas: Jean, Beatrice e Suely. Juntas, elas se apresentaram pela primeira vez na rádio Record, e cantaram Will You Still Love Me Tomorrow, hit do The Shirelles.

Rita Lee
Rita Lee Foto: Reprodução/ Instagram

A mulher que mais vendeu discos no Brasil

Além de icônica, Rita é dona do título de cantora que mais vendeu discos no Brasil. Com o LP Rita Lee e Roberto de Carvalho, lançado em 1982, a artista vendeu mais de 2 milhões de cópias. De acordo com a Amazon, a cantora alcançou a marca de 55 milhões de discos vendidos ao longo da carreira, sendo a quarta artista mais bem-sucedida na história da música no país, ficando atrás apenas de Tonico & Tinoco, Roberto Carlos e Nélson Gonçalves.

Ela é poliglota

Dona do título de Rainha do Rock, Rita Lee sabe falar em inglês, francês, italiano, castelhano e português. Em 2018, a atriz gravou uma versão da música In My Life, do Beatles, para o tema da novela das seis Espelho da Vida.

Fez Beatles virar Bossa Nova

Em 2001, a estrela lançou Aqui, Ali, em Qualquer Lugar, álbum de estúdio em que interpreta clássicos dos Beatles em uma versão Bossa Nova, termo brasileiro mais famoso no mercado internacional. Músicas como A Hard Day’s Night, All My Loving, “I Want To Hold Your Hand e Lucy In The Sky With Diamonds fizeram parte do disco.

A partir do trabalho, no mesmo ano iniciou a turnê Yê Yê Ye de Bamba, em que cantava todas as faixas do Beatles e clássicos autorais como Lança Perfume, Doce Vampiro e Hey Boy, em várias capitais do Brasil. 

Rita Lee
Rita Lee Foto: Reprodução/ Instagram

Defensora dos animais, antes mesmo de Luisa Mell

Rita é a artista brasileira percussora quando se trata de famosos brasileiros na luta em defesa dos animais. Já em 1960, a roqueira já afirmava em entrevistas ser amiga dos animais e que sempre quis fazer mais por eles. Em 2019, já longe dos palcos, a artista foi clicada alimentando a ursa Rowena, vítima de maus-tratos em circos e zoológicos no Brasil.

No mesmo ano, a cantora lançou um livro infantil chamado “Amiga Ursa – uma história triste, mas com final feliz”, em que fala sobre uma ursa vítima do tráfico de animais que se apresentou por 20 anos em circos.

Adora tatuagens

Além de estilosa, Rita é uma admiradora das tatuagens. A artista tem desenhos de degraus no braço esquerdo, outras artes no braço direito e estrelas entre os seios. No pulso, ela tem escritos os nomes dos três filhos.

Já abriu show da banda Rolling Stones no Brasil

Após lançar o álbum Rita Lee, em 1993, e iniciar carreira solo, a cantora foi convidada pela banda britânica Rolling Stones para abrir seus shows no Brasil em 1995. O disco que chamou atenção dos britânicos apresenta músicas de sucessos como Mon Amour, Benzadeussa, Tatarantlantes e Filho Meu.

Artista com mais músicas em aberturas de novelas da Globo

Toda Rainha do Rock merece o devido reconhecimento no horário nobre da Globo. A cantora é, até hoje, a artista com maior número de músicas em aberturas de novelas. Bravo, de 1975, O Casarão, de 1976, Final Feliz, de 1982, Sassaricando de 1987, A Próxima Vítima, de 1995, Um Anjo Caiu do Céu, de 2001 e Celebridade, de 2003 foram algumas.

Teve discografia esgotada na Amazon

Afastada dos palcos desde 2012, Rita Lee teve todos os seus 20 álbuns disponibilizados digitalmente com todo material gráfico em uma caixa de luxo intitulada Rita Lee – Discografia. O produto, que foi esgotado pouco tempo depois do início das vendas, traz uma série de pérolas da famosa como temas de novelas e até filmes. Não há previsão para que o produto seja disponibilizado novamente.

Você pode gostar também
buy cialis online