Tipos de uva para vinho: saiba as principais características e como harmonizar

Conheça os principais tipos de uva para vinhos, as origens e principais características de cada uma. Veja também dicas de como harmonizar e escolher um bom vinho para cada ocasião.

A partir do momento que você conhece os tipos de uva para vinho, a sua vida se torna um pouco mais fácil na hora escolher uma boa bebida. Afinal, conhecer os tipos da fruta é fundamental para harmonizá-lo perfeitamente.

Se você ainda não conhece os diferentes tipos de uva ou não faz ideia de como escolher um vinho, separamos as mais importantes, que são cultivadas no mundo todo.

Além disso, você poderá conhecer a origem, as melhores harmonizações de cada uma e ao final te damos algumas dicas para escolher a bebida certa.

 

tipos de uva para vinho
Imagem: Reprodução / Elle Hughes

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Tipos de uva para vinho: conheça as diferenças

Conheça os diferentes tipos de uva para vinho, suas diferenças e origens.

 

Cabernet Sauvignon

Essa uva é uma das mais populares do mundo. Ela tem sua origem na região de Bordeaux, França, porém é também cultivada em outros países produtores de vinho.

A carbenet sauvignon produz vinhos mais encorpados com aromas herbáceos e taninos discretos. Ainda assim, eles podem ser tanto brancos como tintos, e são mais secos.

Os vinhos dessa uva harmonizam bem com queijos, carnes, pastas e pratos mais gordurosos.

 

Merlot

A uva Merlot também tem origem francesa e é uma das mais produzidas ao redor do mundo. Países como Itália, Chile e Austrália cultivam a uva e produzem bons vinhos Merlot.

De maneira geral, o Merlot tem um caráter mais frutado com taninos macios. Ele apresenta notas de morango, framboesa, ameixa, amora e groselha. 

Além disso, este é um vinho mais versátil, que possibilita diferentes harmonizações.

 

Malbec

A uva Malbec é originária da região de Cahors, também na França. Contudo, atualmente este não é mais um vinho com alta apreciação nas terras francesas. Sendo, inclusive, pouco produzido por lá. Nesse momento, a Argentina é o maior produtor de Malbec.

O Malbec produzido na França é mais rústicos e firme, já o da Argentina  é encorpado e concentrado. Contudo, os produzidos no Brasil são mais frutados.

Dessa forma, a harmonização do Malbec pode ser feita com carnes de corte para churrasco como chorizo, costela e também massas.

 

Pinot Noir

A Pinot Noir tem origem na região de Borgonha, na França. O vinho dessa uva tem notas que remetem a cerejas, cogumelos e frutas vermelhas maduras. 

Bem como os vinhos da Pinot Noir podem ser rosé, tintos e até mesmo brancos.

Além disso, esse vinho também é bem versátil na harmonização, e combina com carnes brancas como porco, frango, e também salmão, cordeiro, pato e vitela.

 

Chardonnay

A Chardonnay faz parte do time das uvas brancas. Ela também tem sua origem na região de Borgonha na França, e hoje em dia é produzida em diversos países como Brasil, EUA, Chile e Austrália. Aliás, sua produção no Brasil já recebeu diversos prêmios como melhor vinho.

Os vinhos Chardonnay são encorpados e têm aromas frutados, que variam de frutas cítricas, como maçã e limão, até frutas mais maduras, como pêssego e abacaxi.

Logo, esse vinho tem pode ser harmonizado com queijos, frutos do mar, aves e massas com molho branco.

 

Syrah

Atualmente, a Syrah tem uma ampla produção na Espanha, Argentina e Austrália. Neste vinho, os taninos se sobressaem, dando muito mais personalidade. Além disso, uma das suas característica mais  marcante é o envelhecimento, que melhora substancialmente a bebida.

Dessa forma, os vinhos Syrah harmonizam muito bem com queijos maduros e carnes de caça com sabor pronunciado

 

Carménère

A Carmérère é uma ‘prima’ do Merlot. Ela também é originária da região de Bordeaux, França. Após uma grande praga que varreu muitas videiras da Europa, ela foi considerada extinta. Mas, felizmente, algumas mudas foram para o Chile.

Atualmente, o Carmérère é considerado um dos principais vinhos do Chile e apresenta uma vasta carga aromática, com evidências de notas frutais.

Em suma, este vinho harmoniza bem com carnes assadas com pouca gordura, peixes gordurosos, massas a base de molho vermelho e queijos cremosos.

 

tipos de uva para vinho
Imagem: Reprodução / Kaboompics

Como escolher vinhos

Muitas vezes queremos dar um toque a mais no jantar e servir um bom vinho. Ou até mesmo para um encontro romântico ou reuniões com os amigos. Por isso, separamos algumas dicas de como escolher vinhos que harmonizam perfeitamente com os seus momentos.

 

Conheça o tipo da uva

Antes de escolher um vinho, leia um pouco sobre o tipo da uva de sua origem. A partir dessas características, você saberá se ele é mais frutal, seco, suave, e quais notas de sabores são mais predominantes. Assim, conseguirá realizar uma melhor harmonização.

 

Harmonize com os pratos

Ao ler sobre o tipo da uva e conferir quais notas são mais fortes, veja com quais pratos o vinho combina mais. Alguns vinhos harmonizam melhor com carnes, outros são perfeitos com queijos. Assim, ao ter essas informações, as chances de acertar na escolha do vinho aumentam.

 

Saiba o que te agrada

Além de saber como harmoniza, é importante levar em consideração também o seu gosto pessoal. Algumas pessoas não gostam de vinhos tintos ou secos, outras preferem vinhos mais frutais.

Acima de tudo, pense no tipo de vinho que você mais gosta, as notas de sabores que mais te agrada e veja as harmonizações que são boas para ele.

 

Aposte na versatilidade

Se você participará de um jantar ou uma festa e não sabe o cardápio, dê preferência para um vinho versátil. Em suma, os vinhos que são mais versáteis harmonizam com mais tipos de pratos. Além disso, são ótimos também para presentear alguém em especial.

Informar Erro
Fonte Todo Vino Familia Valduga

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes