Fóssil de T-Rex é leiloado por US$ 31,8 milhões

Fóssil de T-Rex, apelidado de Stan, foi leilado por US$ 31,8 milhões. O comprador não foi identificado.

Um fóssil de T-Rex, apelidado de Stan, foi leiloado por US$ 31,8 milhões no evento  20th Century Evening Sale.

O leilão aconteceu na terça-feira (06) e incluiu obras de Picasso, Pollock e Monet. Mas, durante o evento, muitos observadores se perguntavam qual comprador anônimo agora possuía um Tiranossauro Rex multimilionário.

A guerra de lances durou cerca de 20 minutos e terminou com compradores por telefone em Londres e Nova York. O preço disparou de um início de US$ 3 milhões, com o lance final feito em Londres por James Hyslop, chefe da casa de leilões Scientific Instruments, Departamento de Globos e História Natural. Contudo, o comprador não foi identificado.

 

fóssil de T-Rex
Imagem: Reprodução q Getty Images

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Leilão do fóssil de T-Rex

De acordo com Hyslop, é raro que os paleontólogos encontrem fósseis de tiranossauro tão completos quanto Stan. Além disso, é ainda mais raro que tais esqueletos apareçam no mercado. 

A última vez que um espécime comparável foi a leilão foi em 1997, quando um T-Rex chamado Sue foi vendido por US$ 8,36 milhões ao Field Museum of Natural History em Chicago.

“Nunca esquecerei o momento em que fiquei cara a cara com ele pela primeira vez”, disse Hyslop sobre Stan. “Ele parecia ainda maior e mais feroz do que eu imaginava”.

Stan tem 3,9 metros de altura e 3,6 de comprimento. O fóssil, em homenagem ao paleontólogo amador Stan Sacrison que descobriu os restos mortais em 1987, passou os últimos anos no Instituto Black Hills de Pesquisa Geológica em Dakota do Sul para estudos.

Nas últimas duas décadas, os pesquisadores teorizaram que perfurações no crânio de Stan e nas vértebras do pescoço fundidas demonstram que este tiranossauro era um guerreiro. Assim como, provavelmente, um sobrevivente a ataques de sua própria espécie. 

De acordo com os cientistas, o dinossauro pesaria quase 8 toneladas quando estava vivo, mais que o dobro do peso de um elefante africano moderno.

Fonte NY Times

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes