Positividade tóxica: descubra porque esse comportamento é prejudicial

Veja porque ter contato com suas emoções negativas também faz parte do seu processo de autocura e aprendizado pessoal.

Quantas vezes você se sentiu triste, mas ouviu que precisava manter a cabeça erguida, pois as coisas iriam melhorar? Aliás, você já deve ter ouvido o quão importante é ser grato e não se deixar abalar, mesmo após vivenciar experiências traumáticas. Essa é a tal positividade tóxica de que todos têm fugido ultimamente.

Esse fenômeno tem como objetivo minimizar os eventos negativos da sua vida e exaltar os positivos. Porém, ele invalida as nossas emoções negativas e nos impede de sentir a tristeza, e compreendê-la como parte do processo de amadurecimento.

No entanto, essa invalidação acontece de uma forma macro, ou seja, toda a sociedade é impactada. Agora é quase um pecado dizer que se sente triste, já que o problema do outro é maior do que o seu. Além disso, sentimentos como raiva, tristeza e medo devem ser eliminados de uma vez para que a positividade tóxica eterna reine.

Por isso, se você já ouviu esse termo e ficou sem entender sobre o que se trata, esse texto é para você. Confira a seguir como identificar os traços de positividade tóxica na fala de alguém e se blindar dessa tendência nociva à nossa saúde mental.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O que é a positividade tóxica?

Reprodução / Pexels

A positividade tóxica tem como premissa a ideia de que a nossa qualidade de vida será melhor se eliminarmos os pensamentos negativos e os sentimentos inerentes aos seres humanos.

Sem dúvidas, ser positivo nos ajuda a enfrentar as situações difíceis e ter esperança em dias melhores. Porém, quando há um excesso de positividade, passamos a colocar para baixo do tapete coisas que deveríamos realmente sentir.

Praticamente todos os dias experienciamos situações desagradáveis, que nos dão medo, raiva ou repulsa. E precisamos senti-los e colocá-los para fora de alguma maneira. Ao guardar esse tipo de sentimentos, podemos somatizar emoções ruins para o nosso corpo, o que pode ser altamente prejudicial daqui há um tempo.

Além disso, pensar em situações ruins pode nos proteger de algum perigo iminente, diferente do que aconteceria se achássemos que o mundo é um parquinho de diversão. Ao guardar essas emoções, elas podem surgir, repentinamente, de uma forma muito maior do que quando começou.

Aliás, você já deve ter ouvido a expressão “engolir sapos”. Ela se refere às situações que precisamos ouvir calados para evitar um problema maior. Porém, essa raiva reprimida pode se tornar algo bem maior. Por esse motivo, é importante expressar esses sentimentos, mesmo que seja através das artes ou verbalmente.

A positividade tóxica deve ser evitada, se você quiser manter a sua saúde mental. Então se perceber que está estressado, ouça uma música que te deixe pra cima, escreva num pedaço de papel, faça uma série de exercícios físicos ou chore. Tudo isso vai te ajudar a não reprimir as emoções.

 

Como a positividade tóxica pode nos afetar?

Positividade tóxica: descubra porque esse comportamento é prejudicial
Reprodução / Pexels

 

A positividade tóxica ainda afeta toda a sociedade, além de nos impedir de lidar com as nossas próprias emoções e sentimentos de forma natural. Por esse motivo, esse movimento vem sendo entendido como prejudicial, sobretudo porque ele afasta algumas pessoas do convívio social, por acharem que estão incomodando a paz estabelecida.

Além disso, a positividade tóxica ainda provoca uma espécie de desculpa para que as pessoas não sejam produtivas no trabalho. Afinal de contas, se você não sente a emoção negativa, você é praticamente uma máquina, não é mesmo?

Nesses tempos de pandemia, quanto mais sinceros nós formos em relação ao que estamos sentindo, melhor será. Primeiramente, admitir a nossa vulnerabilidade é o primeiro passo para que possamos aguentar determinadas situações e melhorar com o passar do tempo, cicatrizar feridas e recomeçar, no momento certo.

Aliás, se estiver precisando de ajuda, confie num amigo próximo ou então busque ajuda com um psicólogo. Sem dúvidas, ele será a melhor pessoa para te auxiliar no seu problema e não te deixar cair nessa furada que é a positividade tóxica.

 

Perfis de saúde mental para você conhecer no Instagram

 

Sá Ollebar – @saollebar

Nesse perfil, você verá doses diárias de autocuidado, veganismo e manhãs ensolaradas. Por isso, se o seu dia não estiver indo muito bem, dê um respiro com as postagens de Sá Ollebar.

Sobre Auto Estima – @sobreautoestima

Esse é outro perfil incrível que nos traz uma noção realista sobre amor-próprio e autoestima. Certamente você vai amar cada frase publicada nele.

Leveza na Alma – @levezanaalma_

O “Leveza na Alma” é um perfil de espiritualidade e budismo, que nos ajuda a enfrentar situações rotineiras, sem apelar para a positividade tóxica. Aliás, ele ainda dá dicas de como melhorar a ansiedade.

Obvious Agency – @obviousagency, contra a positividade tóxica e a favor da ressignificação de sentimentos e emoções

Já o Obvious Agency é um perfil que nos dá uma injeção de endorfina. Nele você verá ensinamentos sobre como desenvolver o seu autoconhecimento e auto-amor.

Então, o conselho é: sinta todas as suas emoções e não as reprima. Só assim você poderá se sentir melhor e evitar a positividade tóxica. E se precisar de uma ajudinha para melhorar o seu estado de espírito, conheça esses perfis de humor no Instagram, para rir bastante.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes