Terremoto de escala 7.0 atinge Turquia e Grécia nesta sexta-feira (30)

De acordo com agências americanas, terremoto que atingiu a cidade de Izmir, costa da Turquia e Ilhas Samos, na Grécia, foi maior de 7.0 na escala Richter. Segundo órgãos turcos, o tremor deixou, até o momento, quatro mortos e 30 feridos.

Um terremoto atingiu o Mar Egeu nesta sexta-feira (30), e foi sentido na Turquia e na Grécia. Ao menos quatro pessoas morreram – uma delas afogada –  e 120 ficaram feridas em Izmir, região de Sivrice, na Turquia, de acordo com informações oficiais.  Agências que monitoram tremores de terra registraram dados diferentes: a Turquia afirma que foi um terremoto de magnitude 6.6 na Escala Richter, mas outra agência, controlada pelos Estado Unidos, diz que foi maior do que 7.0.

Terremoto atingiu terceira maior cidade da Turquia

Os locais mais atingidos foram a cidade de Izmir, na costa da Turquia – a terceira maior cidade do país –  e a Ilha Samos, na Grécia.  Segundo relatos do ministro do Interior da Turquia, Suleyman Soylu, 20 prédios desabaram na cidade em Izmir, deixando nuvens de detritos em várias partes do município. Outras ilhas e cidades próximas aos dois locais, incluindo Istambul, maior cidade da Turquia e a capital da Grécia, Atenas, também sentiram os abalos, mas não tiveram danos.

Izmir tem histórico de tremores de terra

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Izmir tem 3 milhões de habitantes e é a terceira maior cidade da Turquia, atrás da capital Ancara e Istambul.  A região de Sivrice tem histórico de terremotos.  Em 1999, um tremor de terra no local matou cerca de 17 mil pessoas e em janeiro deste ano, outro incidente matou 30 pessoas, deixando 1600 feridos. A Grécia e a Turquia estão situadas sobre falhas geológicas, o que torna os terremotos frequentes nestas regiões. 

Há risco de tsunami, segundo autoridades

No acidente desta sexta-feira (30), os dados dos órgãos turcos informaram que o epicentro aconteceu a cerca de 17 quilômetros da costa da Turquia, a uma profundidade de 16 quilômetros, às 8h51 (Horário de Brasília). Existe a preocupação das autoridades dos dois países com risco de tsunami.

 

O presidente da Turquia, Recep Erdogan, se manifestou no Twitter sobre o terremoto e prometeu ajuda a todos cidadãos. “Tomamos medidas para iniciar o trabalho necessário na região com todas as nossas instituições“.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes