Mulher idosa é presa após manter filho em cativeiro por 28 anos

Uma idosa na Suécia foi presa sob suspeita de manter seu filho em cativeiro por 28 anos. Ele foi encontrado sem os dentes e com diversos ferimentos pelo corpo.

Uma idosa na Suécia foi presa sob suspeita de manter seu filho em cativeiro por 28 anos.

A polícia mantém os nomes de ambos em anônimo.

De acordo com o jornal sueco Expressen, a mulher de 70 anos foi presa na segunda-feira (30) por suspeita de privação ilegal de liberdade e lesão corporal grave do seu filho de 41 anos.

Segundo os promotores, ela é acusada de mantê-lo prisioneiro em um bloco de apartamentos ao sul de Estocolmo.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com as informações, o homem foi retirado da escola aos 12 anos e depois nunca mais foi visto.

Assim, ele foi encontrado dentro do apartamento por uma parente, que prefere não se identificar, no domingo depois que descobriram que a idosa havia sido internada no hospital.

Ao ouvir a notícia, essa parente foi até o apartamento e encontrou a porta destrancada. Fazia mais de 20 anos que ela não visitava a idosa, pois ela sempre recusava receber visitas.

 

filho em cativeiro por 28 anos
Imagem: Reprodução / Getty Images

Idosa mantém filho em cativeiro por 28 anos

De acordo com esta parente, havia “urina, sujeira e poeira” por toda parte. Além disso, o homem estava sentado sobre um cobertor. Bem como estava sem dentes e havia feridas em suas pernas.

“Ele falava muito rápido e um pouco incoerente, mas não tinha medo de mim”, relatou.

“Há 20 anos espero por este dia porque descobri que ela controlava totalmente a vida dele, mas nunca imaginei a extensão disso. Eu sabia que ele estava lá e que devia estar com medo porque sua mãe era sua única sensação de segurança e agora ela se foi”, acrescentou ela.

Um vizinho que mora no bloco de apartamentos acrescentou que estava em “choque total”, pois nunca havia notado nada incomum.

O homem foi levado ao hospital com ferimentos não fatais. Contudo, precisou passar por uma cirurgia.

De acordo com o Ministério Público sueco, a idosa nega as acusações.

Fonte Sky News

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes