Documentário Daniella Perez data dos episódios: quando saem?

Os dois primeiros episódios de Pacto Brutal já estão disponíveis na HBO Max

O documentário Daniella Perez data dos episódios será divulgada ainda nesta semana. Na quinta-feira, 28, o HBO Max libera os três últimos capítulos da série documental que conta a história do assassinato da filha de Glória Perez em dezembro de 1992.

Documentário Daniella Perez data dos episódios na HBO Max

Os três episódios finais de Pacto Brutal: o assassinato de Daniella Perez serão disponibilizados em 28 de julho, quinta-feira, na plataforma de streaming HBO Max. Para assistir, é necessário ter um dos planos pagos da plataforma.


A série documental conta história da morte da filha de Gloria Perez, assassinada pelo seu par romântico na novela De Corpo e Alma, Guilherme de Pádua, em 28 de dezembro de 1992. Além da autora de novelas e de Raul Gazolla, viúvo da atriz, a obra traz depoimentos de Cristiana Oliveira, Maurício Mattar, Fábio Assunção, Claudia Raia, Eri Johnson, Wolf Maya, Glória Maria e Roberto Carlos.

Pacto Brutal também conta com os testemunhos de Piñero Filho, promotor do caso, Antonio Curado, a testemunha principal, Luciléia Cordovil e Elsa Boechat, jornalistas que entrevistaram os assassinos na época do crime, e Ana Beatriz Barbosa e Ilana Casoy, especialistas em personalidades psicopatas.

Os dois primeiros episódios contaram a história do crime principalmente sob a perspectiva da mãe e do marido da vítima. Perez  e Gazolla discorrem sobre tudo o que aconteceu naquela noite – desde a demora de Daniella para chegar em casa até a descoberta do corpo no terreno baldio.


Daniella tinha 22 anos quando foi vítima de seu próprio colega de elenco. O ator matou a atriz por estar insatisfeito com o número de cenas que seu personagem tinha na novela e começou a pressionar a famosa para que ela convencesse Glória Perez a dar mais destaque a ele na trama.

Em uma noite após Daniella deixar o estúdio, Guilherme de Pádua seguiu a atriz e fechou o veículo dela com o seu – ele estava acompanhado de sua ex-mulher, Paula Thomaz.

O ex-ator deu um soco em Daniella, que desmaiou. Ele colocou a atriz em seu carro e a levou para um matagal na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, onde matou a filha de Glória Perez com 18 punhaladas no peito. A autoria do crime foi descoberta na noite e logo Pádua confessou o assassinato.

Guilherme de Pádua foi condenado há 19 anos de prisão, enquanto Paula pegou 15 anos. No entanto, ambos cumpriram apenas sete anos da pena e deixaram a cadeia em 1999 por bom comportamento. Hoje, ele é pastor na Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte, quando sua ex-esposa vive no anonimato. Os dois se casaram novamente com outras pessoas.

Como terminou a novela De Corpo e Alma?

Depois da morte de Daniella, que interpretava Yasmin na novela, foi explicado ao público que a personagem havia se mudado para o exterior. Já sobre Bira, personagem de Guilherme de Pádua, nunca mais houve nenhuma cena ou menção a ele no folhetim – foi como se o rapaz nunca tivesse existido.


Quando a última cena com Daniella Perez foi ao ar, em janeiro de 1993, a trama exibiu uma homenagem à atriz ao final do capítulo e também no episódio final do folhetim. Gloria Perez continuou escrevendo a história, apesar do grande trauma que estava passando – ela se afastou por apenas uma semana e deixou a obra nas mãos de Gilberto Braga e Leonor Bassères.

Marcada pelo crime, De Corpo e Alma nunca foi reprisada pela Globo e não está disponível no Globoplay, plataforma de streaming da emissora.

A próxima novela escrita por Gloria foi apenas em 1995, quando ela retornou ao horário nobre com Explode Coração (1995). Desde então, se tornou uma das mais consagradas autoras com títulos como O Clone (2001), América (2005), Caminho das Índias (2009) e A Força do Querer (2017) no currículo.

 

 

 

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.