Índia atinge oito milhões de casos de coronavírus

Índia atinge oito milhões de casos de coronavírus, e se torna o segundo país a atingir essa marca. O inverno e os futuros festivais trazem preocupação que esse número aumente.

Índia atinge oito milhões de casos de coronavírus. Assim, o país se tornou o segundo a atingir esse número de contaminações no mundo.

Contudo, ainda há temores de um novo aumento devido a uma série de festivais hindus que estão por vir – incluindo o Diwali.

Os números mais recentes do ministério da saúde relataram 49.881 infecções e 517 mortes nas últimas 24 horas. O que elevou a contagem geral de casos para mais de 8,04 milhões e o número de mortes para 120.527.

Enquanto a nível nacional a taxa de infecção diária está caindo, a capital, New Delhi, viu seu pior dia na quarta-feira (28), com 4.853 novos coronavírus casos.

O Dr. T. Jacob John, um virologista aposentado que era chefe do departamento de virologia do Hospital CMC, alertou que na maior parte do país a curva de infecção nunca foi nivelada.

 

Índia atinge oito milhões
Imagem: reprodução / pixabay

Índia atinge oito milhões de casos de covid-19

John acrescentou que a temporada de festivais provavelmente causaria um aumento na taxa de infecções. Pois as pessoas se reúnem sem máscaras e distanciamento social.

Lojas, empresas, trens e cinemas foram reabertos. Além disso, o terceiro maior estado do país, Bihar – com sua população de 122 milhões de habitantes – está em eleições.

E, além de ser atualmente o mês de Kartika – o mês mais sagrado do calendário hindu, com festivais que incluem os cinco dias de Diwali – o inverno trará um clima mais frio e seco.

Há preocupações de que as condições – e o aumento associado nos níveis de poluição – levem a um aumento nos casos de covid-19 e outras doenças respiratórias na democracia mais populosa do mundo.

A Índia relatou poucos casos de coronavírus no início da pandemia, mas viu um aumento acentuado quando o verão começou.

Só em agosto, o país somou mais de dois milhões de novos casos e, em setembro, outros três milhões de pessoas contraíram o vírus. No pior dia, houve 97.894 novas infecções e 1.275 mortes.

Fonte Sky News
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.