Trump aceita transição da presidência dos EUA para Biden

Donald Trump aceitou que deve começar uma transição formal dos EUA para que o presidente eleito Joe Biden assuma o cargo.

Após tanto relutar, Donald Trump aceita transição da presidência dos EUA.

Assim, o presidente aceitou que deveria começar uma transição formal dos EUA para que o presidente eleito, Joe Biden, assumisse o cargo.

De acordo com o presidente, a agência federal que supervisiona a transferência deve “fazer o que precisa ser feito”, mesmo quando ele prometeu continuar contestando sua derrota nas eleições.

A Administração de Serviços Gerais (GSA) disse que reconhecia Biden como o ” aparente vencedor”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Isso aconteceu quando a vitória de Biden no estado de Michigan recebeu a certificação oficial, o que foi um grande golpe para Trump.

O anúncio do GSA significa que o presidente eleito agora tem acesso a briefings de segurança, escritórios e funcionários do governo enquanto se prepara para assumir o cargo em 20 de janeiro.

Além disso, nesta terça-feira (24) Biden começará a anunciar os nomes que deseja nos cargos mais importantes de seu gabinete.

 

Trump aceita transição da presidência
Imagem: Reprodução / Pexels

Trump aceita transição da presidência

A equipe de Biden saudou  o início do processo de transição, à medida que o presidente eleito democrata se prepara para tomar posse em 20 de janeiro.

“A decisão de hoje é um passo necessário para começar a enfrentar os desafios que nosso país enfrenta. Que inclui manter a pandemia sob controle e nossa economia de volta aos trilhos”, disse um comunicado da equipe.

Além disso, hoje Biden começou a revelar as indicações para sua equipe de política externa e segurança nacional. Poderão fazer parte desse time seus antigos colegas que participaram do governo Obama.

Dessa forma, ele deve nomear Anthony Blinken como secretário de Estado e John Kerry como enviado para o clima. Bem como Janet Yellen é considerada a primeira secretária do Tesouro dos Estados Unidos.

A lista de seleções veio antes de um anúncio formal nesta terça-feira. Contudo, a maioria das nomeações exigirá confirmação do Senado.

Informar Erro
Fonte BBC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes