Conheça ‘Os Gêmeos’, dupla com exposição na Pinacoteca

Se você mora em São Paulo ou já visitou a cidade, certamente já notou a quantidade de grafites que podem ser encontrados pela cidade. Essa expressão artística urbana surgiu durante a década de 1970 em Nova York, mas chegou na cidade paulista pouco tempo depois (sendo intensificada na década de 80 com a popularização do hip-hop). Na capital de SP, muitos nomes relevantes para a arte surgiram neste contexto, mas o  principal deles é a dupla Os Gêmeos (OSGEMEOS). 

Se você mora em São Paulo ou já visitou a cidade, certamente já notou a quantidade de grafites que podem ser encontrados pela cidade. Essa expressão artística urbana surgiu durante a década de 1970 em Nova York, mas chegou na cidade paulista pouco tempo depois (sendo intensificada na década de 80 com a popularização do hip-hop). Na capital de SP, muitos nomes relevantes para a arte surgiram neste contexto, mas o  principal deles é a dupla Os Gêmeos (OSGEMEOS). 

O impacto da produção artística deles é tanto que países como Alemanha, Lituânia e Japão já expuseram obras da dupla de irmãos de São Paulo. Agora, sua arte é foco de uma exposição na Pinacoteca, o museu de arte mais antigo da cidade.

Conheça a trajetória e a obra da dupla Os Gêmeos:

Quem são Os Gêmeos?

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

OSGEMEOS começaram a produzir sua arte inspirados pela cultura do hip-hop. Fonte: Reprodução/OSGEMEOS

Otávio e Gustavo Pandolfo, Os Gêmeos nasceram e foram criados no bairro do Cambuci, uma das localizações mais tradicionais na cidade de São Paulo. Embora criados nesta região de cultura predominantemente italiana, os irmãos artistas foram impactados com o desembarque do hip-hop e sua subcultura (com expressões como breakdance e o próprio grafitti).

Como resultado desta paixão, Os Gêmeos utilizaram sua conexão especial por meio da arte para estudar técnicas de pintura, desenho e escultura. Todas as experiências vividas nas ruas de São Paulo e do Cambuci, ajudaram a dupla a criar um estilo e afinar suas técnicas. Vale ressaltar que Otávio e Gustavo sempre produzem suas obras juntos. 

“Somos complementares: um completa o pensamento do outro a todo momento, pois nosso processo criativo é tão natural para nós, que é até difícil de explicar. Parece que existe um fio, vamos sempre estar conectados, mesmo quando estamos longe um do outro. É um vínculo eterno”, comenta a dupla sobre a interação como irmãos gêmeos e artistas.

Como a arte de Otávio e Gustavo Pandolfo conquistou o mundo?

O cantor Milton Nascimento posa com obra da dupla Os Gêmeos criada para estampar suas turnê Clube da Esquina
O cantor Milton Nascimento posa com obra da dupla Os Gêmeos criada para estampar suas turnê Clube da Esquina. Fonte: Instagram/Milton Nascimento

Embora tenham começado sua produção artística no Brasil, Os Gêmeos também fizeram grandes projetos no exterior – talvez um dos mais notáveis tenha sido a produção de seis painéis em larga escala na fachada do Tate Museum, referência em arte moderna e contemporânea. 

Mas para chegar nesse nível de reconhecimento, Otávio e Gustavo Pandolfo precisaram da ajuda de alguns fatores. Um deles foi a divulgação de seu trabalho através da 12oz Prophet Magazine, uma revista focada em expressões artísticas urbanas. Fora isso, Os Gêmeos fizeram algumas viagens ao exterior com amigos para fazer o grafite em outros países. Tudo isso, certamente, ajudou a dupla a construir seu status no exterior.

Outro fator importante foi o crescente reconhecimento de suas obras dentro do Brasil, em especial na cidade de São Paulo. Os artistas grafiteiros receberam inúmeras vezes convites da Prefeitura da cidade para produzir obras em importantes espaços como a Avenida Paulista – um grande avanço para o grafitti, afinal essa expressão artística era marginalizada e criminalizada. 

Também não se pode deixar de citar o próprio desenvolvimento artístico do duo, pois suas obras ficaram cada vez mais refinadas com aspectos mais ligados à cultura brasileira, indo além da cultura do hip-hop. Em suma, o estilo deles ficou mais definido por meio de suas obras recheadas de imagens fantasiosas (e carregadas de cultura brasileira e crítica social à questões como política e pobreza).

Como será a exposição dos irmãos na Pinacoteca?

Intitulada OSGEMEOS: Segredos, a mostra é, segundo a Pinacoteca, a “primeira exposição panorâmica da dupla de artistas”. Estão presentes no evento com mais de 1000 itens expostos; dentro deste número, há cerca de 50 obras inéditas.

A exposição promete uma imersão no universo dos Gêmeos, pois possui instalações sonoras, esculturas e as famosas pinturas dos irmãos Pandolfo. “Se, na época moderna, o fenômeno artístico tem a cidade como seu lugar de existência, pensar a arte é pensar sua inscrição na urbanidade”, afirma Jochen Volz, diretor-geral da Pinacoteca, sobre a exposição que foi montada sob sua curadoria.

OSGEMEOS: Segredos está em cartaz desde 15 de outubro de 2020, mas continuará no museu até 22 de fevereiro de 2021. Por conta do coronavírus, cada visitante poderá permanecer no prédio por apenas uma hora. Para organizar o tempo e manter a segurança de seu público, o museu está vendendo os ingressos e reservando os horários de visitação online.

Confira abaixo uma conversa entre Jochen Volz e OSGEMEOS:

https://www.youtube.com/watch?v=FRpXUMuuH54

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes