Finanças para autônomos e freelancers: saiba o que considerar

Se você trabalha por conta é fundamental dar atenção especial às contas.

Dentre as dicas de finanças para autônomos está fazer uma reserva de emergência, guardar sempre, tomar cuidado com parcelamentos e avaliar alguns seguros.

0 79

Se você trabalha por conta própria precisa prestar ainda mais atenção às contas, já que as finanças para autônomos costumam ter algumas particularidades. Para começar, especialmente se você é freelancer, é natural que os rendimentos variem muito. E organizar o orçamento é fundamental para começar. 

Primeiramente, tenha uma planilha de despesas e receitas. Coloque nela todos os gastos e ganhos fixos e anote também os variáveis mês a mês. A partir daí, você pode substituir ou cortar as despesas que não forem necessárias. 

Separar as contas pessoas e as contas da empresa ou do trabalho é outro ponto importante. O ideal, inclusive, é ter uma conta para pessoa física e outra conta para pessoa jurídica. Algumas empresas, inclusive, exigem essa conta empresarial para fazer pagamentos. 

 

Cuidado com gastos bancários

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Neste cenário, avalie os serviços e produtos oferecidos pelas fintechs. Atualmente é possível ter conta PJ e cartão de crédito sem gastar nada. Quando se trata de organizar as finanças para autônomos, não gastar à toa é fundamental. 

Da mesma forma, não se esqueça de olhar frequentemente as tarifas cobradas. Muitas pessoas se esquecem de fazer isso e acabam pagando coisas sem saber. Por exemplo, um seguro que você nem pediu.

 

Considere seguros em suas finanças para autônomos

 

Mas falando em seguros, é muito importante para autônomos e freelancers avaliar se valeria a pena contar com eles, afinal, imprevistos acontecem e se não houver orçamento para cobrir  fica mais difícil. 

Há, por exemplo, seguros de vida que podem ser vitalícios, temporários, resgatáveis ou por sobrevivência. Eles podem garantir meios financeiros para você e sua família em caso de imprevistos. 

Segundo Bernardo Castello, diretor da Bradesco Vida e Previdência, o seguro de vida deve ser visto como um contrato que possibilita a aquisição de um patrimônio a ser convertido em proteção no futuro. “Embora não seja legalmente considerado herança, pode ser percebido dessa forma, na medida em que garante aos beneficiários o recebimento de uma quantia que pode fazer grande diferença em suas vidas”, explica.

Além disso, para quem é autônomo, é possível contratar uma cobertura de Diária por Incapacidade Temporária (DIT) caso ocorra, por exemplo, um acidente que o afaste de suas atividades. 

dicas de finanças para autônomos
Imagem: Reprodução / Unsplash

Use cartões e parcele com atenção

 

Outra dica de finanças para autônomos é tomar muito cuidado com dívidas. Quando a receita não costuma ser fixa é preciso ainda mais atenção ao usar cartão de crédito ou fazer parcelamentos. Isso pode evitar muita dor de cabeça. Se possível, pague à vista ou controle bastante os gastos futuros. 

Do mesmo modo, tenha uma reserva de emergência que garanta eventuais imprevistos. Dentre as dicas de finanças para autônomos e freelancers está guardar mais dinheiro quando entrar mais dinheiro. Não espere sobrar, simplesmente guarde um pouco assim que o valor entrar na conta.

De acordo com a equipe Meu Bolso em Dia, portal criado pela Febraban, a reserva de emergência deve ter de três a 12 vezes o dinheiro que você precisa para viver. Ou seja, se sua família gasta R$ 3.000 por mês, você deve se planejar para ter uma reserva de, no mínimo, R$ 9.000. Isso, é claro, pode ser feito aos poucos. Basta manter a frequência ao poupar dinheiro, mesmo que seja um pouco por vez.

 

Investir também é algo que deve fazer parte das finanças para autônomos

 

Finalmente, além da reserva de emergência, é importante pensar em investir. Quanto mais dinheiro guardado e aplicado, melhor para quem trabalha de forma autônoma. Segundo o portal Meu Bolso em Dia, da Febraban, para escolher uma aplicação adequada para imprevistos, considere aquelas com melhores retornos, mas principalmente que tenham liquidez, ou seja, que você possa resgatar o dinheiro a qualquer hora sem perdas financeiras. 

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes