Mapa mental: aprenda a fazer essa ferramenta poderosa de organização

Saiba como montar o mapa mental perfeito para facilitar na tomada de decisões.

mapa mental que faltava para você conseguir organizar os seus estudos, trabalho ou planos e metas. Ele tem se mostrado uma ferramenta eficiente e de fácil adesão.

Mas o que é esse mapa? Para que ele funciona? Como fazer o mapa mental ideal?

São diversas dúvidas, mas, nós vamos ajudar O DCI preparou um guia completo para você entender de uma vez por todas o que é um mapa mental  e como fazê-lo de forma correta.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O que é mapa mental?

Em resumo, um mapa mental é uma ferramenta de organização e memorização. Além disso, é uma ferramenta que vai auxiliar a análise de informações.

De maneira geral, o mapa mental é uma espécie de diagrama que permite que você organize informações de modo a visualizá-las facilmente de forma lógica e com conexão.

As informações são colocadas de forma conectada, elas não são dissociáveis, formando uma espécie de de fluxo ou processo. Então, a estrutura é uma espécie de “árvore”, onde cada informação gera uma outra informação, formando a um conteúdo completo e fácil de visualizar.

 

Mapa Mental
Imagem: Unsplash

Para que serve um mapa mental?

Um mapa mental vai auxiliar no aprendizado, organização e memorização. Ele também vai contribuir para um melhor entendimento de lógica.

Além disso, o mapa mental vai facilitar a análise de informações, conteúdo e mais. O mapa também contribui para o desenvolvimento da criatividade e facilita a solução de problemas.

Assim, o  mapa mental serve para fazer planejamento, criação de projeto, fluxo de trabalho, organização de reuniões, brainstorming, revisão de matérias, estudos e muito mais.

Como fazer um mapa mental

Mas como fazer um mapa mental eficiente? Como encontrar a estrutura ideal para você? É possível fazer um mapa mental pelo computador? Quais são as ferramentas?

Existem diversas formas de fazer um mapa mental, você deve escolher a que mais se adapta a você. As estruturas têm a mesma base, mas podem variar dependendo do objetivo ou de quem está fazendo.

Confira como estruturar um mapa com as nossas dicas:

Mapa mental
Imagem: Pixabay

Material

O material que você vai utilizar vai depender da forma como você vai fazer o mapa, se for online, deverá utilizar alguma plataforma como Canva ou Google Docs. Também vai encontrar o MindMeister e o LucidChart.

No entanto, o mais indicado é trabalhar com papel e canetas coloridas, escrevendo à mão para colocar toda a sua atenção e intenção no momento. Ademais, pesquisas comprovam que a escrita é uma boa ferramenta para a memorização, o que é importante especialmente para os mapas mentais de estudos.

Escolhendo o título do seu mapa

Para começar, você deve escolher um título. O título deve ser um tema que você está desejando destrinchar. Por exemplo, se você está estudando sobre Revolução Francesa, esse deve ser o título.

Geralmente, ele vai ficar centralizado e em cor e tamanho diferentes do restante das informações.

Primeiras ramificações

Como o próprio nome diz, o mapa mental está relacionado ao cérebro, então, ele precisa de ramificações. Após inserir o título, você deve acrescentar as primeiras ramificações.

Por exemplo, se você colocou o título de Revolução Francesa, você deverá puxar algumas ramificações, através de linhas, com temas menos gerais, mas não muito específicos, como “contexto”, “revolução”, “assembleias”, “economia”.

Aqui, então, vão os primeiros assuntos que você pensa ao falar sobre o tema principal. Assim, você terá temas que nortearão o restante do mapa.

Outras ramificações

A partir daí, você colocar outras ramificações, puxando mais informações a partir das ramificações anteriores. Assim, você vai dar mais detalhes para cada uma dessas informações.

Por exemplo, você vai destrinchar os assuntos das primeiras ramificações, falando um pouco mais sobre eles.

Use cores padronizadas para melhorar a organização

Utilize cores para deixar o mapa mental mais fácil de visualizar, com as informações bem claras. Mantenha um padrão, por exemplo, utilize as mesmas cores para cada ordem de aglomeração.

Como, por exemplo, o título será de cor azul, as primeiras ramificações serão de cor verde. Assim, as cores das segundas ramificações serão de cor amarela.

Escolha símbolos para cada tópico

O uso de símbolos e desenhos facilitam a memorização e auxiliam na hora de você visualizar o conteúdo de melhor forma.

Revisão

Agora é hora de revisar o conteúdo inserido no mapa mental, é importante fazer uma revisão minunciosa sobre os tópicos.

Dessa forma, o mapa vai ajudar você a colocar no papel tudo que está aprendendo, organizando suas ideias e tornando o seu aprendizado mais fácil e rápido.

Por fim, o mapa mental é uma ferramenta que traz diversos benefícios para os seus estudos ou até mesmo para o seu trabalho, tornando sua vida mais organizada, aliada a outras ferramentas.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes