Como ajudar o sul da Bahia: 116 cidades foram afetadas pela chuva

37 cidades baianas já têm comunidades inteiras debaixo d’água

Neste fim de ano, a Bahia vem sofrendo com as fortes chuvas em todo o estado. No entanto, desde o dia 23 de dezembro, as regiões Sul e Sudoeste, principalmente, estão sendo fortemente atingidas por temporais e enxurradas. O que está acontecendo na Bahia não se via há décadas. Segundo o governador Rui Costa (PT), já são 37 cidades com comunidades embaixo d’água. Entenda a situação e saiba como ajudar o sul da Bahia.

O que está acontecendo no sul da Bahia?

As fortes chuvas na Bahia começaram em novembro e desde então vêm castigando o estado, que sofre com alagamentos e enchentes. Nos últimos dias, no entanto, o sul e o sudoeste baianos vêm sendo atingidos por uma das maiores enxurradas das últimas décadas. Segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), mais de 430 mil pessoas já foram afetadas pelos alagamentos.

Duas barragens se romperam no fim de semana, uma em Vitória da Conquista e outra em Jussiape, que fica na Chapada Diamantina. Algumas cidades estão completamente alagadas e o Corpo de Bombeiros monitora mais dez barragens na região para tentar evitar uma tragédia ainda maior. O que está acontecendo na Bahia é uma situação que envolve cidades importantes como Itabuna e Ilhéus, por exemplo, importantes destinos turísticos da região.

O governo do estado está instalando bases de apoio em algumas das cidades mais atingidas, a fim de ajudar as pessoas que estão passando por dificuldades e também retomar serviços essenciais para a população. A previsão do tempo indica que as chuvas devem continuar pelo menos nos próximos dias na região.

Como ajudar o sul da Bahia

Algumas ONGs e iniciativas estão trabalhando para ajudar o sul da Bahia. Então, confira uma lista com as principais iniciativas e saiba como ajudar a região do Nordeste.

Feira de Santana

Em Feira de Santana, o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) e o Hospital Estadual da Criança estão arrecadando roupas, calçados, alimentos e água potável. Igrejas e comunidades cristãs também recebem donativos e doações em dinheiro.

OAB Feira de Santana

Como ajudar moradores da Bahia

A sede da OAB na cidade está arrecadando produtos de higiene e limpeza e alimentos não perecíveis. Rua Coronel Alvaro Simões, 74 (Em frente ao fórum Filinto Bastos), das 9h às 17h.Além de donativos podem ser feitas doações através de PIX. Mais informações pelas redes sociais da instituição aqui.

Corpo de Bombeiros – Como ajudar o sul da Bahia

As unidades da instituição na capital e no interior estão recebendo apenas donativos como alimentos não perecíveis, água, materiais de higiene pessoal e de limpeza, além de roupas e sapatos em bom estado. O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) alerta que não recebe nem solicita doações em espécie (dinheiro), por meio de transferências bancárias, pix ou forma similar de valores financeiros.

Cidade de Itabuna

Na cidade de Itabuna, uma das mais afetadas, a Defesa Civil disponibilizou uma conta bancária para as doações em dinheiro. A chave PIX para transferências é o e-mail da instituição: defesacivil@itabuna.gov.br. Já em Salvador, é possível fazer doação de roupas, alimentos, itens de higiene e água na sede do grupo Voluntárias Sociais da Bahia (Palácio da Aclamação – Av. Sete de Setembro, 1330, bairro Campo Grande).

Instituto Liga do Bem – Como ajudar o sul da Bahia

O Instituto Liga do Bem, que fica na R. Manoel Antônio Galvão, 25, no bairro do Pituaçu, também está funcionando como ponto de coleta de roupas e mantimentos. Quem não mora no estado e quer ajudar, pode enviar dinheiro pelo PIX do instituto, cuja chave é o CNPJ 35.759.019/0001-09.

Cruz Vermelha

Em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro, a Cruz Vermelha também está mobilizada para arrecadar doações. Mais informações pelo telefone (21) 2507-3392.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes