Smart Fit perde 191 mil clientes em 3 meses por conta da pandemia

Crise vinda com a pandemia fez a Smart Fit, uma das redes mais prósperas no segmento fitness, ser afetada em grande escala

A rede de academias Smart Fit, criada com um propósito de ser acessível a maior parte da população, registrou perda de 191 mil clientes nos últimos três meses. O número impressiona e mostra o impacto forte causado pelos meses de fechamento e as incertezas econômicas trazidas pela pandemia do novo coronavírus no Brasil.

Os acionistas da empresa receberam um documento em 7 de outubro traçando um raio-X da operação. A revista Exame obteve os dados e lá consta a perda de 191 mil alunos pela rede desde 7 de julho. Naquele mês, as academias Smart Fit reuniam 2.637.000 de alunos. Agora, em outubro, o número caiu para 2.446.000.

Hoje, a Smart Fit tem em sua rede 830 academias, sendo 332 no Brasil, país que concentra a maior parte delas. Na sequência está o México, que possui outras 166 unidades. Mesmo que os números mostrem um panorama negativo, o relatório enviado aos acionistas aponta que nenhuma unidade da rede foi fechada no país.

O documento ainda reforça que o ritmo de frequência dos alunos nas academias Smart Fit está sendo retomado, com as necessidades sanitárias sendo respeitadas, mas não foi informado um porcentual de melhora no fluxo.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Com foco na retomada, ainda de acordo com o documento direcionado aos acionistas da rede, a empresa irá focar em um modelo híbrido de treinamento. Isso contemplará suporte a clientes que queiram complementar sua jornada de exercícios em casa, mantendo ainda a relação central de exercícios nas academias Smart Fit, presencialmente.

Informar Erro
Siga-nos no 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes