Vacina aprovada: brasileiros comemoram com chuva de memes

Na tarde deste domingo (17), o órgão de saúde nacional aprovou o uso emergencial dos imunizantes CoronaVac e da astrazeneca no Brasil.

Nesta tarde, a vacina contra COVID-19, CoronaVac foi aprovada para uso emergencial no Brasil. A decisão da Anvisa foi unanime, com cinco votos favoráveis dos diretores do órgão. Inclusive, a primeira pessoa já foi vacinada logo após o fim da reunião. Com a decisão da Anvisa, os usuários usaram as redes sociais para se manifestar e comemorar a autorização do uso do imunizante.

Além da CoronaVac, a vacina de Oxford também foi aprovada para uso emergencial.

Reação no Twitter

Logo após a divulgação da decisão de aprovar o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford, os usuários das redes sociais já se mobilizaram para comentar a aprovação. Muitas pessoas comemoraram e fizeram memes com a situação. Confira algumas:

- PUBLICIDADE -

Leia também

Covid-19: hospitais particulares de São Paulo tem fila de…

Nova companhia área começa a operar em março no Brasil

Primeira pessoa a ser vacinada

enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada no Brasil. A informação foi dada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, na tarde deste domingo (17), logo após a reunião da Anvisa, que decidirá o futuro da CoronaVac no país.

- PUBLICIDADE -

Calazans atua como linha de frente na pandemia da Covid-19 no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo, onde trabalha na unidade de tratamento intensivo (UTI).  Segundo informou a publicação, Calazans faz parte do grupo de risco. Ela é obesa, hipertensa e diabética.

Quem deve receber a vacina primeiro?

Segundo o plano de imunização de São Paulo, os primeiros grupos que vão receber a vacina, a partir do dia 25 de janeiro, são os trabalhadores de saúde, indígenas e quilombolas no estado. Em seguida pessoas acima de 75 anos (a partir de 8 de fevereiro); pessoas de 70 a 74 anos (a partir de 15 de fevereiro); pessoas de 65 e 69 anos (a partir de 22 de fevereiro) e de 60 a 64 anos (a partir de 1º de março). A segunda dose deve ser dada 21 dias depois da primeira. Outros grupos devem ser vacinados gradualmente ao longo dos outros meses.
A expectativa é que na primeira fase, cerca de 9 milhões de pessoas sejam vacinadas.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes