Criciúma: saiba tudo o que aconteceu no assalto cinematográfico

A cidade vivenciou momentos de tensão com tiroteios e explosões de bomba durante assalto em uma agência bancária. Quadrilha fugiu em comboio em carros de luxo

Tiroteios e explosões tiraram o sono de moradores da cidade de Criciúma (SC), na madrugada desta terça-feira, 1° de dezembro. De repente, a cidade do sul de Santa Catarina viveu uma experiência cinematográfica, com assaltantes vestidos de preto e muitos disparos de armas de fogo centro a dentro.

A quadrilha sitiou as ruas do centro e renderam funcionários da prefeitura que trabalhavam na limpeza do centro da cidade.. O grupo de assaltantes agiu na agência do Banco do Brasil, que fica localizada na Avenida Getúlio Vargas, centro da cidade.

Saiba tudo o que aconteceu em Criciúma

  • Ainda não se sabe quantos agiram no assalto cinematográfico, porém, a Polícia Civil estima que 30 pessoas encapuzadas participaram da ação
  • O alvo central era a agência do Banco do Brasil no centro de Criciuma. A quadrilha chegou ao local por volta das 23h50 de segunda-feira (30)
  • Pessoas que trabalhavam na madrugada foram feitas reféns e cercada pelos criminosos, eles foram liberados e não houve feridos – os bandidos pediram para eles ficarem sem camiseta sentados perfilados
  • Houve também, bloqueios e barreiras nas vias expressas que dão acesso ao centro da cidade; inclusive nas rodovias que cruzam a cidade
  • Um PM e um vigilante ficaram feridos. O PM passou por três cirurgias e tem quadro estável. Ninguém morreu.
  • Na fuga, os criminosos deixaram cair dinheiro, que ficaram espalhados nas ruas de Criciúma. Eles esqueceram também munições, 30 quilos de explosivos e até malotes do dinheiro que roubaram
  • Quatro moradores foram detidos após serem pegos recolhendo o dinheiro que estava na rua – ao todo 810 mil foram jogados no chão após explosão
  • Para impedir reforços policiais, os bandidos incendiaram o túnel da cidade de Tubarão que dá acesso a Criciuma e espalharam miguelitos, que são apetrechos de metal capazes de furar pneus, o que dificultaria a chegada da polícia e bombeiros.
  • 10 carros de luxo usados no assalto em Criciuma foram apreendidos em um milharal na cidade vizinha Nova Veneza
  • A PM acredita, baseada em manchas de sangue encontradas nesses veículos, que pelo menos dois criminosos tenham se ferido.
  • O Banco do Brasil emitiu nota dizendo que não houve funcionários feridos e que não há previsão de para reabertura da agência e que não informa “valores subtraídos durante ataque às suas dependências”
  • A ação durou 1 hora e 45 minuto

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Criciúma: saiba tudo sobre o assalto cinematográfico
Bandidos queimam caminhão em frente a sede da Polícia em Criciúma (Foto: Janniter de Cordes/reprodução)

O que diz o prefeito sobre o assalto em Criciúma

Prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro(PSDB) disse que a ação envolveu marginais preparados e capacitados e que foi uma situação ‘surreal e que a cidade nunca viveu algo parecido’. Ele também pediu ajuda a batalhões de municípios vizinhos e também para cidades do Rio Grande do Sul.

O que diz o governador de SC

Durante entrevista coletiva dada na manhã desta terça-feira (1°), o governador do Estado de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), afirmou que o assalto em Criciúma foi uma ação bem-sucedida para os marginais. “Eles conseguiram o seu intento, mas nós precisamos de fato colocar o estado à disposição porque nós temos já um histórico de investigação sobre esse tipo de atuação com sucesso na resolução de problemas”, disse.

Criciúma pacata

Com 217 mil habitantes, a cidade de Criciuma fica a 200 km de Florianópolis, capital de Santa Catarina. Ela também é rota estratégica e fica ao norte de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

A economia do município se baseia, principalmente, em exploração de carvão, indústria, agricultura e pecuária.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes