Discutindo o relacionamento

Tucanos já marcaram para o início de novembro um encontro para discutir a relação com o governo Temer

Os caciques tucanos já marcaram para o início de  novembro um encontro para discutir a relação com o governo Temer (PMDB). Participante ativo no processo de impedimento da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o PSDB dá sinais de que pode abandonar o barco e atuar contra propostas do Executivo. Para amenizar a situação, alguns líderes do partido dizem que as rusgas ocorridas durante a interinidade de Temer já começam a desaparecer. Assim, não existe a possibilidade de os peessedebistas deixarem a base de apoio do governo. Mas, com os olhos em 2018, com certeza o relacionamento não será dos mais amistosos daqui para frente.   Pétis, os novos 0027filhos 0027 Os animais de estimação estão cada vez mais tomando espaço nas famílias e recebendo muitos cuidados especiais por parte de seus donos, confirma recente estudo Nielsen sobre alimentação para animais, com tendências de longo prazo desse mercado. Entre os mais de 48 milhões de lares brasileiros, 46% já contam com a presença de cães e 18% de gatos, e esses xodós já são considerados os novos filhos, uma vez que quase 70% dos lares com pets  não têm crianças. E os hábitos de alimentação saudável já estão migrando para o mercado pet food. E o dólar? De acordo com Thiago Bisi, da L&S Análise, do grupo L&S, o dólar entrou em tendência de alta no último dia 13, encerrando um período de tendência de baixa iniciado em janeiro desse ano. Esse padrão, se confirmado, indica um período de preços mais caros para o dólar à frente, podendo chegar a R$ 3,60 num horizonte de dois meses ou mais. O recuo de 15 de setembro é comum depois dessa demonstração de força que o dólar ofereceu ao romper as máximas de agosto. Segundo o analista, “é preciso que o dólar volte a subir para firmar a tendência de alta”. Venda de seguros em shopping A San Martin Corretora de Seguros será pioneira na abertura da primeira corretora de seguros dentro de shopping center. A loja será inaugurada em 29 de setembro, no Plaza Avenida Shopping, em São José do Rio Preto (SP). A proposta da empresa atende a mudança de comportamento do público consumidor dos centros de compras. A corretora, que entrou para o franchising em 2014, aposta neste novo modelo de negócio e espera obter um aumento em vendas de seguros de aproximadamente 20%, devido ao grande fluxo de pessoas nos shoppings. Bastidores da imagem A Ecole Supérieure de Relooking, de origem francesa especializada na formação em consultoria de imagem, no Brasil há três anos, promove, de 26 a 30 deste mês, um curso sobre consultoria de imagem, em São Paulo, no Lab Fashion. Os encontros serão conduzidos pela consultora Lygia Falcão. Depois disso, a escola prepara um intensivo em cultura, história da arte e da moda, em Paris, de 19 a 26 de novembro. A programação prevê aulas na sede da Ecole, onde há nove anos são feitas visitas guiadas a exposições, museus e ateliers de moda e perfumaria.   Justiça on-line Os sistemas judiciais do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) e do Supremo Tribunal Federal (STF) passaram a operar de forma automatizada ontem. Possibilitada pela adoção do Modelo Nacional de Interoperabilidade (MNI), a integração entre o SAJ, do TJSP, e o e-STF possibilita a tramitação automática dos processos destas instâncias. Agora, todas as fases de tramitação do processo judicial são feitas diretamente do SAJ para o e-STF. A remessa e a devolução dos processos, por exemplo, passam a ser instantâneas. Até agora, o TJSP precisava cadastrar manualmente dados e documentos dos processos do SAJ no sistema do Tribunal Superior. “A comunicação eletrônica entre os tribunais possibilita a integração dos dados dos processos, independentemente dos sistemas internos adotados nas cortes”, destaca Rafael Stabile, gerente de Operações da Softplan, empresa que desenvolve o SAJ em parceria com o TJSP.   Interesse do FMI Miguel Abuhab, presidente da NeoGrid, empresa com sede em Joinville (SC) e com forte atuação nas áreas de tecnologia, varejo e indústria, foi convidado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) para apresentar nesta semana nos EUA seu projeto de simplificação tributária para o Brasil. O projeto propõe soluções de curto prazo para a ineficiência do sistema tributário no País e visa aumentar a arrecadação sem a criação de novos impostos. O plano já foi apresentado aqui em diversos foros, mais recentemente ao secretário da Receita Federal do Brasil, Jorge Rachid, eem novembro de 2015 ao então ministro da Fazenda, Joaquim Levy, hoje diretor Administrativo e Financeiro do Banco Mundial e mentor deste convite. A proposta prevê aumento da arrecadação sem a criação de novos impostos e está baseado na Teoria das Restrições (TOC – Theory of Constraints) e em expertises tecnológicas de sincronização de dados bancários, mercantis e fiscais.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes