História da novela A Favorita tem vilã surpreendente e vingança; relembre

Trama será reprisada pela primeira vez no Vale a Pena Ver De Novo a partir de 16 de maio

A partir de 16 de maio, a história da novela A Favorita será reprisada no Vale a Pena Ver De Novo pela primeira vez desde sua exibição original em 2008. Protagonizada pelas atrizes Cláudia Raia e Patrícia Pillar, a trama gira em torno da busca por vingança da vilã Flora contra Donatela, sua ex-parceira musical. Relembre o que acontece no folhetim de João Emanuel Carneiro.

Qual a história da novela A Favorita?

As personagens centrais da história da novela A Favorita são Flora e Donatela. No passado, elas foram descobertas pelo empresário Silveirinha (Ary Fountoura) e formaram a dupla sertaneja Faísca e Espoleta, famosas pelo hit ‘Beijinho Doce’.

A novela começa com Flora deixando a prisão. Ela foi condenada a 18 anos de pena pelo assassinato de Marcelo Fontini (Flavio Tolezani), marido de Donatela e que também era seu amante. Com ele, a loira teve uma filha, Lara (Mariana Ximenes).

Depois de deixar a cadeia, Flora está disposta a provar a sua inocência e convencer a todos que a verdadeira culpada pela morte de Marcelo é Donatela, e tenta se reaproximar da filha, que foi criada pela rival e pelos avós Gonçalo (Mauro Mendonça) e Irene (Glória Menezes).

Ao longo dos três primeiros meses da novela, João Emanuel Carneiro inovou e não revelou ao público quem era a verdadeira vilã da trama. Flora foi apresentada como injustiçada e angelical, enquanto Donatela era arrogante e prepotente. Fica à cargo da audiência acreditar em uma ou outra versão.

É só a partir do capítulo 50 que o autor revela que Flora é a vilã. A personagem passa a mostrar sua verdadeira face e faz de tudo para destruir a vida de Donatela. O público também descobre que, no passado, Dódi (Murilo Benício), atual marido de Donatela, era casado com Flora, e ambos foram vítimas da loira.

ano da novela a favorita
Novela A Favorita é protagonizada por Cláudia Raia e Patrícia Pillar – Foto: TV Globo/reprodução

Flora consegue colocar Donatela na cadeia

Depois da revelação de que Flora é a culpada pela morte de Marcelo, a história da novela A Favorita leva o público a torcer para que a loira seja desmascarada, mas a trama dá uma nova virada.

Donatela passa a ser acusada pelo assassinato do Dr. Salvatore (Walmor Chagas), que foi morto por Flora, mas a personagem de Patrícia Pillar arma junto com Dódi e Silveirinha para incriminar a rival. O plano dá certo e ex-cantora é condenada pela morte do médico e passa por maus momentos na cadeia.

Obviamente Donatela não vai se dar por vencida e vai pensar em um plano para fugir da prisão com a ajuda de Diva (Giulia Gam), que coloca fogo na cela da amiga, simulando sua própria morte. Enquanto isso, a rival de Flora já está longe de dali.

A personagem de Cláudia Raia permanecerá “morta” para provar sua inocência, recuperar tudo o que perdeu e desmascarar Flora.

Final de A Favorita tem Flora na cadeia e casamento entre Zé Bob e Donatela

Depois de fazer mais vítimas ao longo da novela como Dódi, Maíra (Juliana Paes) e Gonçalo, Flora pagará por todos em seus crimes na história da novela A Favorita.

Silveirinha, que até então era cúmplice da vilã, se cansa de ser humilhado por ela e passa a ajudar Donatela em seu plano para desmascarar a rival.

A megera vai presa, mas consegue fugir e aparece no casamento de Donetela e Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) e esfaqueia Silverinha. Ela consegue escapar e reaparece novamente durante a lua-de-mel dos pombinhos; é então que Lara atira na própria mãe.

O final de Flora é na cadeia, onde ela volta a ser maltratada pelas outras presidiárias. Donatela tem um final feliz ao lado do novo marido, enquanto Silveirinha volta a ser empresário de uma nova dupla infantil.

Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) e Donatela (Cláudia Raia) se casam em A Favorita – Foto: Rede Globo

 

+ Donatela ou Flora: quem matou Marcelo em A Favorita?

Você pode gostar também
buy cialis online