Trump aceita transição da presidência dos EUA para Biden

Donald Trump aceitou que deve começar uma transição formal dos EUA para que o presidente eleito Joe Biden assuma o cargo.

Após tanto relutar, Donald Trump aceita transição da presidência dos EUA.

Assim, o presidente aceitou que deveria começar uma transição formal dos EUA para que o presidente eleito, Joe Biden, assumisse o cargo.

De acordo com o presidente, a agência federal que supervisiona a transferência deve “fazer o que precisa ser feito”, mesmo quando ele prometeu continuar contestando sua derrota nas eleições.

A Administração de Serviços Gerais (GSA) disse que reconhecia Biden como o ” aparente vencedor”.

Isso aconteceu quando a vitória de Biden no estado de Michigan recebeu a certificação oficial, o que foi um grande golpe para Trump.

O anúncio do GSA significa que o presidente eleito agora tem acesso a briefings de segurança, escritórios e funcionários do governo enquanto se prepara para assumir o cargo em 20 de janeiro.

Além disso, nesta terça-feira (24) Biden começará a anunciar os nomes que deseja nos cargos mais importantes de seu gabinete.

 

Trump aceita transição da presidência
Imagem: reprodução / pexels

Trump aceita transição da presidência

A equipe de Biden saudou  o início do processo de transição, à medida que o presidente eleito democrata se prepara para tomar posse em 20 de janeiro.

“A decisão de hoje é um passo necessário para começar a enfrentar os desafios que nosso país enfrenta. Que inclui manter a pandemia sob controle e nossa economia de volta aos trilhos”, disse um comunicado da equipe.

Além disso, hoje Biden começou a revelar as indicações para sua equipe de política externa e segurança nacional. Poderão fazer parte desse time seus antigos colegas que participaram do governo Obama.

Dessa forma, ele deve nomear Anthony Blinken como secretário de Estado e John Kerry como enviado para o clima. Bem como Janet Yellen é considerada a primeira secretária do Tesouro dos Estados Unidos.

A lista de seleções veio antes de um anúncio formal nesta terça-feira. Contudo, a maioria das nomeações exigirá confirmação do Senado.

Fonte BBC
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.