Esta é a primeira imagem do Buraco Negro no centro da via láctea

Durante anos, o buraco negro no centro da Via Láctea foi teorizado e estudado – e, finalmente, foi capturado em uma imagem. Os pesquisadores anunciaram a notícia na manhã de quinta-feira no National Press Club em Washington, DC, mas foi divulgada simultaneamente em todo o mundo, em uma série de coletivas de imprensa realizadas na Cidade do México, Xangai, Tóquio e outras cidades.

“Finalmente temos a primeira visão do nosso buraco negro da Via Láctea, Sagitário A*”, anunciou na quinta-feira uma equipe internacional de astrofísicos e pesquisadores da equipe do Event Horizon Telescope . “É o início de uma nova era da física dos buracos negros”, acrescentou.

Como é o Buraco Negro no centro da via láctea

Como é o Buraco Negro no centro da via láctea
Imagem do Sagittarius A*, buraco negro a mais de 26 mil anos-luz da Terra – Foto: EHT/divulgação

Os astrônomos anunciaram em 12 de maio que finalmente montaram uma imagem do buraco negro no centro de nossa galáxia.

O buraco negro, conhecido como Sagitário A*, aparece como uma silhueta escura pairando sobre o material brilhante que o cerca. A imagem revela a região turbulenta e retorcida imediatamente ao redor do buraco negro com novos detalhes e esclarece como os buracos negros se alimentam e crescem.

A 27.000 anos-luz de distância, o gigante é o buraco negro gigante mais próximo da Terra. Essa proximidade significa que Sgr A* é o buraco negro supermassivo mais estudado do universo. No entanto, Sgr A* e outros como ele continuam sendo alguns dos objetos mais misteriosos já encontrados.

Isso porque, como todos os buracos negros, Sgr A* é um objeto tão denso que sua atração gravitacional não deixa a luz escapar. Os buracos negros são “guardiões naturais de seus próprios segredos”, diz a física Lena Murchikova, do Instituto de Estudos Avançados de Princeton, NJ, que não faz parte da equipe do EHT. Sua gravidade aprisiona a luz que cai dentro de uma fronteira chamada horizonte de eventos. As imagens do EHT de Sgr A* e do buraco negro M87 vão até essa borda inescapável.

História do buraco negro

A compreensão da humanidade sobre os buracos negros mudou ao longo do tempo, à medida que novas observações e novas teorias expuseram detalhes dos misteriosos objetos escuros.

Conheça o som do buraco negro.

 

Você pode gostar também