Conheça o treino de Cleo, que queima 500 calorias em 20 minutos

Atriz aparenta estar mais magra e se prepara para nova personagem com treino de luta e opção diferenciada com eletrodos.

Cleo revelou ter compulsão alimentar, o que a fez engordar cerca de 20 kg nos últimos anos. Já rebateu ataques gordofóbicos nas redes sociais e falou sobre a importância da autoaceitação. Isso, é claro, não significa que não cuida da saúde e do corpo. Em postagens recentes, em que aparenta estar mais magra, mostrou que se prepara para nova personagem com aula de luta, além de investir em treinamento com eletroestimulação muscular, que promete estimular mais de 350 músculos do corpo e, assim, queimaria 500 calorias em 20 minutos. Veja como funciona o treino de Cleo.

Como é o treino de Cleo?

A atriz apareceu em vídeo, divulgado no Instagram Stories, com luvas de boxe/muay thai. Contava com o acompanhamento de Igor Pakato. Trata-se de parte da preparação para um novo trabalho, do qual ainda não foram revelados os detalhes. A sua última personagem nas telinhas foi Betina, em “O Tempo Não Para, de 2019. 

Em outras imagens, estava com a roupa característica do treinamento com eletroestimulação muscular, que conta com eletrodos. Vale lembrar que Cleo tem feito publicações ligadas a uma ação comercial de um hidratante, mostrando que o “projeto verão” antigo – repletos de restrições alimentares e neuras com medidas – não faz mais parte de sua vida.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Imagem mostra Cleo treinando com lutador
Treino de Cleo (Foto: @cleo/Instagram/Reprodução)

Como é o treino com eletroestimulação muscular?

Cleo mostrou nos Stories do Instagram o treinamento com eletroestimulação muscular (EMS). O diferencial é o uso de uma roupa com eletrodos, ligados a uma unidade de controle, que permite a elaboração de treinos personalizados. A tecnologia surgiu na Alemanha e, segundo o site da Muuv Fit, estimula mais de 350 músculos do corpo, queimando 500 calorias nos 20 minutos de treino.

“Diferente do treino convencional, que usa pesos, repetições, séries para impor o estímulo e causar de forma controlada lesões que favorecem a hipertrofia, na EMS são usados parâmetros como intensidade ou amplitude da corrente, tempo de esforço e repouso durante o treino (tempo on e tempo off), largura do pulso (intensidade que a corrente irá penetrar no músculo) e frequência (pulso por segundo), que será ajustada de acordo com o objetivo de treino do aluno. Lembrando que esta metodologia é utilizada há séculos na área da reabilitação e tem um grande embasamento científico”, afirma o site da Alexa Maier, especialista no assunto. 

 

Imagem mostra Cleo treinando com EMS
(Foto: @cleo/Instagram/Reprodução)

É importante enfatizar que milagres não existem. O educador físico Raphael Pescarolo, da Clínica Artro, escreveu que a técnica pode, sim, proporcionar resultados rápidos, mas só se a pessoa estiver comprometida com a frequência estipulada, procurar por uma academia com equipamento de qualidade, tiver um bom acompanhamento profissional e ainda se alimentar de maneira saudável e ingerir bastante água.

A SportsLab aponta como possíveis benefícios a tonificação de músculos; redução de gordura corporal; melhora da celulite e flacidez; diminuição de dores nas costas; aumento de massa muscular e fortalecimento de ossos. É contraindicado em casos de epilepsia, marcapasso cardíaco artificial, implantes médicos ativos, gravidez, distúrbios circulatórios graves, doenças hepáticas, entre outros.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes