O espaço está congestionado, alerta CEO da Rocket Lab

Segundo o CEO da Rocket Lab, o espaço está congestionado e o lixo espacial aumentando.

O espaço está congestionado, afirmou  na semana passada Peter Beck, o CEO da Rocket Lab, uma startup de lançamento.

Além disso, ele disse que a empresa já está começando a sentir o efeito do crescente congestionamento no espaço sideral.

Em 1978, o cientista da NASA Donald Kessler alertou sobre uma potencial reação em cadeia catastrófica em cascata no espaço sideral. Hoje conhecida como “Síndrome de Kessler”, a teoria postulava que o espaço acima da Terra poderia um dia ficar muito lotado. Assim, a poluição dos satélites ativos e os detritos das explorações espaciais anteriores podem tornar os empreendimentos espaciais futuros mais difíceis, se não impossíveis.

O CEO da Rocket Lab disse que o grande número de objetos no espaço agora – um número que está crescendo rapidamente graças em parte à constelação de internet via satélite da SpaceX, Starlink – está tornando mais difícil encontrar um caminho claro para foguetes lançarem novos satélites.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“Isso tem um impacto enorme no lado do lançamento”, disse ele. Bem como os foguetes “precisam tentar traçar seu caminho entre essas constelações [de satélites]”.

Parte do problema é que o espaço sideral permanece amplamente não regulamentado. O último tratado internacional amplamente aceito não foi atualizado em cinco décadas.

 

espaço está congestionado
Imagem: Reprodução / Pexels

Espaço está congestionado

A Rocket Lab se propôs a criar foguetes leves – muito menores do que os foguetes Falcon de 60 metros de altura da SpaceX. Eles  poderão enviar lotes de pequenos satélites para o espaço mensalmente ou mesmo semanalmente.

Desde 2018, o Rocket Lab lançou 12 missões bem-sucedidas e um total de 55 satélites no espaço para uma variedade de pesquisas e propósitos comerciais. Contudo, Beck disse que os problemas de tráfego em órbita pioraram nos últimos 12 meses.

A NASA e oficiais militares estão pressionando para que o governo dos Estados Unidos passe as funções de gerenciamento de tráfego para o Departamento de Comércio, que poderia trabalhar para estabelecer um sistema de rastreamento e gerenciamento mais abrangente e colaborativo internacionalmente.

O chefe da NASA, Jim Bridenstine, pressionou os senadores em uma audiência na semana passada para financiar esse esforço, observando que até a Estação Espacial Internacional teve que se esquivar dos destroços orbitais três vezes até agora neste ano, um índice sem precedentes.

A princípio, o Congresso no ano passado decidiu encomendar um estudo sobre o assunto, em vez de dar luz verde à reforma.

Informar Erro
Fonte CNN

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes