Cadastro positivo pode facilitar aquisição de crédito; saiba como funciona

A ferramenta reúne o histórico de bons pagadores. Assim, aqueles que querem solicitar empréstimos e forem bons pagadores podem negociar melhores tarifas

De acordo com a lei 12.414/2011, alterada pela lei complementar nº 166, a inclusão do Cadastro Positivo tornou-se automática para todas as pessoas físicas e jurídicas que possuem empréstimos, financiamentos, compras a prazo ou contas de consumo.  Assim, as instituições financeiras devem reportar aos gestores de bancos de dados (empresas autorizadas a trabalhar informações de crédito) os dados financeiros e de pagadores relativos a operações de crédito e obrigações de pagamento.

O sistema começou a funcionar automaticamente em janeiro de 2020, podendo ser consultado por comerciantes, bancos ou prestadores de serviço quando o consumidor for parcelar uma compra. Anteriormente, a medida era opcional. Entretanto, agora é compulsória, com o fim de democratizar o mercado de crédito. Reúne o histórico de tomada de crédito e pagamentos, e pode ajudar a conceder taxas de crédito mais personalizadas a bons pagadores.

Serve como uma prova de que você é um bom pagador. Antes as empresas apenas tinham o cadastro negativo para analisar os riscos de emprestar dinheiro. Porém, com o Cadastro Postivivo, os diversos registros mostram um histórico maior e se possui melhores condições de juros e prazos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O que é e como funciona o Cadastro Positivo?

É uma ferramenta que reúne um histórico de compras de um consumidor, ou seja, o “currículo de crédito”. Ele é gerido pelo Serasa Experian, que é autorizada pelo governo para fazer a gestão dos dados. É um banco de dados que reúne o histórico de pagamentos dos consumidores, e pode ser consultado por diversas instituições de concessão de crédito. Dessa maneira, pode facilitar conseguir crédito em bancos. É composto por todas as contas que você paga: água, luz, telefone, cartão de crédito.

 

O que é score de crédito?

Os dados de pagamento são enviados para os órgãos de proteção ao crédito e, depois da análise, é gerada uma pontuação que varia de 0 à 1.000. Quanto mais alta a nota, mais financeiramente confiável é a pessoa.

Imagem: Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor

Como a lei, tornou-se obrigatória para todos aqueles que possuem CPF, as informações a respeito de crédito estão presentes no Cadastro Positivo. Assim, os consumidores que possuem perfis mais confiáveis terão melhores condições de pagamento e crédito. Dessa forma, aqueles que desejam parcelar ou financiar terão o pedido autorizado ou negado com base no seu histórico de crédito.

Através dele, será possível estipular taxas e condições de crédito mais específicas e obter condições mais apropriadas. A consulta é feita nos birôs de crédito que as empresas ou bancos contratam. Além disso, também possui ligação com o score de crédito. Em resumo, pessoas que não possuem pendências no seu Cadastro Positivo provavelmente terão um score de crédito mais alto.

  • Ajuda no reconhecimento de um bom pagador;
  • Seu histórico de pagamento a seu favor: os credores podem avaliar o que você paga e não apenas as dívidas que você possa ter;
  • Se tiver uma dívida, poderá mostrar ao lojista que foi um imprevisto pequeno diante dos outros pagamentos que você mantém em dia.
  • Você tem mais chances de conseguir crédito, além de juros menores, financiamentos e prazos adequados ao seu perfil;
  • Facilidade para acompanhar seus pagamentos e do seu score de crédito.

Entretanto, outras informações não podem ser consultadas através do Cadastro Positivo: salário, aposentadoria, saldo bancário, limite de cartões de crédito, detalhes das despesas so seu cartão de crédito e coisas semelhantes. O que o mercado tem acesso é apenas o score de crédito.

 

Como consultar meu Cadastro Positivo?

Quatro instituições realizam o gerenciamento das informações: Serasa Experian, Boa Vista SPC, SPC Brasil e Quod. Para realizar o cadastro e consultar sua situação, é necessário acessar o site de uma das empresas. Neles, basta procurar por “Cadastro Positivo” e realizar a inscrição, informando nome completo e CPF. A inclusão é automática, mas a empresa deve comunicar o consumidor, por escrito, em até 30 dias. Dessa forma, o compartilhamento das informações acontece após 60 dias.

 

Como sair?

Nenhum consumidor tem a obrigação de ter suas informações disnponíveis. Assim, é possível pedir para sair através da opção “cancelamento” no site onde foi feito o cadastro. Então, o nome sairá do sistema em até dois dias úteis. O Procon afirmou que o consumidor tem direito a acessar todas as informações sobre o perfil dele, para poder corrigir e atualizar os dados.

 

Quais os benefícios do Cadastro Positivo para empresas?

As informações do cadastro positivo pode ajudar a adotar novos critérios e traçar estratégias com o objetivo de evitar prejuízos com inadimplência dos clientes, melhorando os resultados. Dessa maneira, alguns dos benefícios são:

  • Conhecer o cliente com maior profundidade e realizar a análise das informações, com a facilidade do Serasa Score;
  • Comparar o perfil do cliente com suas políticas de crédito;
  • Digitalização do processo de análise de crédito;
  • Acompanhamento dos clientes, observando tendências e auxiliando na adoção de novas estratégias para reduzir a inadimplência.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes