Quais as chances do Grêmio cair para a Série B? Veja números

A torcida do Grêmio ficou ainda mais preocupada com a situação da equipe depois da vitória do Juventude contra o Red Bull Bragantino na última terça-feira (30). Com o triunfo, o time de Caxias do Sul atingiu 43 pontos na tabela do Campeonato Brasileiro e dificultou ainda mais a situação gremista, que, agora, precisa vencer as três partidas restantes na competição. Com isso, confira quais as chances do Grêmio cair para a Série B.

Quais as chances do Grêmio cair?

De acordo com o Departamento de Matemática da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), o Grêmio tem 98% de chance de ser rebaixado para a Série B. O Tricolor gaúcho atingiu essa marca após perder para o Bahia na sexta-feira (26) e ver o Juventude derrotar o Red Bull Bragantino, na terça-feira, (30) por 1 a 0 em Caxias do Sul.

- PUBLICIDADE -

Os números desfavoráveis refletem o momento do Grêmio na tabela do Brasileirão. Em 18º com 40 pontos, a equipe estará oficialmente rebaixada para a Série B em caso de derrota para o São Paulo, na quinta-feira (2), e vitória do Bahia, em Salvador, contra o Atlético-MG, também na quinta-feira, ou empate (pelo menos) do Athletico contra o  Cuiabá, na Arena da Baixada, na sexta (3).

Além disso, o Tricolor gaúcho entrará em campo contra a equipe paulista já sabendo do resultado do time baiano, uma vez que essa partida começa às 18h e a do Grêmio às 20h.

Para continuar sonhando com a primeira divisão em 2022, o time de Vagner Mancini precisa vencer as três partidas restantes (São Paulo, Corinthians e Atlético-MG) na competição. A equipe chegaria a 45 pontos e precisaria torcer para os rivais contra o rebaixamento – Bahia, Athletico, Cuiabá, Juventude e Atlético-GO – não atingirem, ou superarem, a pontuação.

Confira as chances de rebaixamento na Série A:

- PUBLICIDADE -

  • Chapecoense: 100%
  • Sport: 100%
  • Grêmio: 98%
  • Bahia: 53,3%
  • Athletico: 21,3%
  • Juventude: 11,1%
  • Cuiabá: 10,5%
  • Atlético-GO: 4,4%
  • São Paulo: 1,1%
  • Santos: 0,39%

Fonte: Departamento de Matemática da UFMG

Leia também: Quem é o maior vencedor da Bola de Ouro? Veja o ranking