Prorrogação do Auxílio Emergencial 2021: veja valor e quem vai receber

Os beneficiários do auxílio emergencial precisam continuar cumprindo as regras para se manterem elegíveis ao pagamento da extensão

A prorrogação do auxílio emergencial 2021 se estenderá por mais três meses. Instituído pela Medida Provisória nº 1.039, o benefício tinha a previsão inicial de ser pago em quatro parcelas, mas com a extensão, chegará a sete parcelas.

Diante disso, a previsão é de que os pagamentos tenham início neste mês  de agosto. Assim, mais cerca de 40 milhões de pessoas serão beneficiadas em todo o país.

Para o ministro da cidadania, João Roma, o auxílio tem sido uma importante ferramenta para as famílias. “Muitos pais e mães ficaram impedidos de ganhar seu sustento, e podem avançar dentro da nossa sociedade com o mínimo de dignidade”, afirmou.

Quem tem direito?

Podem receber o auxílio emergencial os trabalhadores informais, Microempreendedores Individuais (MEI), autônomos e desempregados.

Mas, de acordo com o Decreto 10.740, para ter direito ao pagamento das parcelas estabelecidas pela prorrogação do auxílio emergencial 2021, é preciso se manter elegível. Para isso, se deve cumprir os requisitos estabelecidos pela MP 1.039/21. Os principais são:

 

  •  ter mais de 18 anos (exceto no caso de mães adolescentes de 12 a 17 anos com pelo menos um filho);
  • não ter carteira assinada (vínculo formal ativo); 
  • não receber benefício previdenciário, assistencial, trabalhista ou programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família e do abono salarial do PIS/Pasep; 
  • não ter renda familiar mensal per capita acima de meio salário mínimo;
  • não ser membro de família com renda mensal total acima de três salários mínimos; 
  • não morar no exterior; 
  • não estar preso em regime fechado nem receber auxílio-reclusão;
  • não ter indicativo de óbito no Sistema Nacional de Informações de Registro Civil (SIRC) ou no Sistema de Controle de Óbitos (Sisobi);
  • não ter CPF vinculado, como instituidor, à concessão de pensão por morte de qualquer natureza;
  • não estar com o auxílio emergencial ou a extensão do auxílio cancelado no momento da avaliação de elegibilidade da nova rodada;

 

Vale ressaltar que também tem direito de receber o benefício, as pessoas que fazem parte do Bolsa Família. Isso ocorre quando o valor do auxílio emergencial é considerado mais vantajoso que o recurso recebido pelo programa.

Assim, o Bolsa Família é bloqueado durante o pagamento da extensão, não sendo possível acumular os dois benefícios. 

 

Quanto vou receber?

Não foram feitas mudanças quanto ao valor da extensão do auxílio emergencial, no entanto, o dinheiro recebido por cada beneficiário pode ser diferente. Isso ocorre porque o pagamento é feito conforme a composição familiar, ficando da seguinte forma:

  • A mulher provedora de família monoparental receberá, mensalmente, R$ 375,00;
  • As famílias que possuem mais de duas pessoas, recebem mensalmente o valor de R$ 250,00;
  • Na hipótese de família unipessoal, o valor do benefício será de R$ 150,0 mensais;

É importante ressaltar que o pagamento está limitado a um beneficiário por família.

 

Pagamento da prorrogação do Auxílio Emergencial 2021

Pagamento da prorrogação do Auxílio Emergencial 2021
Foto: Pixabay

 

O calendário de pagamento das três parcelas extras deve ser definido nas próximas semanas, mas para os integrantes do Bolsa Família, nada vai mudar. Esse público continua recebendo de acordo com o calendário habitual do programa.

Com isso, os pagamentos da 5ª parcela acontecem a partir do dia 18 e se estendem até o dia 31 de agosto. O benefício será operacionalizado e pago conforme os mecanismos já utilizados nos pagamentos que foram realizados de abril até julho.

Vale ressaltar que para o público geral existem dois ciclos de pagamentos: no primeiro acontece o depósito e a liberação do dinheiro para ser movimentado através do Caixa Tem e, no segundo momento, é feita a liberação para saques e transferências. 

Por outro lado, os beneficiários do Bolsa Família, podem utilizar o dinheiro e fazer saques na mesma data do depósito, utilizando o cartão cidadão ou cartão do Bolsa Família.

 

Acompanhe seu benefício 

Mensalmente a Dataprev e o Ministério da Cidadania realizam a verificação dos dados dos beneficiários e, para  pagamento das três novas parcelas não será diferente.

Então, o cidadão pode acompanhar a liberação do pagamento acessando o site da DataprevO sistema disponibiliza informações sobre as datas de pagamento, liberação das próximas parcelas, motivos que possam levar ao bloqueio do benefício e a possibilidade de contestação. 

LEIA TAMBÉM: Tem como solicitar o auxílio emergencial 2021 extensão?

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes