Quais as chances do Grêmio cair para a Série B? Veja números

Após a vitória do Juventude na terça-feira (30), o Tricolor precisa de três vitórias nos três jogos restantes

A torcida do Grêmio ficou ainda mais preocupada com a situação da equipe depois da vitória do Juventude contra o Red Bull Bragantino na última terça-feira (30). Com o triunfo, o time de Caxias do Sul atingiu 43 pontos na tabela do Campeonato Brasileiro e dificultou ainda mais a situação gremista, que, agora, precisa vencer as três partidas restantes na competição. Com isso, confira quais as chances do Grêmio cair para a Série B.

Quais as chances do Grêmio cair?

De acordo com o Departamento de Matemática da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), o Grêmio tem 98% de chance de ser rebaixado para a Série B. O Tricolor gaúcho atingiu essa marca após perder para o Bahia na sexta-feira (26) e ver o Juventude derrotar o Red Bull Bragantino, na terça-feira, (30) por 1 a 0 em Caxias do Sul.

Os números desfavoráveis refletem o momento do Grêmio na tabela do Brasileirão. Em 18º com 40 pontos, a equipe estará oficialmente rebaixada para a Série B em caso de derrota para o São Paulo, na quinta-feira (2), e vitória do Bahia, em Salvador, contra o Atlético-MG, também na quinta-feira, ou empate (pelo menos) do Athletico contra o  Cuiabá, na Arena da Baixada, na sexta (3).

Além disso, o Tricolor gaúcho entrará em campo contra a equipe paulista já sabendo do resultado do time baiano, uma vez que essa partida começa às 18h e a do Grêmio às 20h.

Para continuar sonhando com a primeira divisão em 2022, o time de Vagner Mancini precisa vencer as três partidas restantes (São Paulo, Corinthians e Atlético-MG) na competição. A equipe chegaria a 45 pontos e precisaria torcer para os rivais contra o rebaixamento – Bahia, Athletico, Cuiabá, Juventude e Atlético-GO – não atingirem, ou superarem, a pontuação.

Confira as chances de rebaixamento na Série A:

  • Chapecoense: 100%
  • Sport: 100%
  • Grêmio: 98%
  • Bahia: 53,3%
  • Athletico: 21,3%
  • Juventude: 11,1%
  • Cuiabá: 10,5%
  • Atlético-GO: 4,4%
  • São Paulo: 1,1%
  • Santos: 0,39%

Fonte: Departamento de Matemática da UFMG

Leia também: Quem é o maior vencedor da Bola de Ouro? Veja o ranking

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes