Eleições 2020: seis capitais definem no 1º turno, dizem pesquisas

Belo Horizonte, Curitiba, Salvador, Natal, Campo Grande e Florianópolis podem ter definição nas Eleições 2020 em primeiro turno

O mês de novembro inicia com a contagem regressiva para a votação das Eleições 2020. Menos de duas semanas separam os candidatos do resultado das urnas. As últimas pesquisas, inclusive, mostram que pelo menos seis capitais brasileiras podem definir o futuro da prefeitura já no primeiro turno.

Quais capitais podem definir as Eleições 2020 no 1º turno?

A estimativa foi feita com base nas pesquisas realizadas pelo Ibope ou Datafolha na última semana, comparando as 26 capitais brasileiras.

Ao analisar todos os dados foi possível notar que Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Salvador (BA), Natal (RN), Campo Grande (MS) e Florianópolis (SC) tem disputa eleitoral que está no rumo para definição no primeiro turno, dia 15 de novembro.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A base para isso se dá ao calcular o percentual de preferência do candidato que lidera. Quando esse valor é maior que o de seus adversários somados, tal resultado é possível de ser previsto nas Eleições 2020.

Saiba mais: Eleições 2020: conheça as profissões dos candidatos das capitais

Das seis capitais citadas, em cinco delas o líder é o atual prefeito que busca a reeleição.

O cenário mais confortável está com Alexandre Kalil (PSD). Atual prefeito de Belo Horizonte, Kalil tenta nas eleições 2020 continuar no posto. Segundo o Ibope, ele segue com 63% das intenções de voto.

Outros candidatos que seguem na mesma toada de larga margem frente aos oponentes são Rafael Greca (DEM) em Curitiba, Gean Loureiro (DEM) em Florianópolis, Álvaro Dias (PSDB) em Natal e Marquinhos Trad (PSD) em Campo Grande. Todos buscam a reeleição.

Na capital baiana, o líder é Bruno Reis (DEM). Atual vice-prefeito, é apoiado pelo gestor ACM Neto, do mesmo partido. O crescimento nas pesquisas com seu nome bateu 19 pontos e na pesquisa Ibope de sexta-feira, dia 30 atingiu 61% da preferência.

Além dessas seis capitais, outra segue com tendência semelhante. Em São Luís (MA) também há chances de vitória no primeiro turno das Eleições 2020.

Isso porque o candidato da oposição, Eduardo Braide (Podemos), figura com 44% da preferência, pouco menos que a soma de seus adversários, segundo as pesquisas.

Pelo Brasil afora, segundo as pesquisas, as disputas devem seguir para o segundo turno, marcado para 29 de novembro.

De acordo com as pesquisas das Eleições 2020, DEM e PSDB seriam os dois partidos que levariam mais prefeituras pelas capitais. Cada legenda faturaria 5 prefeituras.

Os Democratas estão à frente em três grandes capitais: Eduardo Paes no Rio de Janeiro, Bruno Reis em Salvador e Rafael Greca em Curitiba. Em capitais menores, seguem em primeiro Gean Loureiro em Florianópolis e Josiel Alcolumbre em Macapá.

Do outro lado, os tucanos lideram apenas com Bruno Covas em São Paulo, dentre as capitais com mais de 1 milhão de habitantes. Em capitais menores, o PSDB lidera nas eleições 2020 com Álvaro Dias em Natal, Hildon Chaves em Porto Velho, Cinthia Ribeiro em Palmas e Minoru Kinpara em Rio Branco.

Na oposição ideológica, os partidos de esquerda, lideram pesquisas no Recife (João Campos-PSB), Porto Alegre (Manuela D’Ávila-PC do B), Belém (Edmílson Rodrigues-PSOL) e Aracaju (Edvaldo Nogueira-PDT). Há empate técnico em Vitória entre o petista João Coser e Gandini (Cidadania).

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes