Projeto supersônico promete voar a 3.700 km por hora e fazer SP-Miami em apenas 1h45

Avião supersônico poderá tornar as viagens comerciais ainda mais rápidas e inovar no setor.

A Virgin Galactic e a Rolls-Royce anunciaram uma parceria para desenvolver o projeto supersônico, uma nova aeronave comercial que pode triplicar a velocidade do som, que é de aproximadamente 3.700 km/h. É cerca de quatro vezes mais rápido que o aviões utilizados atualmente.

Por exemplo, a viagem entre São Paulo e Miami (EUA) poderá ser reduzida das atuais 7h40 de voo para cerca de 1h45.

Da mesma forma, as viagens entre Nova York (EUA) e Londres (Reino Unido) levariam apenas 1h30. Atualmente, o tempo médio de voo do United Airlines Boeing 787 entre as duas cidades é de seis horas.

No entanto, a viagem com o projeto supersônico será para apenas poucos sortudos. A especificação da nova aeronave prevê que, dependendo da configuração da cabine, ela terá capacidade entre 9 e 19 passageiros.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com o comunicado emitido pela Virgin Galactic, a filosofia da nova aeronave é tornar as viagens de alta velocidade práticas, sustentáveis, seguras e confiáveis, priorizando a experiência do cliente.

“A Virgin Galactic projeta a aeronave para uma variedade de cenários operacionais, incluindo serviços de passageiros em rotas comerciais de longo curso. A aeronave decolaria e aterrissaria como qualquer outra aeronave de passageiros e poderá ser integrada à infraestrutura aeroportuária no espaço aéreo internacional em todo o mundo”, afirmou.

 

projeto supersonico da virgin galactic
Imagem: Reprodução / Instagram Virgin Galactic

Projeto supersônico não tem data de lançamento

O projeto ainda não tem data de início. O acordo entre as duas empresas prevê que a Rolls-Royce trabalhe em conjunto para desenvolver a tecnologia de propulsão para aeronaves de alta velocidade. Um dos objetivos é evitar os problemas do passado que afetaram a lucratividade dos voos supersônicos comerciais.

A Rolls-Royce também foi a fabricante de motores do Concorde. Porém, o alto consumo de combustível foi um dos principais problemas da aeronave. 

Atualmente, a empresa está trabalhando de uma maneira para que o futuro seja diferente. “Estamos entusiasmados com a parceria com a Virgin Galactic para explorar o futuro de voos sustentáveis ​​de alta velocidade”, disse Tom Bell, presidente e CEO da Rolls-Royce North America.

O novo projeto poderá usar um novo tipo de combustível, mas as empresas não especificaram o que é. “O projeto de aeronaves também deve ajudar a pavimentar o caminho para o uso de combustível de aviação sustentável e inovador. Espera-se também que a base para tecnologias e técnicas sustentáveis ​​no design de aeronaves sirva como catalisador para adoção em todo o mundo”, afirmou.

Fonte News Beezer

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes